12 dezembro, 2017

Quando éramos crianças, a noite de natal se resumia em ser emperiquitado (essa expressão ainda existe?) pelos nossos pais, receber os presentes do papai noel e reencontrar os primos para brincar de esconde-esconde ou banco imobiliário. Acontece que todos nós crescemos e a paciência, por sua vez, ao contrário, diminui. E o natal vira a data em que nos tornamos alvos de comentários constrangedores e piadinhas desnecessárias.

COMO SOBREVIVER AO NATAL

É um fato que a vida em sociedade, às vezes, pode ser uma droga. A convivência familiar, então, nem se fala. Mas, independentemente das nossas diferenças, ainda somos seres sociais, que gostam de uma reuniãozinha para tomar uns bons drinks, cantar no karaokê e conversar, enquanto o cabelo fica com cheiro de churrasco ou a mão melada de pêssego. Nós precisamos uns dos outros. Para muitas coisas, mais do que gostaríamos em alguns casos.

 

Nesse contexto, o natal (sinônimo de reunião familiar), ao mesmo tempo em que é uma época mágica, pode ser uma fonte de estresse se você permitir. Não só por comentários machistas ou homofóbicos, nós já falamos sobre isso aqui e eu sou a favor de levantar bandeiras decoradas com pisca pisca e o bom velinho. Mas também precisamos lembrar que nós temos, assim como os outros ao nosso redor, conflitos pessoais e problemas do dia dia, os quais ninguém quer ficar debatendo na mesa com um tofu recheado (por aqui não tem peru!).

 

Então, esse post surgiu como a parte II do como fazer a diferença (e não ser um babaca) versão natalina. É um guia para te ajudar a não causar discórdia ou desconfortos, assim como não enlouquecer com aquele cunhado insuportável ou precisar ir se isolar na sala para não se sentir menosprezada ou pressionada.

 

Alerta: esse post é uma ótima indireta! 😜

Dicas para sobreviver ao natal

e ficar tão plena quanto esse gatinho!

COMO SOBREVIVER AO NATAL - GATOS

COMO NÃO SER UM BABACA

 

➳ Não faça comentários sobre o peso de ninguém.

➳ Se tal pessoa disse que estava dieta, não seja fiscal do prato alheio. Ninguém precisa da sua permissão para comer o que bem entender.

➳ Já se a pessoa está de dieta, mostre apoio, ao invés de criticar porque nem no natal ela vai ter uma folga. 

➳ Não fique fazendo ceninha de hm, olha como essa linguiça está gostosa na frente de vegetarianos ou veganos como se nós fossemos cachorros. É patético.

➳ Não coma todo o prato que o vegetariano ou vegano trouxe para a ceia. Tenha bom senso, nós temos fome.

➳ Se alguém terminou um relacionamento recentemente, não pergunte, a não ser que a própria pessoa comece o assunto.

➳ Se alguém começou um novo relacionamento e levou a pessoa para a festa de família, não fale do ex ou faça piadinhas que só você acha graça.

➳ Aliás, não pergunte dos namoradinhos ou namoradinhas. Ninguém é obrigado a entrar em um relacionamento para suprir a sua necessidade de fofoca. Além de que esse é um assunto muito delicado para a comunidade LGBT.

➳ Tire a frase isso é mimimi do seu vocabulário. Está proibido falar isso no natal.

CONTINUE LENDO E VEJA TAMBÉM COMO SOBREVIVER AOS BABACAS ♥

Quando éramos crianças, a noite de natal se resumia em ser emperiquitado (essa expressão ainda existe?) pelos nossos pais, receber os presentes do papai noel e reencontrar os primos para brincar de esconde-esconde ou banco imobiliário. Acontece que todos nós crescemos e a paciência, por sua vez, ao contrário, diminui. E o natal vira a […]

Leia mais



TAGS:






9 dezembro, 2017

Confesso: sou uma defensora da uva passa e frutas cristalizadas. No arroz, no bolo, na granola e onde mais ela quiser entrar. Manda mais uva passa que está pouco! Consequentemente, também sou uma amante do panetone, esse pãozinho (ou bolinho?) tão tradicional do Natal. Eu vejo as caixinhas no mercado lá em novembro e começo a ficar animada, lembrando que a minha época favorita do ano vem aí.

 

O chocotone é um plus, completando o combo panetone e amor. Os trufados, recheados ou com casquinhas crocante não são os meus favoritos. Sujar os dedos com o tradicional feito de gotinhas de chocolate, no entanto, é uma delícia, convenhamos.

Mas temos um problema para veganos amantes de natal como eu: não é tão fácil de encontrar chocotones e panetones sem crueldade animal. Ok, tudo bem, estamos acostumados. Ninguém disse que ser vegano seria mamão com açúcar.

 

Para facilitar e mostrar que é possível ter um natal vegano com todas as tradições, cá estou eu com esse post, que é mais um dos especiais de natal completando a série do “onde encontrar X vegano em São Paulo?”. O primeiro foi sobre salgadinhos e o segundo ovos de páscoa.

 

Como no ano passado eu cometi o erro de não encomendar nenhum panetone ou chocotone vegano, em 2017 resolvi fazer diferente. Vai ter dedos sujos de chocotone com amêndoas esse natal, sim senhora! (como é difícil eu comer doces veganos, vou aproveitar!) 

 

Onde comprar panetone e chocotone vegano em São Paulo?

 

Comidices🎄

Sem glúten, sem leite, sem ovo e sem açúcar refinado, com chocolate belga 70%.

 

Recheios: chocolate e amêndoas, maracujá e chocolate, paçoca e brigadeiro e brigadeiro.

Mini 180g ➳ R$15

Grande 700g ➳ R$50

 

Eu comi o de chocolate e amêndoas e apesar de ser MUITO gostoso (nada de gosto de soja, coco forte ou o famoso nada), ele é beeeem molinho. Seria melhor se viesse em um potinho, ao invés da embalagem tradicional do chocotone.

 

 Guna Vegan🎄

➳ Chocotone de Ganache

180g – R$18,50

480g – R$49

 

➳ Panetone de doce de leite com coco

180g – R$18,50

480g – R$49

 

➳ Panetone de frutas secas, nozes e amêndoas

150g – R$16

400g – R$42

 

Ateliê VIPE🎄

➳ Panetone com frutas

450g – R$18

900g – R$32

 

➳ Panetone com pedaços de goiabada

450g – R$16

900g – R$30

 

➳ Panetone com gotas de chocolate

450g – R$20

900g – R$34

 

➳ Naked Tone (700g), camadas de panetone de chocolate com recheio de cajuzinho, brigadeiro ou creme de baunilha – R$45

 

CONTINUE LENDO ♥

Confesso: sou uma defensora da uva passa e frutas cristalizadas. No arroz, no bolo, na granola e onde mais ela quiser entrar. Manda mais uva passa que está pouco! Consequentemente, também sou uma amante do panetone, esse pãozinho (ou bolinho?) tão tradicional do Natal. Eu vejo as caixinhas no mercado lá em novembro e começo […]

Leia mais



TAGS:






7 dezembro, 2017

Ah, o natal. Quando a cidade se enche de luz, os gatos se divertem com os enfeites nas árvores, as crianças se preparam para a chegada do bom velhinho e os adultos, mesmo que não acreditem nessa fantasia, também são capazes de sentir o espírito natalino nos pequenos detalhes. Deu para perceber que eu amo essa época, não é?

transforme seu natal

É o momento de rever o seu ano, planejar seus próximos passos, reencontrar pessoas queridas, arrancar sorriso, se permitir sonhar, ter esperança e acreditar um pouquinho na magia que nos cerca. Magia que não está nos contos de fadas, mas nos pequenos gestos que confortam nosso coração quando deitamos a cabeça no travesseiro. Magia que te faz acreditar que amanhã será, sim, um dia melhor.

 

Porque, no fim, o natal não é sobre decoração, presentes, amigo secreto e chocotone. É claro, tudo isso faz a data ser ainda mais gostosa. Mas em dezembro nós temos a chance de lembrar o nosso propósito e acreditar que chegou a hora de se tornar a melhor versão de nós mesmos.

 

Por isso, decidi separar nesse post 6 atitudes que você transforme seu natal. Mesmo se você não gosta da comemoração, tem uma memória ruim ou, simplesmente, acha que essa é uma data criada pelo capitalismo (o que é real), essas 6 atitudes te ajudarão a evoluir como pessoa. Não tem a ver com a ceia, a piada do pavê ou o champanhe à meia noite, mas com deixar uma marca positiva por onde passa. Tem a ver com confortar seu coração, abrir sua mente e se permitir. Aproveite essa chance de transformar o espírito natalino em algo ainda maior e tornar o seu último mês do ano algo memorável.

 

Seja gentil 🎅

 

Pare de viver no automático. Perceba as pessoas ao seu redor. Elogie. Dê um bom dia. Ofereça ajuda. Sorria. Acene. Abrace. Defenda. Escute. Apoie. Enxergue.

 

Ser gentil no natal não é só sobre pegar uma cartinha de uma criança no correio, doar as roupas que não usa mais ou ajudar uma instituição de caridade. É sobre entender que nós vivemos compartilhando energias e que um pequeno gesto pode mudar tudo.

 

Quem recebe uma gentileza, não esquece. Quem é gentil, faz uma escolha sábia que tem um impacto positivo em ambas as partes, mesmo sem exigir um retorno. Porque ser gentil é um ato altruísta. E em uma sociedade tão egoísta, ter alguém fazendo algo pelo outro é revolucionário.

 

Tire um tempo para você 🎅

 

Um tempo para pensar sobre a pessoa em quem deseja se tornar. Um tempo para fazer aquele curso que adiou durante o ano todo, para escutar suas músicas favoritas, terminar aquele livro que ficou em cima do criado mudo. Um tempo para tomar um banho longo, arrumar o cabelo, arrumar o quarto, arrumar a bagunça – exterior e interior.

 

Você merece. Se antes eu te pedi para parar de viver no automático, o natal também é uma boa oportunidade para parar de correr. Para desacelerar.

 

Lembre-se que o sucesso em todas as áreas da sua vida está atrelado ao seu nível de desenvolvimento pessoal. Dificilmente, você terá uma carreira ou uma vida amorosa de sucesso se você não dedica um tempo para evoluir como pessoa, para olhar para dentro de si e refletir sobre mudanças – isso eu aprendi em um livro que comentei neste vídeo.  

 

Tirar um tempo para você também é um ato de gentileza.

 

Aprenda a perdoar 🎅

 

Já que o natal prega pela união, por que não deixar as mágoas de lado? A mágoa é um sentimento que alimenta a raiva, a vingança e o nosso sofrimento. Acreditar no imperdoável é um convite para se auto sabotar.

 

Saber perdoar não é uma característica apenas de pessoas muito evoluídas. Não é também diminuir os erros alheios ou proteger os supostos culpados, mas, sim, a escolha de ter uma vida mais leve, saudável e feliz. Significa que você seguiu em frente e a dor não tem mais espaço para ecoar e alimentar sentimentos ruins.

 

E muito além de alcançar o perdão, se autoperdoe. Se livre da culpa, reconheça seus erros, mas saiba valorizar os seus acertos. Você tem a chance de mudar, então faça isso ao invés de remoer erros antigos. Você também merece o perdão.

 

CONTINUE LENDO ♥

Ah, o natal. Quando a cidade se enche de luz, os gatos se divertem com os enfeites nas árvores, as crianças se preparam para a chegada do bom velhinho e os adultos, mesmo que não acreditem nessa fantasia, também são capazes de sentir o espírito natalino nos pequenos detalhes. Deu para perceber que eu amo […]

Leia mais



TAGS:










Veja o que acontece por aí