DESCOMPLICANDO O VEGANISMO
RECEITAS VEGANAS
Transição para o veganismo


7 janeiro, 2016

Logo quando comprei esse livro fui atrás de alguma resenha sobre, mas o que achei foi apenas um vídeo muito superficial e pouquissímos posts. Por isso estou aqui tentando resumir em algumas palavras o que achei de 100 escovadas antes de ir para cama.

Resenha 100 Escovadas Antes de Ir Para Cama

Comprei o livro porque uma amiga disse que o achou muito pesado e não conseguiu terminar de ler. Pronto, foi o suficiente para eu ficar desesperada por ele. Adoro qualquer coisa que as outras pessoas não conseguem terminar de ler ou ver – principalmente ver. Estranho? Eu sei. Demorei para comprar porque queria na versão normal, mas depois de três meses na ansiedade descobri que eles só vendem na versão de bolso, então desisti de esperar e comprei. Me assustei ao ver o preço do exemplar agora, mais ou menos R$ 38. Na época, eu não paguei nem R$ 20 (alô, crise?).

 

Esse é o tipo de livro que você lê em um dia. Eu separei outros assim nesse estilo que você pode ler clicando aqui! 😉

 

Nas 163 páginas, com espaçamento e fontes perfeitas, diga-se de passagem, você encontra as experiências de Melissa dos seus 14 até os 16 anos, tudo no formato de um diário. De primeira, encarei Melissa como uma narcisista. Ou apenas muito segura de si. Para se ter uma ideia, ela era do tipo que se masturbava pensando nela mesma.

 

Isso começa a mudar quando ela conhece Daniele. Melissa se apaixona e, então, quer perder sua virgindade com o garoto. O macho se recusa e, as always, a humilha. Surge no livro o momento menina apaixonada com o coração partido, porém esse drama logo se atenua depois da cena em que ela finalmente perde a virgindade. Essa parte é bem diferente. Não é nem 50 tons de cinza, nem Crepúsculo. O leitor se constrange junto com a personagem, após ela criar tantas expectativas e passar por aquela experiência tão frustrante.

 

Logo quando comprei esse livro fui atrás de alguma resenha sobre, mas o que achei foi apenas um vídeo muito superficial e pouquissímos posts. Por isso estou aqui tentando resumir em algumas palavras o que achei de 100 escovadas antes de ir para cama. Comprei o livro porque uma amiga disse que o achou muito […]

Leia mais



TAGS:






30 novembro, 2015

Por mais que eu não seja a rainha das resenhas, precisamos admitir que Stephen King é o rei – do suspense, do terror e dos bons livros. Ao menos uma vez na vida, todos devem se aventurar em uma obra do nono autor mais traduzido no mundo! Mesmo que você não goste do gênero, ler algo do Stephen King é uma experiência totalmente diferente. Aliás, essa é uma das principais palavras que não se enquadram nos livros desse escritor: comum. As suas histórias e personagens são tão complexos que se torna curioso e incrível pensar como todos saíram apenas de uma mente.

 

Misery foi uma das minhas aquisições na bienal de 2014. Eu paguei exatamente o mesmo preço que em qualquer outra livraria, R$ 39,90. No geral, os livros do Stephen King não são baratos, mas valem a pena. Já pensou ter uma prateleira com todos os livros do autor? Sonho. De qualquer forma, voltemos a Misery, ou traduzindo, Louca Obsessão.

Resenha Misery, Louca Obsessão Stephen King

Linda capa, ótima diagramação e história aterrorizante. O autor não tem medo de brincar com a nossa mente, instigar a nossa curiosidade e nos perturbar com as suas cenas – é justamente por isso que o amo! Misery não se tornou um dos meus preferidos entre todos os livros que tenho, mas, ainda assim, é muito, muito, bom. Vou, então, contar um pouquinho do que há nessas 326 páginas.

 

Por mais que eu não seja a rainha das resenhas, precisamos admitir que Stephen King é o rei – do suspense, do terror e dos bons livros. Ao menos uma vez na vida, todos devem se aventurar em uma obra do nono autor mais traduzido no mundo! Mesmo que você não goste do gênero, ler algo […]

Leia mais



TAGS:








NÃO PERCA AS NOVIDADES, CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER!