• Pinceis favoritos para pele da Macrilan – Corretivo, base, blush SLIDE
  • simple-responsive-slide-disney


14 fevereiro, 2016

Se tem uma coisa que eu aprendi, é que o feminismo nunca se esgota. Sempre é possível conhecer, entender e problematizar algo novo. Sempre tem uma coisinha para desconstruir. E isso não é ruim. Pelo contrário, significa que estamos sempre melhorando o nosso olhar, abrindo nossa mente, nos empoderando e empoderando outras minas (vem ver como ter mais sororidade em 10 passos!).

Feminismo: por onde começar? - Blogs Feministas - Como começar no feminismo

Mas para quem dá os seus primeiros passos no feminismo, tantas discussões, temas, nomenclaturas e dados pode parecer um pouco confuso. Eu comecei me aventurando, principalmente, pelo facebook – como com o grupo Coletivo Chute e a página O Machismo Nosso de Cada Dia. Fui aprendendo um pouquinho mais a cada semana, pesquisando, lendo e descobrindo um novo mundo que mudaria quem sou.

 

Imagine sair de uma estrutura machista e se deparar com tópicos que ninguém nunca te apresentou antes, como o feminismo negro, gordofobia, slut shaming, sororidade e aborto. Introduzir o feminismo na sua vida não é uma tarefa tão simples quanto parece. E, por isso, precisamos de apoio (não é nada legal ser fiscal da militância alheia, como falamos aqui!). Precisamos de informação. Precisamos de sites e blogs, como os que eu listei abaixo, para nos ajudar a enxergar a opressão e buscar liberdade!

 

Escritório Feminista: nomes incríveis como Djamila Ribeiro, Clara Averbuck e Aline Valek, compartilham suas opiniões e pensamentos feministas nesta seção da revista Carta Capital. Tudo sempre bem explicadinho, com temas atuais e textos fáceis de ler!

 

Não deixe de ler: FAQ Feminista.

 

Think Olga: berço de campanhas como o Chega de Fiu Fiu contra o assédio e o Entrevista Uma Mulher – recentemente, também o Entreviste Um Negro – que incentiva a fala das mulheres como fontes na mídia. Além destas, tem o Aurélia, um dicionário online para nos lembrar das mulheres que marcaram história e ajudaram e ajudam na nossa emancipação! E, é claro, também é possível encontrar no blog textos com questionamentos importantes.

 

Não deixe de ler: Não lhe devemos candura.

Como começar no feminismo - Blogs Feministas - Frase Simone de Beauvoir

Blogueiras Negras: blogs como esse me lembram que eu, branca, não posso me fechar no meu próprio feminismo. Que eu preciso conhecer a luta de outras mulheres e valorizá-las. Feminismo e racismo entram em pauta no Blogueiras Negras, que mescla a militância até mesmo em editorias como esporte, moda e saúde.

 

Não deixe de ler: Feminismo interseccional – um conceito em construção.

 

Escreva Lola Escreva: um dos blogs que mais me ajudou, enquanto eu tentava esclarecer as minhas dúvidas sobre feminismo. Há quem ame, há quem critique. De qualquer maneira, eu acredito que o Escreva Lola Escreva abre as portas do feminismo para muitas meninas. E isso é o que importa. Os textos têm muitos exemplos, dados e, às vezes, histórias de leitoras, tornando tudo o que se lê por lá de fácil compreensão e identificação.

 

Não deixe de ler: Razões para ser feminista – dados para você usar.

 

Capitolina: fofura de revista digital que conheci ano passado! Com uma abordagem leve, honesta e inclusiva, a Capitolina conversa sobre diversos assuntos voltando-se para o público adolescente. Mas, ainda assim, independente da minha idade, acho uma delícia ler as postagens. E você pode mandar para aquela sua prima de 14 anos que está começando a se descobrir.

 

Não deixe de ler: Glossário de termos feminismo.

 

Lugar de Mulher: está cansada dos sites femininos com as mesmas ideias, imposição de regras e lista de itens para conquistar um homem? Então, o lugar de mulher, bom, é o seu lugar. Os temas são diversos, polêmicos e atuais. Tem muitos debates legais e textos que nos fazem refletir. O blog nos lembra que lugar de mulher, meu bem, é onde ela quiser.

 

Não deixe de ler: Para enxergar e combater.

 

Para gatinhos, sereias, feminismo, Disney, dicas de beleza e amor, curta a página do Entre Anas: 

 

Esses são os sites e blogs que mais gosto quando o assunto é feminismo. Já conhecia algum deles? Tem outro para indicar? Me conta nos comentários! Eu espero que eles te ajudem, assim como me ajudaram. E que, se você ainda não é familizarizada com o feminismo, possa se empoderar e perceber por meio deles a sua força ♥

 

Créditos ilustração: Stellar Leuna

 

Que tal falarmos, agora, sobre lugar de fala?
 

 ❤️ Outros posts que você pode gostar ❤️

 

➳ 40 coisas em 100 dias

➳ Elogie mais

➳ 5 expressões preconceituosas usadas no dia a dia

O problema da frase “tenho mais amigos homens”

Como fazer a diferença (e não ser um babaca)

➳ Admirar ou não a Pugliesi?

 

❤️ Vem ler mais na tag comportamento ou passear na categoria Feminismo ❤️

Vamos espalhar o feminismo por aí:

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube

 


Se tem uma coisa que eu aprendi, é que o feminismo nunca se esgota. Sempre é possível conhecer, entender e problematizar algo novo. Sempre tem uma coisinha para desconstruir. E isso não é ruim. Pelo contrário, significa que estamos sempre melhorando o nosso olhar, abrindo nossa mente, nos empoderando e empoderando outras minas (vem ver como ter mais sororidade em 10 passos!).

Feminismo: por onde começar? - Blogs Feministas - Como começar no feminismo

Mas para quem dá os seus primeiros passos no feminismo, tantas discussões, temas, nomenclaturas e dados pode parecer um pouco confuso. Eu comecei me aventurando, principalmente, pelo facebook – como com o grupo Coletivo Chute e a página O Machismo Nosso de Cada Dia. Fui aprendendo um pouquinho mais a cada semana, pesquisando, lendo e descobrindo um novo mundo que mudaria quem sou.

 

Imagine sair de uma estrutura machista e se deparar com tópicos que ninguém nunca te apresentou antes, como o feminismo negro, gordofobia, slut shaming, sororidade e aborto. Introduzir o feminismo na sua vida não é uma tarefa tão simples quanto parece. E, por isso, precisamos de apoio (não é nada legal ser fiscal da militância alheia, como falamos aqui!). Precisamos de informação. Precisamos de sites e blogs, como os que eu listei abaixo, para nos ajudar a enxergar a opressão e buscar liberdade!

 

Escritório Feminista: nomes incríveis como Djamila Ribeiro, Clara Averbuck e Aline Valek, compartilham suas opiniões e pensamentos feministas nesta seção da revista Carta Capital. Tudo sempre bem explicadinho, com temas atuais e textos fáceis de ler!

 

Não deixe de ler: FAQ Feminista.

 

Think Olga: berço de campanhas como o Chega de Fiu Fiu contra o assédio e o Entrevista Uma Mulher – recentemente, também o Entreviste Um Negro – que incentiva a fala das mulheres como fontes na mídia. Além destas, tem o Aurélia, um dicionário online para nos lembrar das mulheres que marcaram história e ajudaram e ajudam na nossa emancipação! E, é claro, também é possível encontrar no blog textos com questionamentos importantes.

 

Não deixe de ler: Não lhe devemos candura.

Como começar no feminismo - Blogs Feministas - Frase Simone de Beauvoir

Blogueiras Negras: blogs como esse me lembram que eu, branca, não posso me fechar no meu próprio feminismo. Que eu preciso conhecer a luta de outras mulheres e valorizá-las. Feminismo e racismo entram em pauta no Blogueiras Negras, que mescla a militância até mesmo em editorias como esporte, moda e saúde.

 

Não deixe de ler: Feminismo interseccional – um conceito em construção.

 

Escreva Lola Escreva: um dos blogs que mais me ajudou, enquanto eu tentava esclarecer as minhas dúvidas sobre feminismo. Há quem ame, há quem critique. De qualquer maneira, eu acredito que o Escreva Lola Escreva abre as portas do feminismo para muitas meninas. E isso é o que importa. Os textos têm muitos exemplos, dados e, às vezes, histórias de leitoras, tornando tudo o que se lê por lá de fácil compreensão e identificação.

 

Não deixe de ler: Razões para ser feminista – dados para você usar.

 

Capitolina: fofura de revista digital que conheci ano passado! Com uma abordagem leve, honesta e inclusiva, a Capitolina conversa sobre diversos assuntos voltando-se para o público adolescente. Mas, ainda assim, independente da minha idade, acho uma delícia ler as postagens. E você pode mandar para aquela sua prima de 14 anos que está começando a se descobrir.

 

Não deixe de ler: Glossário de termos feminismo.

 

Lugar de Mulher: está cansada dos sites femininos com as mesmas ideias, imposição de regras e lista de itens para conquistar um homem? Então, o lugar de mulher, bom, é o seu lugar. Os temas são diversos, polêmicos e atuais. Tem muitos debates legais e textos que nos fazem refletir. O blog nos lembra que lugar de mulher, meu bem, é onde ela quiser.

 

Não deixe de ler: Para enxergar e combater.

 

Para gatinhos, sereias, feminismo, Disney, dicas de beleza e amor, curta a página do Entre Anas: 

 

Esses são os sites e blogs que mais gosto quando o assunto é feminismo. Já conhecia algum deles? Tem outro para indicar? Me conta nos comentários! Eu espero que eles te ajudem, assim como me ajudaram. E que, se você ainda não é familizarizada com o feminismo, possa se empoderar e perceber por meio deles a sua força ♥

 

Créditos ilustração: Stellar Leuna

 

Que tal falarmos, agora, sobre lugar de fala?
 

 ❤️ Outros posts que você pode gostar ❤️

 

➳ 40 coisas em 100 dias

➳ Elogie mais

➳ 5 expressões preconceituosas usadas no dia a dia

O problema da frase “tenho mais amigos homens”

Como fazer a diferença (e não ser um babaca)

➳ Admirar ou não a Pugliesi?

 

❤️ Vem ler mais na tag comportamento ou passear na categoria Feminismo ❤️

Vamos espalhar o feminismo por aí:

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube

 


TAGS:




25 Comentários em “6 blogs feministas para entender e começar no movimento”


Paloma

Moçaaaa
é a primeira vez que visito teu blog e : QUE LINDEZA♥

Agora que post incrível! Quando comecei a ler sobre feminismo, tive muitas dúvidas sobre os vários termos utilizados, mas oh se todo mundo ver esse post garanto que ficará mais fácil hahahah

Um site que eu amo de paixão, e que é feito só por mulheres é a Revista capitolina, lá eles tem matérias incríveis, com textos que sõ de fácil entendimento até mesmo para as jovenzinhas.

Um beijo♥

Luana

Ai, que amooor, obrigada! ♥
Revista Capitolina é uma fofura, mesmo ela não sendo um blog, precisei colocar no post haha Sempre mando ela para as meninas novinhas que se interessam por feminismo!
Volte sempre viu? ♥

Bel

Alguns desses sites eu já conhecia como o Think Olga, outros não. Acho que é muito importante todo mundo ter um espaço que possa se sentir representado. Esse é um dos melhores lados da internet, ela ser democrática.

beijos
https://oladobeldavida.wordpress.com

Luana

Sim! Internet, apesar do seu lado ruim, é ótima para disseminar informações boas ♥

Carissa

Muito bom seu post. Útil pra quem está engatinhando no feminismo e até para pessoas que já conhecem um pouco, mas sempre podem conhecer mais.

Bjs

Luana

Eba, que bom que gostou! ♥

Stéfhanie

Quando a gente aprende o que é feminismo parece que algo dentro de nós vai se libertando aos poucos, como se cada celula pudesse descordar de todas as regras e maneiras de como nós, mulheres, devemos nos portar e seguir.

Acredito que o conhecimento é sempre bem vindo, ainda mais pelo fato de que a gente sempre vai passar por muitos debates, muito olho torto e gente que fala que isso é frescura (já passei tanto por situações similares). Existem milhares de argumentos e principalmente motivos (a maioria ruins) de que é preciso existir o feminismo. E enquanto nós pudermos sair do comodismo e lutar pela igualdade, vamos nos unir e lutar.

Eu adorei as indicações, meu favorito é o think olga, sempre surpreendendo e fortalecendo cada dia mais.

Luana

Exatamente! ♥ Feminismo nunca deixa de ser libertador. E quanto mais lemos e pesquisamos, mais aprendemos a ignorar comentários alheios porque sabemos que estamos no caminho certo!
Fico feliz que tenha gostado! Think Olga é amor ♥

Kary

Amei seu post, seu blog é mtt lindo…

Luana

♥♥♥

Keila Mariano

Adorei o post é bem assim!!!
Novo estilo de vida!
http://emagrecendonovoestilodevida.blogspot.com.br/p/acessorio.html

Luana

:)

Gabriella

Ótima a sua ideia de post… Sou super leiga quando se trata de feminismo e estava super afim de aprender sobre o assunto. Me ajudou bastante e vou dar uma lida em tais bLogs.

Luana

Espero que esses blogs te ajudem! ♥ Estamos juntas!

Carolina Leal

Muito bom! Acho que as pessoas precisam saber mais antes de falar algo sobre esse movimento!
Beijos

Não queremos flores, queremos direitos e liberdade! l Entre Anas

[…] de aumentar a sua consciência por meio da luta de tantas mulheres. Eu espero que você continue abrindo os seus olhos. Que se reconheça como protagonistas de um futuro que você pode mudar ao se unir a outras meninas […]

Lívia

Vou salvar esse post com todo o amor do mundo e vou olhar blog por blog, já conheço alguns mas tem outros que fiquei super interessada <3 Que post bem elaborado e que blog mais maravilhoso, ganhou uma nova leitora!

Grande beijo,
Lívia.
http://valeumasnao.blogspot.com.br/

Luana

Olhe sim, são todos incríveis e vão te ajudar muito nessa empreitada pelo feminismo ♥
Ebaaaaa, seja bem vinda! ♥

Thaís Regina Ferreira

Oi Ana, :)

Desses mencionados eu só não conheço dois. Incrível como a nossa visão sobre o movimento muda quando nos informamos mais, não é mesmo? E mesmo para quem já é familiarizada, informação e conhecimento nunca é demais, precisam ser constantes.
Muito obrigada pelos links, são ótimos para abrir a mente de quem não sabe muito sobre o feminismo.

Beijos!
http://www.janeladesorrisos.com

Luana

Informação nunca é demais, realmente! ♥
Espero que os links continuem abrindo a sua mente ♥ Grande beijo!

Carol Rocha

Oi Luana, tudo bem? Estou encantada com seu blog! Tem muita informação aqui que vai me ajudar muito! Esse post em especial, porque estou começando a procurar saber mais sobre o feminismo agora e vai ser muito útil
Eu sempre soube que sou feminista, mas sempre senti que me faltava informação sobre o assunto, sabe? Muito obrigada, e com certeza você me verá mais vezes por aqui no blog! Já entrou pros meus favoritos.
Beijos.

Ei Carol!

Luana

Oi, Carol! Fico muito feliz ♥ Seja bem vinda!
Espero que os posts sobre feminismo te ajudem. E estamos juntas! ♥

Mar Azous

Comecei a acompanhar o blog e sinceramente amei

maria

Muito boa iniciativa a sua de querer promover outras blogueiras feministas – no fundo devemos ser uma comunidade – isso torna seu trabalho mais sério e nada egoísta. Parabéns. Eu me sinto um tanto isolada como blogueira; por outro lado meu blog é recente e por isso nada conhecido, contudo vou continuar escrevendo. Gostaria de seguir seu blog, ele é muito bom. Mariluz dos Anjos

Marcelle

EM primeiro lugar parabéns pelo seu blog, é realmente lindo. Muito diferente de blogs feministas agressivos, que apenas instigam mais e mais violência contra a mulher.
Os dois dois termos mais repugnantes são machismo e feminismo. Ambos os conceitos começam quando a mãe ensina a filha a ser princesinha como a barbie e o filho a ser o rambo. Quando o pai diz que o filho pode pegar geral e a filha não pode sair. Isso gera uma geração onde os homens ganharam (sim, ganharam graças aos pais e mães) o poder sobre as mulheres. Então o que acontece? Vem um grupo de mulheres queimando soutiens achando que ia mudar algo, mas apenas agravaram o fato. O importante é educar as crianças para não ter que corrigir os adultos, e se necessário a correção, que seja feita de forma inteligente.


Deixe seu comentário:



Veja o que acontece por aí