DESCOMPLICANDO O VEGANISMO
RECEITAS VEGANAS
Transição para o veganismo


12 janeiro, 2018

2017 não foi o ano dos livros, eu diria. Com foco 100% em dois TCCs (e ser aprovada em todas as matérias), fiquei distante das leituras por prazer. Minha estante ganhou algumas aquisições, mas nada comparada às minhas metas de 2012 ou 2013, quando eu lia entre 12 e 20 livros por ano.

 

2018 será diferente, eu espero. Sigo uma amante dos bons livros e, agora, mais do que nunca, interessada em outros gêneros, como sobre desenvolvimento pessoal, alimentação e espiritualidade. Esse post, então, é a minha wishlist literária para este novo ano, com alguns títulos que eu espero que também entrem na listinha de vocês ❤📚

 

Dividi a wishlist literária em três: desenvolvimento pessoal, veganismo e alimentação e histórias para 2018. São livros que eu namoro há um tempo ou descobri recentemente e despertaram meu interesse. Não esqueçam de me contar se vocês já leram algum desses!

 

Wishlist literária para 2018 📚

Fique Rica Sem Culpa, Justine Trueman: indicação da Fran Guarnieri, imagino que esse livro será o meu começo nesse universo de finanças. Ele está fora de linha, infelizmente, mas você pode encontrá-lo em sebos e na Estante Virtual.

 

O livro divide-se em duas partes – ‘O dinheiro e a mente’ e ‘Assumindo o controle’. Nele, a autora ajudará a leitora a aperfeiçoar seu relacionamento com o dinheiro, para que – fique menos estressada; melhore sua qualidade de vida; sinta-se no controle de suas finanças; pare de discutir sobre dinheiro com seu companheiro(a); reconheça os obstáculos psicológicos que a estão impedindo de alcançar suas metas financeiras; entenda os princípios-chave envolvidos na construção de um patrimônio.

 

O Poder do Hábito, Charles Duhigg: esse é um livro que namoro há um tempo, mas o preço sempre me fez procurar outras opções (aliás, está em promoção na Saraiva!). Conheço pessoas que afirmam que ele é incrível para quem deseja se livrar dos hábitos velhos e negativos, criando novos mais saudáveis.

 

Este livro é um verdadeiro e profundo estudo dos hábitos. Porém, além de mostrar como eles funcionam, o autor também consegue explicar como eles podem ser transformados. E cá entre nós, ter o controle total das ações, sejam costumes ou não, facilita diversos aspectos da vida.

Conseguir mudar o hábito de pegar o elevador pelo hábito de subir lances de escada e fazer mais exercícios, pode influenciar a sua saúde futura. Fora a saúde, com pequenas mudanças de hábito, esse livro mostra que é possível ter resultados positivos na sua produtividade, na estabilidade financeira e até mesmo na sua felicidade.

 

Morando Sozinha, Fran Guarnieri: o livro da Fran está na minha wishlist desde que foi lançado, mas decidi economizar esse dinheiro até o momento em que de fato fosse pensar em morar sozinha. Chegou a hora!

 

“No dia em que eu saí de casa o meu pai me disse: ‘Filha, você tem dinheiro?'” Morar sozinha pode ser incrível. Mas para ter uma vida independente é preciso se planejar também. Em Morando Sozinha, a blogueira Fran Guarnieri ensina o passo a passo para ser feliz e não depender mais de ninguém, contando suas histórias engraçadas e inusitadas desde que decidiu sair de casa, aos dezoito anos. Saiba aqui como desde escolher o melhor lugar para morar até a como resolver problemas do cotidiano. Trocar o botijão de gás a cada século ou ir à padaria para comprar só um pãozinho pode ser divertido e inesquecível!

 

O Poder do Agora, Eckhart Tolle: indicação da maravilhosa Juliana Goes, esse livro parte mais para o lado da espiritualidade, ponto que quero trabalhar mais em 2018 para estar sempre presente, em contato com a minha essência e propósito 💫

 

Combinando conceitos do cristianismo, do budismo, do hinduísmo, do taoismo e de outras tradições espirituais, Tolle elaborou um guia de grande eficiência para a descoberta do nosso potencial interior. Este livro é um manual prático que nos ensina a tomar consciência dos pensamentos e emoções que nos impedem de vivenciar plenamente a alegria e a paz que estão dentro de nós mesmos.

 

Solução Gradual, Carl Honoré: Carl foi um dos meus entrevistados para o TCC de Jornalismo e, desde então, fiquei encantada pelas suas ideias. De novo, o preço foi uma barreira na hora de levar um de seus livros para casa, mas desse ano não passa!

 

A busca por soluções rápidas tornou-se o padrão da nossa cultura apressada de hoje. Quando o assunto é “resolver problemas”, em qualquer esfera de nossas vidas, todos queremos obter vitórias épicas de uma tacada só, e cada resultado instantâneo nos sussurra sempre a mesma promessa sedutora: retorno máximo, esforço mínimo. Mas será que as soluções rápidas estão nos fazendo mais felizes, saudáveis e produtivos? Estão ajudando a resolver os desafios enfrentados pela humanidade atualmente? Em Solução Gradual, oferece um modelo eficaz para lidar com todos os tipos de problema – de negócio e política a saúde e relacionamentos – e fornece ideias brilhantes sobre como podemos resolvê-los, trabalhar melhor e viver bem.

 

O Dilema do Onívoro, Michael Pollan: já li outro livro do Pollan, mas adoraria incluir sua obra mais conhecida na minha estante.

 

As prateleiras de um supermercado são o ponto de partida escolhido pelo escritor e jornalista americano Michael Pollan para a viagem de investigação empreendida em ‘O dilema do onívoro’. O leitor é convidado a perfazer o caminho inverso – reconstituindo o trajeto dos alimentos, desde o prato à nossa mesa até a sua origem derradeira – o solo. Quanto mais longo e intrincado é o percurso que liga as duas pontas dessa cadeia altamente industrializada, argumenta o autor, mais ignorantes nós nos tornamos a respeito do que, em última análise, estamos comendo. Afinal, que mistérios estão por trás de um simples item de um cardápio de fast-food?

 

50 Doces Veganos, Katia Cardoso: preciso dizer alguma coisa? Queria saber fazer mais do que apenas um bolo de maçã e pavê de amendoim.

 

São barrinhas e smoothies para o café da manhã, biscoitinhos e cookies para o lanche da tarde, pavês e sorvetes para a sobremesa do dia a dia, além de lindos bolos para ocasiões especiais. Inspirada em suas memórias de infância e nos doces que a vida lhe foi servindo, Katia adaptou receitas tradicionais e contemporâneas para criar delícias sem ingredientes de origem animal. Assim, suas receitas são também ideais para quem precisa retirar a lactose e o ovo do cardápio. Para agradar todas as tribos, há também diversas receitas sem glúten, tudo sem abrir mão do sabor e da textura. Bom apetite!

 

A Política Sexual da Carne, Carol J. Adams: um livro que discute a relação entre feminismo e veganismo, é impossível não querer devorar. Também está fora de linha, mas conseguimos encontrá-lo na Estante Virtual e outros sites por aí. Porque a dominância masculina e o carnivorismo tem muito a ver, sim.

 

Este livro traz o texto de uma das referências teóricas para a compreensão e o estudo das influências de uma sociedade patriarcal nos hábitos alimentares e na relação de seus membros com as mulheres e os animais. A tese defende que a matança de animais e a violência contra a mulher estão intrinsecamente ligadas.

 

WISHLIST LITERÁRIA - EVOLUÇÃO E DESENVOLVIMENTO PESSOAL

2017 não foi o ano dos livros, eu diria. Com foco 100% em dois TCCs (e ser aprovada em todas as matérias), fiquei distante das leituras por prazer. Minha estante ganhou algumas aquisições, mas nada comparada às minhas metas de 2012 ou 2013, quando eu lia entre 12 e 20 livros por ano.   2018 […]

Leia mais



TAGS:






19 dezembro, 2017

Eu li Extraordinário há alguns anos, quando ninguém dava muita bola para a capa azul e o livro custava R$13 na Saraiva. Desde então, é um dos meus livros favoritos. Na verdade, eu tenho muitos livros favoritos, mas Extraordinário é um daqueles que você tem muito, mas muito carinho pela história e por todos os sentimentos bons que ela trouxa à tona.

 

Não estou aqui para falar sobre o livro, mas caso você não o tenha ainda, vale a pena cada centavo, cada capítulo, cada minuto devorando as palavras, cada lágrima derramada – serão muitas, acredite. Estou aqui, na verdade, para listar 15 motivos para assistir Extraordinário, a adaptação do livro que ganhou vida nas telas do cinema.

 

Mas, antes, aviso: prepare uma caixinha de lenços. Você vai chorar do começo ao fim.

 

15 motivos para assistir Extraordinário ❤

01 ➳ A história, apesar de fazer refletir sobre muitas coisas, é contada de uma forma leve, fluída e com alguns momentos bem divertidos.

02 ➳ É muito fiel ao livro! Mesmo que eu tenha lido Extraordinário há mais de três anos, eu consegui perceber várias cenas iguais. 

03 ➳ A ideia de dividir o filme pela perspectiva dos personagens é incrível. Não funcionou tão bem no cinema quanto no livro, mas, ainda assim, valorizou a narrativa.

04 ➳ Sônia Braga, atriz brasileira, interpreta a avó de Auggie e Via. 

05 ➳ Julia Roberts é a mãe de Auggie. Não preciso falar mais nada.

06 ➳ Daisy, a cachorrinha da família, dá um show à parte.

07 ➳ É emocionante. O tempo todo eu ouvia as pessoas chorando. Mas isso não é algo ruim, pelo contrário, mostra como a história mexe com a gente.

08 ➳ Esquece A culpa é das estrelas, Extraordinário não te faz pensar que estão forçando a barra para te emocionar.

09 ➳ O filme te faz refletir sobre um milhão de coisas, principalmente, as nossas diferenças e o nosso comportamento diante delas. Sobre nossas atitudes em grupos, gentileza, amizade, intolerância, a nossa força, que muitas vezes, desconhecemos, empatia, etc.

10 ➳ Eu fiquei com vontade de abraçar o Jack o filme inteiro. Que criança fofa! Que ator lindinho. O papel desse amigo do Auggie ficou maravilhoso.

11 ➳ O Sr. Browne é aquele professor que todo mundo sonha em ter. Queria que ele tivesse mais espaço no filme como é no livro, mas, mesmo assim, continua um personagem ótimo.

12 ➳ Auggie não chama atenção apenas pelas suas dificuldades. Ele é uma criança de personalidade forte, intenso, envolvente, engraçado. Impossível não se apaixonar. E aí que o filme te pega: por que, então, as diferenças importam tanto na vida real?

13 ➳ O filme mostra como, às vezes, é importante sair da nossa zona de conforto e permitir que a vida nos surpreenda.

14 ➳ Miranda nos lembra que família não tem nada a ver com laços de sangue, mas, sim, com laços de amor e afeto.

15 ➳ Cada minuto é uma frase que te pega de surpresa e te faz pensar: Você vai se sentir sozinho, Auggie, mas você não está; Você não pode se misturar quando você nasceu para se destacar; Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil.

 

Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo – Auggie. 

 

Você assistiu Extraordinário? O que achou? Está curioso para ver? Me contem!

 

❤ Outros posts que você pode gostar ❤

 

➳ Técnicas de organização para testar

A Maldição do Cigano, Stephen King

Filmes natalinos para amar

O que eu aprendi no desafio de não comprar roupas por um ano

➳ Você é só um babaca com boas referências?

Sorvete vegano em uma nuvem de algodão? Sim, existe!

Mais de 40 filmes para ver no Netflix

 

Vem passear na categoria Na Estante ❤

Vamos compartilhar mais dicas: 

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube

Eu li Extraordinário há alguns anos, quando ninguém dava muita bola para a capa azul e o livro custava R$13 na Saraiva. Desde então, é um dos meus livros favoritos. Na verdade, eu tenho muitos livros favoritos, mas Extraordinário é um daqueles que você tem muito, mas muito carinho pela história e por todos os […]

Leia mais



TAGS:






16 dezembro, 2017

Música natalina. Decoração natalina. Presentes natalinos. Comida natalina. E filmes natalinos. Eu amo tudo que envolve natal. Deixa o meu coração quentinho, mesmo que por aqui a gente não se sente em frente à lareira, com uma xícara de chocolate quente em mãos, enquanto a neve pinta de branco as ruas. Tudo bem, nós temos shoppings com ursos de pelúcia natalinos gigantes, especiais da Globo e muita uva passa.

 

Para te ajudar a entrar nesse clima mágico, fiz uma lista com 10 filmes natalinos disponíveis no Netflix para assistir até o dia 25. São filmes que me lembram os motivos para amar tanto o natal. Substitua a xícara de chocolate quente por um balde de pipoca, a lareira pela sua televisão e a neve, bom, de luz apagada você pode imaginar que ela ainda cai lá fora.

 

10 filmes natalinos para amar

FILMES NATALINOS - NETFLIX

Natal dos Coopers – Esse eu assisti recentemente, pois vi na capa a Amanda Seyfried, uma das minhas atrizes favoritas. Que escolha! Esse filme me fez rir, chorar e amar ainda mais o natal. Tem vários clichês: um casal em crise, a solteira revoltada, a garçonete angelical, a tia engraçada e o adolescente estranho. Mas nem por isso deixa de ser um bom filme natalino, com várias lições ao final. Tudo é contado de uma forma tão espontânea que você nem liga de ser previsível. 

 

Boa Sorte, Charlie: É Natal – Eu amo, amo, amo esse filme! Se está passando na Disney, eu vou parar para assistir. Além de que na trilha sonora tem uma das músicas natalinas favoritas. Quem acompanhava o seriado (saudade!), sabe o quanto Boa Sorte, Charlie é gostoso de assistir.

 

Grinch – O meu favorito de natal. Eu lembro quando estava na Disney, em dezembro, com os parques todos decorados e entrei em uma atração do Grinch. Eu mal conhecia o personagem, mas me encantei pela encenação que vi. Chegando em casa, esse foi um dos primeiros filmes que assisti e, bom, o Grinch faz jus à sua fama. É genial.

 

Operação presente – Animações ou comédias de natal podem ser bem bobas, às vezes. Mas isso não acontece com Operação Presente. É muito bem feito, com uma história divertida e personagens bem pensados. Não tem como não se apaixonar pelo Arthur.

 

Cartão de Natal – Comecei a assistir, porque achei o trailer uma gracinha, mas dormi no meio (sorry!). Não porque o filme é ruim, eu estava com muito sono mesmo 😕 De qualquer forma, pretendo assistir até o dia 25. Parece uma daquelas histórias fofas e clichês, mas que a gente ama assistir no natal. 

 

Meu papai é noel – Clássico da Sessão da Tarde. Meu Papai É Noel é o filme perfeito para uma noite nostálgica, em que se deseja relembrar os melhores momentos do natal na infância.

 

Música natalina. Decoração natalina. Presentes natalinos. Comida natalina. E filmes natalinos. Eu amo tudo que envolve natal. Deixa o meu coração quentinho, mesmo que por aqui a gente não se sente em frente à lareira, com uma xícara de chocolate quente em mãos, enquanto a neve pinta de branco as ruas. Tudo bem, nós temos […]

Leia mais



TAGS:








NÃO PERCA AS NOVIDADES, CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER!