• Pinceis favoritos para pele da Macrilan – Corretivo, base, blush SLIDE
  • simple-responsive-slide-disney


28 dezembro, 2016

 

Eu nunca pensei que ter um blog desse tanto trabalho. Até porque eu sempre tive blogs pequenos e escondidinhos, sem que ninguém soubesse, onde eu postava duas vezes por mês e olhe lá. Só que nada se compara ao esforço que eu coloco no Entre Anas. Porque, olha, haja dedicação para fazer com que tudo funcione: ter a ideia de um post, escrever, fotografar, revisar, editar, montar, SEO, divulgar, cuidar de redes sociais, gravar, interagir, comentar, responder. Criar. Transformar um endereço na internet em algo que represente quem você é e aquilo o que você deseja compartilhar com o mundo não é tarefa fácil. Mas, caramba, como é recompensador.

 

Não pelos números, curtidas ou visualizações. É pelas pessoas. É por mim. É por reler os meus primeiros posts e os últimos e sentir orgulho da pessoa que me tornei. É poder ajudar a abrir os olhos de uma mulher em relação ao feminismo. É incentivar pessoas a conhecer o veganismo. É arrancar um sorriso com um gif de gatinho ou a aumentar a vontade de viajar com uma foto. É tirar dúvidas, entreter e inspirar.

 

Eu sei o quanto um vídeo ou um post pode animar o dia de alguém. Porque isso acontece sempre comigo. Eu amo ter um blog, porque eu amo acompanhar blogs. Eu amo ter um canal, porque todo santo dia eu perco, no mínimo, uma hora do meu dia assistindo vídeos. Eu amo esse site com florzinhas e um nome feminista, mesmo o deixando de lado muitas vezes e subestimando minha própria capacidade.

 

2016 me abalou por muitos motivos. E eu deixei que esses motivos me afastassem do que eu mais amei fazer esse ano: o Entre Anas. Passei semanas sem postar, deixei de gravar, abandonei a fanpage, não cuidei do instagram. Tudo que envolve transformar esse espaço em realidade exige tempo (muito!) e eu sou (por enquanto) o tipo de pessoa que não consegue ser produtiva quando está com raiva, chateada ou frustrada. Ainda assim, todas as vezes em que eu conseguia terminar um post e deixá-lo do jeitinho que eu queria, eu me sentia orgulhosa. Independentemente dos resultados depois. O que faltou foi me lembrar dessa sensação tão boa.

 

Tenho muitos planos para 2017. Não acho que caiba listá-los aqui, mas prometi a mim mesma que levarei mais a sério esse espaço, para que ele seja cada vez mais da forma que eu desejo. E, assim, eu espero que ele continue me recompensando com mais e mais coisas boas.

 

Como comentei no vídeo, a melhor delas, nesse 1º ano, sem dúvida, foi as mulheres incríveis que encontrei. Não é engraçado? Afinal, o nome do blog é justamente inspirado em nomes femininos. E mesmo sem conversar todos os dias, interagindo só pelos comentários ou acompanhando os seus blogs, em cidades diferentes, mesmo que só por uma rede social, eu encontrei gente que vale a pena. Eu encontrei gentileza e era isso o que eu estava sentindo falta ao meu redor. Obrigada a todas vocês que passaram pelo meu 2016, pelo Entre Anas e reacenderam minha fé no outro.

 

Aniversários me deixam emotiva, acho que deu para perceber. Então, por fim, que os próximos 365 dias do Entre Anas sejam tão lindos quanto os últimos foram. Beijos, com muito amor, muita luz, muitas flores, muito cor.

1 ano de blog

Uma fotinho comemorativa e nostálgica de quando fiz 18 aninhos.

 

💜 Os 10 posts mais visualizados 💜

 

Resenha Shampoos Phytoervas

Por que Nesfit não é saudável?

Testei: linha Tea Tree da The Body Shop

Vamos falar sobre lugar de fala

Receita individual de panqueca americana, normal e vegana

Verdades que ninguém te conta sobre o feminismo

➳ 6 blogs feministas para entender o movimento

Onde encontrar salgadinhos veganos em São Paulo?

Por que parei de tomar anticoncepcional?

 

💜 Os meus 5 favoritos 💜

 

➳ Como fazer a diferença (e não ser um babaca)

➳ Low Poo Vegano: transição, produtos e resultados!

➳ Não seja um one upper

➳ Desapegando: limpeza no guarda-roupa

➳ Carta às minhas professoras de ballet

 

💜 Os 5 mais comentados 💜

 

➳ Combinação alimentar – Frutas

➳ Verdades que ninguém te conta sobre o feminismo

➳ Admirar ou não a Pugliesi?

➳ Aplicativos para compras conscientes

➳ Dicas para parar de beber refrigerante

 

Também estou por aqui:

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


 

Eu nunca pensei que ter um blog desse tanto trabalho. Até porque eu sempre tive blogs pequenos e escondidinhos, sem que ninguém soubesse, onde eu postava duas vezes por mês e olhe lá. Só que nada se compara ao esforço que eu coloco no Entre Anas. Porque, olha, haja dedicação para fazer com que tudo funcione: ter a ideia de um post, escrever, fotografar, revisar, editar, montar, SEO, divulgar, cuidar de redes sociais, gravar, interagir, comentar, responder. Criar. Transformar um endereço na internet em algo que represente quem você é e aquilo o que você deseja compartilhar com o mundo não é tarefa fácil. Mas, caramba, como é recompensador.

 

Não pelos números, curtidas ou visualizações. É pelas pessoas. É por mim. É por reler os meus primeiros posts e os últimos e sentir orgulho da pessoa que me tornei. É poder ajudar a abrir os olhos de uma mulher em relação ao feminismo. É incentivar pessoas a conhecer o veganismo. É arrancar um sorriso com um gif de gatinho ou a aumentar a vontade de viajar com uma foto. É tirar dúvidas, entreter e inspirar.

 

Eu sei o quanto um vídeo ou um post pode animar o dia de alguém. Porque isso acontece sempre comigo. Eu amo ter um blog, porque eu amo acompanhar blogs. Eu amo ter um canal, porque todo santo dia eu perco, no mínimo, uma hora do meu dia assistindo vídeos. Eu amo esse site com florzinhas e um nome feminista, mesmo o deixando de lado muitas vezes e subestimando minha própria capacidade.

 

2016 me abalou por muitos motivos. E eu deixei que esses motivos me afastassem do que eu mais amei fazer esse ano: o Entre Anas. Passei semanas sem postar, deixei de gravar, abandonei a fanpage, não cuidei do instagram. Tudo que envolve transformar esse espaço em realidade exige tempo (muito!) e eu sou (por enquanto) o tipo de pessoa que não consegue ser produtiva quando está com raiva, chateada ou frustrada. Ainda assim, todas as vezes em que eu conseguia terminar um post e deixá-lo do jeitinho que eu queria, eu me sentia orgulhosa. Independentemente dos resultados depois. O que faltou foi me lembrar dessa sensação tão boa.

 

Tenho muitos planos para 2017. Não acho que caiba listá-los aqui, mas prometi a mim mesma que levarei mais a sério esse espaço, para que ele seja cada vez mais da forma que eu desejo. E, assim, eu espero que ele continue me recompensando com mais e mais coisas boas.

 

Como comentei no vídeo, a melhor delas, nesse 1º ano, sem dúvida, foi as mulheres incríveis que encontrei. Não é engraçado? Afinal, o nome do blog é justamente inspirado em nomes femininos. E mesmo sem conversar todos os dias, interagindo só pelos comentários ou acompanhando os seus blogs, em cidades diferentes, mesmo que só por uma rede social, eu encontrei gente que vale a pena. Eu encontrei gentileza e era isso o que eu estava sentindo falta ao meu redor. Obrigada a todas vocês que passaram pelo meu 2016, pelo Entre Anas e reacenderam minha fé no outro.

 

Aniversários me deixam emotiva, acho que deu para perceber. Então, por fim, que os próximos 365 dias do Entre Anas sejam tão lindos quanto os últimos foram. Beijos, com muito amor, muita luz, muitas flores, muito cor.

1 ano de blog

Uma fotinho comemorativa e nostálgica de quando fiz 18 aninhos.

 

💜 Os 10 posts mais visualizados 💜

 

Resenha Shampoos Phytoervas

Por que Nesfit não é saudável?

Testei: linha Tea Tree da The Body Shop

Vamos falar sobre lugar de fala

Receita individual de panqueca americana, normal e vegana

Verdades que ninguém te conta sobre o feminismo

➳ 6 blogs feministas para entender o movimento

Onde encontrar salgadinhos veganos em São Paulo?

Por que parei de tomar anticoncepcional?

 

💜 Os meus 5 favoritos 💜

 

➳ Como fazer a diferença (e não ser um babaca)

➳ Low Poo Vegano: transição, produtos e resultados!

➳ Não seja um one upper

➳ Desapegando: limpeza no guarda-roupa

➳ Carta às minhas professoras de ballet

 

💜 Os 5 mais comentados 💜

 

➳ Combinação alimentar – Frutas

➳ Verdades que ninguém te conta sobre o feminismo

➳ Admirar ou não a Pugliesi?

➳ Aplicativos para compras conscientes

➳ Dicas para parar de beber refrigerante

 

Também estou por aqui:

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


TAGS:




4 Comentários em “1 ano de blog ♥”


Julia Melo

Ver um post desse sem chorar é quase impossível! Só posso agradecer por me deixar fazer parte disso tudo, mesmo que de longe e por fazer parte de mim.
Gratidão por você e por tudo que fez/faz para tornar o mundo um lugar melhor, mais cheio de cor e amor! Você vai longe, Lu!

Um beijão,
Ju!

Ana Beatriz

Parabéns pelo um ano de blog! Eu acabei de chegar aqui, mas já estou gostando muito e lendo os posts antigos. Eu achei o seu vídeo muito legal, deu para ver que você é bem sincera e se importa muito com o seu espaço <3 Espero que o próximo ano seja ainda melhor!

Victoria de Andrade

Parabéns e que venham muitos e muitos anos! Da trabalho mas vale a pena hahaha <3
Blog da Vicky

Blog Day: 10 blogs para conhecer e amar! l Entre Anas

[…] não canso de repetir o quanto ter um blog mudou minha visão em relação a diversas coisas, em especial sobre as pessoas. Estava tão cansada de esbarrar em […]


Deixe seu comentário:



Veja o que acontece por aí