• Pinceis favoritos para pele da Macrilan – Corretivo, base, blush SLIDE
  • simple-responsive-slide-disney


20 dezembro, 2017

Chegou a vez das tão polêmicas proteínas. É automático, quando você fala que é vegetariano ou vegano, uma das primeiras perguntas no questionário alheio é: de onde você tira proteína? Mas a proteína da carne em comparação à proteína vegetal não é melhor? Eu não sei porque as pessoas colocam a carne nesse pedestal irreal. Carne não nasce em árvore, não vem da terra, carne não é um alimento vivo, natural, é um cadáver, fim.

PROTEÍNA VEGETAL

Na realidade, as pessoas consomem mais proteínas do que deveriam. A recomendação da OMS de 2003 diz que as proteínas devem corresponder de 10% a 15% do seu VET, Valor Energético Total. Sendo assim, pensando em uma pessoa que consome 2000 calorias por dia, o ideal é que 250 (12,5%) de suas calorias venham das proteínas, ou seja, 62,5g.

 

Pense, agora, que essa pessoa consome um carne bovina no almoço e carne branca no jantar. Digamos que no almoço foram cerca de 80 gramas de contra filé sem gordura grelhado, que apresenta 28,72 gramas de proteína e no jantar 70g de peito de frango sem pele cozido que tem 22,05 gramas de proteína. Somando, temos 50,77 gramas de proteína.

 

Ué, Luana, esse valor se adequa ao recomendado. Sim, se você consumisse só isso de proteína. Mas, normalmente, quem consome carne também tem leite e derivados na geladeira. Um copo de leite desnatado com 100ml tem mais 2,9g de proteína, aí você acrescenta um queijinho, um iogurte, um bolo e por aí vai. Sem contar as leguminosas, que são fontes de proteína vegetal e a porcentagem pequena, mas que ainda conta, de outros alimentos consumidos durante o dia.

 

Vale lembrar que o recomendado é apenas uma porção de carne por dia. Normalmente, se faz duas e isso aumenta em grande quantidade o valor diário consumido de proteína. Mas qual o problema de tanta proteína, Luana? É um nutriente essencial. Sim, com certeza, é muito importante consumir proteína, mas em excesso ela pode sobrecarregar os seus rins.

 

Antes antes que você venha dizer que a proteína vegetal é de baixo valor biológico, logo, não são tão boas, vou transcrever abaixo parte do vídeo de 8 mitos da proteína vegetal comentados pelo Dr. Eric Slywitch a partir artigo de um de referência da OMS.

 

8 mitos sobre a proteína vegetal 🍄🍛

PROTEÍNA VEGETAL - FEIJÕES

MITO: As proteínas vegetais são incompletas.

VERDADE: Alguns alimentos específicos podem apresentar teores baixos de um ou mais aminoácidos específicos. A combinação de alimentos diferentes fornece todos aminoácidos em ótimas quantidades.

 

MITO: As proteínas provenientes de fontes vegetais não são tão boas quanto as provenientes de fontes animais.

VERDADE: A qualidade depende da fonte da proteína vegetal ou da sua combinação. As proteínas vegetais podem ser iguais ou melhores que as proteínas animais.

 

MITO: As proteínas de diferentes alimentos vegetais devem ser consumidas juntas, na mesma refeição, para atingir um alto valor nutricional.

VERDADE: Os aminoácidos não precisam todos ser consumidos na mesma refeição. A importância está em consumi-los ao longo do dia.

 

MITO: Existem alguns aminoácidos na carne que não podem ser encontrados em nenhum alimento do reino vegetal.

VERDADE: Todos os aminoácidos essenciais são encontrados em abundância no reino vegetal.

 

Para ver o vídeo completo, clique aqui. Também recomendo:

 

Comparando carne com feijão

➳ Arroz e feijão: preciso misturar?

➳ Cálculo de aminoácidos nas refeições vegetarianas

A proteína de referência

 

Falta entender que alimentação também é cultura, praticidade e perpetuação de hábitos. Não existe uma alimentação perfeita. Existe equilíbrio. Consumindo apenas alimentos de fontes vegetais, é mais do que possível suprir todas as nossas necessidades.

 

Vamos, então, às nossas comparações com a ajuda da Tabela de Composição de Alimentos, da Sônia Tucunduva, e a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO) da UNICAMP. Os números se referem a uma porção de 100 gramas dos alimentos.

Você pode substituir…

PROTEÍNA VEGETAL - SUBSTITUIÇÕES VEGANAS

Atum ralado, Coqueiro (14,50g) ➳ Por Mingau de aveia em flocos, Quaker, (14,30g) com banana ouro (1,5g).

 

Linguiça de porco grelhada (23,2) ➳ Por extrato vegetal feito com a semente de melão (15,86)

 

Lombo de porco assado (35,7) ➳ Por semente de gergelim (21,2g).

 

Leitão à pururuca (20,38g) ➳ Por uma salada de lentilha cozida em grãos (9,03g) e quinoa em grãos (~10,8g).

 

Bife à milanesa de coxão mole (17,52g) ➳ Por feijão fradinho (5,1g) ou feijão preto (4,5g).  

 

Carne moída refogada (24,09g) ➳ Por um cozido de grão de bico (8,87g) e tofu (6,6g).

 

Carne seca bovina cozida (26,9g) ➳ Por sorvete vegano feito de pistache (20,6g)

 

Filé de frango grelhado (29,66g) ➳ Por um extrato vegetal feito de amêndoa (20g).

 

Filé mignon sem gordura grelhado (32,8g) ➳ Por um bolo com farinha de soja (37,8g).

 

Costela de porco assada (30,2g) ➳ Por amendoim torrado salgado (22,5g).

 

Coxa de frango inteira assada (23,64g) ➳ Por um refogado de shimeji (2,5g) e shitake (3,2g) ou ervilha em vagem (7,5g).

 

Frango à passarinho (31g) ➳ Por extrato solúvel de soja (26,2g).

 

Anchova (20,35g) ➳ Por tremoço, em conserva (11,1g).

 

Agora, você deve estar se perguntando: cadê o ovo? Calma, calma, eu estou preparando um post especial só pra ele! Fica de olho na fanpage do blog para saber quando for ao ar.

 

Alguns pensam que eu fico noiada no meu dia a dia, contando miligramas de cálcio e aminoácidos, mas o que eu faço, na verdade, é comer coisas variadas, naturais e coloridas até que o meu corpo fique satisfeito. Funciona muito bem, obrigada ❤ O resumo da ópera é: coma alimentos de todos os grupos vegetais, ou seja, cereais, leguminosas, frutas, verduras e legumes. 

 

Como você substitui a proteína de origem animal? Conhecia o Dr. Eric? Sabia dessas informações sobre proteína vegetal e substitutos? Vamos conversar! 😊

 

Receitas da Segunda Sem Carne: 
➳ Nacho Supreme Vegano
➳ Creme de castanha
➳ Batatas recheadas com shimeji
Bolo de maça com nozes e receitas natalinas

Risoto de shimeji, tomate e abobrinha + inspirações

Hambúrguer vegano para dar e vender

Snack de grão de bico

 

Substituições veganas: fontes de ferro vegetal!

Substituições veganas: alimentos vegetais fontes de cálcio

Substituições veganas: como substituir o ovo?

Dicas de combinação alimentar

 

❤ Outros posts que você pode gostar ❤

 

➳ Onde encontrar panetone e chocotone vegano em São Paulo?

➳ O que eu comi hoje? (Vegano)

#BelezaVegana: marcas de maquiagem veganas (100%)

Famílias veganas para acompanhar

Tour pelo Whole Foods

Como saber se um produto é vegano?

➳ Lugares veganos para visitar em SP

 

Vem passear na categoria vida verde ou na tag alimentação vegana ❤

Também estou aqui: 

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


Chegou a vez das tão polêmicas proteínas. É automático, quando você fala que é vegetariano ou vegano, uma das primeiras perguntas no questionário alheio é: de onde você tira proteína? Mas a proteína da carne em comparação à proteína vegetal não é melhor? Eu não sei porque as pessoas colocam a carne nesse pedestal irreal. Carne não nasce em árvore, não vem da terra, carne não é um alimento vivo, natural, é um cadáver, fim.

PROTEÍNA VEGETAL

Na realidade, as pessoas consomem mais proteínas do que deveriam. A recomendação da OMS de 2003 diz que as proteínas devem corresponder de 10% a 15% do seu VET, Valor Energético Total. Sendo assim, pensando em uma pessoa que consome 2000 calorias por dia, o ideal é que 250 (12,5%) de suas calorias venham das proteínas, ou seja, 62,5g.

 

Pense, agora, que essa pessoa consome um carne bovina no almoço e carne branca no jantar. Digamos que no almoço foram cerca de 80 gramas de contra filé sem gordura grelhado, que apresenta 28,72 gramas de proteína e no jantar 70g de peito de frango sem pele cozido que tem 22,05 gramas de proteína. Somando, temos 50,77 gramas de proteína.

 

Ué, Luana, esse valor se adequa ao recomendado. Sim, se você consumisse só isso de proteína. Mas, normalmente, quem consome carne também tem leite e derivados na geladeira. Um copo de leite desnatado com 100ml tem mais 2,9g de proteína, aí você acrescenta um queijinho, um iogurte, um bolo e por aí vai. Sem contar as leguminosas, que são fontes de proteína vegetal e a porcentagem pequena, mas que ainda conta, de outros alimentos consumidos durante o dia.

 

Vale lembrar que o recomendado é apenas uma porção de carne por dia. Normalmente, se faz duas e isso aumenta em grande quantidade o valor diário consumido de proteína. Mas qual o problema de tanta proteína, Luana? É um nutriente essencial. Sim, com certeza, é muito importante consumir proteína, mas em excesso ela pode sobrecarregar os seus rins.

 

Antes antes que você venha dizer que a proteína vegetal é de baixo valor biológico, logo, não são tão boas, vou transcrever abaixo parte do vídeo de 8 mitos da proteína vegetal comentados pelo Dr. Eric Slywitch a partir artigo de um de referência da OMS.

 

8 mitos sobre a proteína vegetal 🍄🍛

PROTEÍNA VEGETAL - FEIJÕES

MITO: As proteínas vegetais são incompletas.

VERDADE: Alguns alimentos específicos podem apresentar teores baixos de um ou mais aminoácidos específicos. A combinação de alimentos diferentes fornece todos aminoácidos em ótimas quantidades.

 

MITO: As proteínas provenientes de fontes vegetais não são tão boas quanto as provenientes de fontes animais.

VERDADE: A qualidade depende da fonte da proteína vegetal ou da sua combinação. As proteínas vegetais podem ser iguais ou melhores que as proteínas animais.

 

MITO: As proteínas de diferentes alimentos vegetais devem ser consumidas juntas, na mesma refeição, para atingir um alto valor nutricional.

VERDADE: Os aminoácidos não precisam todos ser consumidos na mesma refeição. A importância está em consumi-los ao longo do dia.

 

MITO: Existem alguns aminoácidos na carne que não podem ser encontrados em nenhum alimento do reino vegetal.

VERDADE: Todos os aminoácidos essenciais são encontrados em abundância no reino vegetal.

 

Para ver o vídeo completo, clique aqui. Também recomendo:

 

Comparando carne com feijão

➳ Arroz e feijão: preciso misturar?

➳ Cálculo de aminoácidos nas refeições vegetarianas

A proteína de referência

 

Falta entender que alimentação também é cultura, praticidade e perpetuação de hábitos. Não existe uma alimentação perfeita. Existe equilíbrio. Consumindo apenas alimentos de fontes vegetais, é mais do que possível suprir todas as nossas necessidades.

 

Vamos, então, às nossas comparações com a ajuda da Tabela de Composição de Alimentos, da Sônia Tucunduva, e a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO) da UNICAMP. Os números se referem a uma porção de 100 gramas dos alimentos.

Você pode substituir…

PROTEÍNA VEGETAL - SUBSTITUIÇÕES VEGANAS

Atum ralado, Coqueiro (14,50g) ➳ Por Mingau de aveia em flocos, Quaker, (14,30g) com banana ouro (1,5g).

 

Linguiça de porco grelhada (23,2) ➳ Por extrato vegetal feito com a semente de melão (15,86)

 

Lombo de porco assado (35,7) ➳ Por semente de gergelim (21,2g).

 

Leitão à pururuca (20,38g) ➳ Por uma salada de lentilha cozida em grãos (9,03g) e quinoa em grãos (~10,8g).

 

Bife à milanesa de coxão mole (17,52g) ➳ Por feijão fradinho (5,1g) ou feijão preto (4,5g).  

 

Carne moída refogada (24,09g) ➳ Por um cozido de grão de bico (8,87g) e tofu (6,6g).

 

Carne seca bovina cozida (26,9g) ➳ Por sorvete vegano feito de pistache (20,6g)

 

Filé de frango grelhado (29,66g) ➳ Por um extrato vegetal feito de amêndoa (20g).

 

Filé mignon sem gordura grelhado (32,8g) ➳ Por um bolo com farinha de soja (37,8g).

 

Costela de porco assada (30,2g) ➳ Por amendoim torrado salgado (22,5g).

 

Coxa de frango inteira assada (23,64g) ➳ Por um refogado de shimeji (2,5g) e shitake (3,2g) ou ervilha em vagem (7,5g).

 

Frango à passarinho (31g) ➳ Por extrato solúvel de soja (26,2g).

 

Anchova (20,35g) ➳ Por tremoço, em conserva (11,1g).

 

Agora, você deve estar se perguntando: cadê o ovo? Calma, calma, eu estou preparando um post especial só pra ele! Fica de olho na fanpage do blog para saber quando for ao ar.

 

Alguns pensam que eu fico noiada no meu dia a dia, contando miligramas de cálcio e aminoácidos, mas o que eu faço, na verdade, é comer coisas variadas, naturais e coloridas até que o meu corpo fique satisfeito. Funciona muito bem, obrigada ❤ O resumo da ópera é: coma alimentos de todos os grupos vegetais, ou seja, cereais, leguminosas, frutas, verduras e legumes. 

 

Como você substitui a proteína de origem animal? Conhecia o Dr. Eric? Sabia dessas informações sobre proteína vegetal e substitutos? Vamos conversar! 😊

 

Receitas da Segunda Sem Carne: 
➳ Nacho Supreme Vegano
➳ Creme de castanha
➳ Batatas recheadas com shimeji
Bolo de maça com nozes e receitas natalinas

Risoto de shimeji, tomate e abobrinha + inspirações

Hambúrguer vegano para dar e vender

Snack de grão de bico

 

Substituições veganas: fontes de ferro vegetal!

Substituições veganas: alimentos vegetais fontes de cálcio

Substituições veganas: como substituir o ovo?

Dicas de combinação alimentar

 

❤ Outros posts que você pode gostar ❤

 

➳ Onde encontrar panetone e chocotone vegano em São Paulo?

➳ O que eu comi hoje? (Vegano)

#BelezaVegana: marcas de maquiagem veganas (100%)

Famílias veganas para acompanhar

Tour pelo Whole Foods

Como saber se um produto é vegano?

➳ Lugares veganos para visitar em SP

 

Vem passear na categoria vida verde ou na tag alimentação vegana ❤

Também estou aqui: 

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


TAGS:




7 Comentários em “Substituições veganas: fontes de proteína vegetal!”


Amanda Freitas

Eu amo substituir alguns alimentos..Tenho diminuído a carne e isso está sendo muito bom pra mim.Excelente post..

Substituições veganas: como substituir o ovo? l Entre Anas

[…] Proteína (12,5g) ➵ Tem um post todinho dedicado às proteínas vegetais no blog, mas um grãomelete com grão de bico (8,87g) ou tofu (6,6g) mexido vai muito […]

Substituições veganas: fontes de ferro vegetal l Entre Anas

[…] Substituições veganas: fontes de proteína vegetal […]

Por que Nesfit não é saudável? l Entre Anas

[…] Substituições veganas: fontes de proteína vegetal […]

Combinação alimentar – Frutas l Entre Anas

[…] Substituições veganas: fontes de proteína vegetal […]

Coisas que não são veganas e você não sabia l Entre Anas

[…] Substituições veganas: fontes de proteína vegetal […]

Coisas que são veganas e você não sabia l Entre Anas

[…] Substituições veganas: fontes de proteína vegetal […]


Deixe seu comentário:

Veja o que acontece por aí