DESCOMPLICANDO O VEGANISMO
RECEITAS VEGANAS
Transição para o veganismo


13 fevereiro, 2017

Eu desabafei com vocês sobre como é difícil encontrar sorvete de massa sem leite nessa vida. Mas conseguir saborear uma pizza vegana, por outro lado, não é tão difícil quanto eu imaginava. Em São Paulo, quase todo final de semana está rolando uma feira vegana, existem rodízios veganos e como há uma pizzaria a cada esquina, provavelmente, uma perto da sua casa não coloca ovo ou manteiga na massa e, então, você só precisa pedir para tirarem o queijo.

pizza vegana da villa roma
villa-roma-pizza-zen-vegana-daniel-cancini

Nessa minha nova vida sem nada de origem animal, eu descobri a Villa Roma, uma pizzaria em que a massa é tão fininha que você precisa comer de luva. O mais legal é que uma das unidades é na Zona Leste, mais especificamente, no Tatuapé, e as opções veganas ou sequer mais saudáveis por aqui são bem limitadas. Temos a melhor hamburgueria da vida? Sim, temos, porém sempre preciso fazer baldeação no metrô se quero experimentar algo diferente — isso significa mudar de linha, ou seja, de região.

 

Eu conheci a unidade do Tatuapé no aniversário do meu pai, sem saber o que esperar das pizzas veganas. A massa, por ser tão fininha, logicamente não levava ovo ou derivados de leite, mas e os recheios? Ok, antes disso, vamos falar do lugar propriamente. É escurinho, com uma iluminação mais avermelhada, bem aconchegante. Não estava cheio quando chegamos e o garçom foi bem simpático. A pizza demora um pouquinho para chegar, mas tudo bem, é aceitável.

PIZZA VEGANA DA VILLA ROMA - LUGAR TATUAPÉ

O preço é salgado, variando de R$50 a R$80. Em três pessoas, o máximo que você consegue comer (sem ficar estufado) são duas pizzas grandes e olhe lá, porque a doce, apesar de linda, é enjoativa. De qualquer maneira, é caro comparado a uma pizzaria comum. Eles fazem brotinho somente das doces, mas a diferença entre essa individual e a média não é tão grande e, talvez, não compense já que você pode levar as sobras para casa e devorar na madrugada. Já a pizza grande pode ter até três sabores.

 

Infelizmente, não existe a versão doce vegana, somente cinco sabores que são uns dos mais caros no cardápio (foto abaixo! Tirei com o meu celular, desculpem a qualidade). Não custa derreter um chocolate amargo com uns morangos, certo? Já que a proposta também é atingir este público. Tudo bem. Eu superei meus pais devorando uma grande de Hershey’s, amendoim e muito açúcar.

PIZZA VEGANA DA VILLA ROMA - CARDÁPIO

O sabor que escolhi foi a Jardineira (o da foto lá em cima é a Zen), com mussarela vegana, alcachofra, tomate cereja e manjericão. Tinha tudo para ser uma delícia, certo? Certo, exceto que a alcachofra veio menos do que eu esperava, o tomate não era o cereja e a mussarela, ah, a mussarela. Ela, definitivamente, não é o meu queijo vegano predileto.

PIZZA VEGANA DA VILLA ROMA - ALCACHOFRA E TOMATE

Todos os sabores levam essa mussarela. E ela tem gosto de margarina. Parece que pegaram Doriana e espalharam na massa. Eu acho horrível. Já tinha experimentado antes em casa e estava na esperança de que, por ser tão cara, fosse um queijo diferente, só que é o mesmo gosto amanteigado que me fez detestar mussarela vegana. O que eu comprei em casa era da Superbom, não sei se é a mesma marca, mas é o mesmo gosto. De margarina.

 

Então, Luana, não vale a pena? Vale. Vale pela experiência, afinal, você come a pizza na mão de tão fininha e crocante. Na verdade, eu acho que as minhas expectativas foram altas demais e eu escolhi o sabor errado. A de shimeji, abobrinha e tomate seco parece ser bem mais gostosa. Porque, além da combinação interessante, os sabores são mais fortes e devem mascarar o queijo de manteiga.

 

E mesmo não curtindo essa parte, eu comi a minha metade inteira da pizza. É gostosa. Só não tanto quanto eu esperava. A dos meus pais, por título de curiosidade, era uma mistura de azeite trufado, queijo, camarão e shimeji. Passo longe, obrigada.

 

Se você quiser ir em um lugar diferente, está com vontade de pizza e tem um dinheiro sobrando, passe na Villa Roma. Eu espero que eles implementem a minha sugestão de uma doce vegana ou, então, tirem esse queijo estranho. Quem sabe, dê para pedir sem o queijo e com mais recheio, mas aí perde a ideia de pizza vegana e você pode fazer isso com qualquer uma do cardápio.

 

Aliás, vocês já experimentaram essa mussarela? Eu estou sendo fresca ou vocês também acham que tem gosto de Doriana? Conhecem outra pizzaria vegana em São Paulo ou a Villa Roma? Me contem nos comentários!

 

 💚 Outros posts que você pode gostar 💚

 

O que aprendemos em Forks Over Knifes

Tour pelo Whole Foods

➳ Onde encontrar salgadinhos veganos em São Paulo?

➳ 10 dicas para aproveitar o Magic Kingdom

Adote, não compre

 

💚 Vem ler mais na tag veganismo ou passear na categoria Lugares 💚

Vamos espalhar um estilo de vida livre de crueldade e com muita pizza nas redes sociais:

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube

Eu desabafei com vocês sobre como é difícil encontrar sorvete de massa sem leite nessa vida. Mas conseguir saborear uma pizza vegana, por outro lado, não é tão difícil quanto eu imaginava. Em São Paulo, quase todo final de semana está rolando uma feira vegana, existem rodízios veganos e como há uma pizzaria a cada […]

Leia mais



TAGS:






17 novembro, 2016

Lugares como o Novos Veganos me fazem ter a certeza de que não, eu definitivamente não preciso, não quero, não sinto falta de carne ou de qualquer ingrediente de origem animal. Porque comer algo tão maravilhoso quanto a própria foto mostra e saber que não tem um pingo de crueldade torna tudo mais delicioso 😍 Minha namorada descobriu essa hamburgueria vegana pelo facebook e nós ficamos curiosíssimas para experimentar. Eu nunca tive experiências ruins com hambúrgueres veganos ou vegetarianos (só na 162, bleh!), mas o Novos Veganos chegou em um outro nível, juro.

novos-veganos-cogumelo-rucula

Shita Lee: pão de beterraba, burguer de shitake, rúcula, tomate e catupiveg ♥

 

Como a gente precisa sair da nossa casa para conhecer e comer, aqui vai o meu único ponto negativo: a localização. Não é longe da minha casa, mas é bem mais fácil ir para a Augusta do que à rua do Novos Veganos. Eu teria que pegar metrô e ônibus e a preguiça acaba me levando ao Uber, o que me rende uns R$5 a mais. Mas, tudo bem, vale a pena. E eu acho incrível a Zona Leste ter um espaço para difundir e atrair os veganos. A gente existe, SP!

novos-veganos-batata-frita

O espaço é relativamente pequeno, mas muito aconchegante com quadrinhos feministas, sobre libertação animal e cheios de amor. Da primeira vez que fui, fomos as primeiras a chegar e sentamos em uma mesinha do lado de fora. Pena que o vento não colaborou. Na segunda, fomos mais espertas e ficamos lá dentro. Uma outra coisinha chata é que do lado tem um bar que deixa o pagode no último volume. Desnecessário. Não pelo pagode (#teampixote), mas por acabar atrapalhando os outros estabelecimentos próximos.

Lugares como o Novos Veganos me fazem ter a certeza de que não, eu definitivamente não preciso, não quero, não sinto falta de carne ou de qualquer ingrediente de origem animal. Porque comer algo tão maravilhoso quanto a própria foto mostra e saber que não tem um pingo de crueldade torna tudo mais delicioso 😍 Minha namorada descobriu […]

Leia mais



TAGS:






26 outubro, 2016

Minha namorada esses dias me perguntou qual era o meu lugar preferido no mundo e, sem sombra de dúvidas, Orlando está na listinha – talvez, até no primeiro lugar. Só de lembrar das minhas viagens para lá, sinto o coração quentinho, sabe? Eu amo o cheiro, as cores, a vibração, a vida naquele lugar. Mas se engana quem pensa que só de Disney se faz uma Orlando. A cidade e seus arredores têm muito mais para ser explorado (e amado!).

 

Nesse post, reuni cinco desses lugares que visitei para você ir além caso esteja planejando uma viagem a Orlando. É claro, os parques valem muito a pena, é onde está a magia, mas sair um pouquinho do clichê também faz bem. Vamos nessa?

 

💚 CELEBRATION 💚

lugares_diferentes_em_orlando_celebration_3

Começando pela minha queridinha. Desde que coloquei os pés nessa cidade de boneca, quis ficar por lá para sempre. Apesar de parecer mais uma comunidade, Celebration tem infraestrutura de cidade, com escola, hospital, mercado, banco, igrejas, etc. Ela é o resultado de um dos sonhos do Walt Disney: uma cidade modelo onde os funcionários pudessem morar. De futurista e acessível ela não tem nada, mas ainda é um bom lugar para passar uma tarde calma, com muito verde e se sentindo em um cenário cinematográfico.

 

A Disney Company, hoje, se afastou da administração do lugar, mas sua estrutura de organização impecável permanece. A cidade leva tão a sério a beleza de suas ruas que os proprietários devem seguir algumas regras, como, por exemplo, não deixar a grama crescer e não pintar a fachada de suas casas de determinadas cores. Pretty hurts, não é mesmo? É um lugar super privilegiado, com aproximadamente 9 mil moradores – e a mansão de férias do Silvio Santos.

 

Quando conheci e me apaixonei por Celebration, era época de natal e um dos meus arrependimentos foi não ter ficado até à noite para ver as decorações, provavelmente, incríveis das casas. Natal nos EUA é para levar a sério, minha gente! Ai, que saudade da Mariah Carey cantando All I Want For Christmas Is You por aí nas ruas. Além disso, na praça principal, há uma pista de patinação e neve falsa para as crianças – e adultos, por que não?

 

Celebration, porém, é um lugar para ver, não para comprar. É bom ir, procurar um lugar para almoçar (o Panera Bread tem opções veganas e o Thai Thani é vegetarian friendly), passear na orla do lago, dentro da cidade para ver as casas e tirar, é claro, muitas fotos.

 

Se eu pudesse escolher agora um lugar para morar e passar o resto da vida, seria Celebration. Alguém aí tem uma lâmpada mágica? Alguém?

lugares_diferentes_em_orlando_celebration_2lugares_diferentes_em_orlando_celebration

lugares_diferentes_em_orlando_celebration_4lugares_diferentes_em_orlando_celebration_5

Minha namorada esses dias me perguntou qual era o meu lugar preferido no mundo e, sem sombra de dúvidas, Orlando está na listinha – talvez, até no primeiro lugar. Só de lembrar das minhas viagens para lá, sinto o coração quentinho, sabe? Eu amo o cheiro, as cores, a vibração, a vida naquele lugar. Mas […]

Leia mais



TAGS:








NÃO PERCA AS NOVIDADES, CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER!