• Pinceis favoritos para pele da Macrilan – Corretivo, base, blush SLIDE
  • simple-responsive-slide-disney


30 maio, 2016

Eu ouvi um aleluia? Depois de três meses, eu consigo gravar, editar, postar o vídeo e escrever este post! Ufa. Esse é um assunto que eu quero falar há muito tempo no blog, Low Poo Vegano. Muitas conhecem e são familiarizadas com a ideia, enquanto outras abrem os olhinhos em tom de surpresa quando eu falo sobre a técnica. Para você que conhece, o vídeo pode te ajudar em relação aos produtos que eu usei e os resultados que tive nesse um ano sem sulfato e silicones insolúveis. Já para você que não tinha noção do que é Low Poo, vem cá conhecer e entender por que eu passei a me aventurar na técnica. Quem sabe você não entre nessa também? Porque é puro amor e muito empoderador 💜

 

 

Ok, mas, Luana, que bicho de sete cabeças é isso?  

 

Low Poo traduzindo significa pouco shampoo, enquanto No Poo é nenhum shampoo, onde se faz a lavagem com o co-wash. Ué, como assim? Você usa menos shampoo que o normal? Não, não! Em ambas as vertentes da técnica, você se preocupa sempre com a lista de ingredientes, excluindo alguns itens. Eu faço o Low, sendo assim, continuo com o shampoo, no entanto não uso nenhum sulfato forte, óleo mineral, petrolato e silicones insolúveis. E por quê?

 

Os sulfatos fortes, como o Sodium Laureth Sulfate, são muito agressivos. Eles podem causar ressecamento, descamação do couro cabeludo e perda da oleosidade natural. Além disso, são possíveis poluentes ambientais e há suspeitas de que alguns são contaminados por substâncias tóxicas e cancerígenas. Sulfato, no fim das contas, só faz espuma. E espuma não é sinônimo de limpeza.

 

Os petrolatos, silicones insolúveis, parafina e óleos minerais, por sua vez, são, em sua maioria, poluentes e criam uma maquiagem nos fios. Você tem a impressão de que o cabelo está com brilho e hidratado, mas, na realidade, não está, pois nenhum desses itens penetra no cabelo, atuando em seu interior. Começa, assim, um ciclo: você maquia, o sulfato tira, você maquia, o sulfato tira, até o ponto em que seu cabelo não consegue absorver mais nada e está péssimo, nada saudável, embaixo de todo aquele tratamento superficial. Por isso, os primeiros meses de transição são bem complicados e é preciso ter paciência.

 

💜 CABELO NATURAL 💜

Low Poo Vegano - Cabelo Natural

Para quem se interessar sobre a técnica, deixo aqui alguns links interessantes e dois grupos no Facebook que me ajudaram bastante:

 

Manual Low Poo

O falso tratamento que os cosméticos tradicionais promovem no cabelo

A odisseia da desintoxicação capilar e a transição para cosméticos orgânicos

Tudo sobre No e Low Poo

Low e No Poo vegano

No e Low Poo iniciantes

 

Foi justamente no blog Lookaholic (segundo e terceiro link) que eu descobri o Low Poo, desintoxicação capilar e essa ideia maravilinda de usar cosméticos naturais. Desde o ano passado, eu me interesso por um estilo de vida mais saudável e equilibrado, logo, quando vi os conceitos dentro da técnica e como os ingredientes convencionais eram prejudiciais, não pensei nem duas vezes. Eu iria começar a fazer o Low Poo Vegano. Uma pena que a pressa seja inimiga da perfeição.

 

O fato de ser vegano veio da minha vontade de, um dia, fazer a transição completa para o veganismo. Eu sou ovolactovegetariana, mas sempre que posso incluo o veganismo na minha rotina. Por sorte, dedicação e paciência na hora de procurar, eu consegui fazer com que que todos os meus cosméticos fossem cruelty free, liberados e veganos – tenho muito orgulho disso, por sinal. Se você quiser ver em detalhes quais são, é só assistir ao vídeo!

 

Então, decidi que faria o Low Poo Vegano e pensei em cortar o cabelo, pois as pontas ainda tinham muita química, progressiva e descoloração. Afinal, eu queria que o meu cabelo voltasse ao seu natural, bem ondulado. E os produtos não absorveriam bem nos fios não naturais. Dito e feito. Fui ao cabeleireiro e cortei 7 dedos. Que frustração! Eu odiei o corte, porque, bom, eu não sou a Juliana Goes, logo, o corte dela não ficou maravilhoso em mim. Além disso, eu descobri que a parte de cima do meu cabelo estava muito mais ressecada que as pontas (veja só!) e o corte evidenciou isso. Uma palavra: socorro!

 

💜 QUANDO CORTEI 💜
Low Poo Vegano - Transição

Na tentativa de hidratar as pontas, fazer os fios crescerem e ainda começar o Low Poo, eu comprei um shampoo sem sulfato e parabeno com Jaborandi e o condicionador da Dove da linha óleo e nutrição, que, antigamente, costumava “hidratar” o meu cabelo. Para piorar, eu finalizava com óleo de semente de uva. O que aconteceu: eu estava passando óleo mineral nos fios mais óleo vegetal e não usava nenhum sulfato para tirar essa maquiagem. Meu cabelo foi ficando oleoso, pesado, terrível e eu me questionava: o que estou fazendo de errado? Querida Luana, tudo!

 

Não adianta usar um produto liberado e três com os ingredientes proibidos. É preciso mudar toda a sua rotina de cuidados! Eu que percebi isso tarde demais. Quase dois meses depois, disfarçando as pontas com babyliss e lavando o cabelo todo dia pela oleosidade que piorou, eu troquei todos os meus produtos e passei a usar só itens liberados e veganos. Que alívio.

 

No começo, eu não sabia muito bem como lidar com a minha raiz ondulada e usava muito secador e chapinha. Agora, com ele maior maior, eu ligo o dane-se para as pontas lisas e deixo o meu cabelo livre para ser o que ele bem entender. Ainda não tirei todas as pontas com química porque quero deixar ele em uma altura legal para isso, graças à frustração do primeiro corte. Mas, como falei no vídeo, o Low Poo ajudou demais no crescimento e em breve estarei no cabeleireiro outra vez cortando e saindo feliz, ao invés de desesperada.

 

💜 PREÇO E ONDE ENCONTRAR OS PRODUTOS DO VÍDEO 💜

Low Poo Vegano - PhytoervasLow Poo Vegano - Umectação e óleos vegetaisLow Poo Vegano - Produtos

Shampoos Phytoervas: entre R$15-20, você encontra a marca em perfumarias, mercados e farmácias.

➳ Condicionador Surya Morango e Buriti: R$20-25, comprei em uma perfumaria na Rua Augusta, em São Paulo. Você também o encontra na Natue.

➳ Óleo de Coco Copra: R$27, encontrei na Mundo Verde.

➳ Óleo vegetal de semente de uva BioEssência: R$19.80, também no Mundo Verde.

➳ Linha Derma e Scal Relief: US$10-12 cada um, comprei no Whole Foods, mercado mais amor do mundo nos EUA. E você pode ver um tour por ele clicando aqui! Tem essa linha no site evitamins, por R$36 cada, mas eu nunca comprei nada nesse site.

➳ Linha Kiss My Face Green Tea & Lime:  US$5-10 cada um, também comprei no Whole Foods.

➳ Serum anti-frizz Hawaiian de Gardenia da Alba Cosmetics: US$ 5-7 e obrigada por Whole Foods por me fazer encontrar essa maravilha.  

➳ Shea Moisture Organic Raw Shea Butter Deep Treatment Hair Masque: US$10-15, comprei na Target, que aliás entrega para o Brasil! Como comentei no vídeo, aqui estão os ingredientes: Deionized water, Butyrospermum Parkii (Shea Butter)*, Argan Oil, Vegetable Glycerin, Emulsifying Wax, Sea Kelp Extract, Panthenol (Vitamin B-5),Essential Oil Blend, Avacado Oil, Lonicera Caprifolium (Honeysuckle) Flower (and) Lonicera Japonica (Japanese honeysuckle) Flower Extract, Tocopherol (Vitamin E), Hyssopus Officinalis Extract, Salvia Officinalis (sage) Leaf and Equisetum Arvense Extract, Soybean Oil, Daucus Carota Sativa (Carrot) Seed Oil.

 

Demora um tempinho até você entender o que o seu cabelo precisa e para aceitá-lo do jeito que ele é. O Low Poo Vegano, porém, foi a melhor forma que eu encontrei de resgatar o meu cabelo natural e ainda colocar todos os meus ideais em prática: ter uma vida mais equilibrada, sem agredir o meio ambiente ou a minha saúde.

 

A transição é difícil, mas o resultado vale a pena. Porque nossos cabelos, lisos, ondulados, crespos ou cacheados, são lindos do jeito que são, não do jeito que a indústria e as propagandas querem que eles sejam! 😉 #porumcabelosempadrões

 

Vamos espalhar mais amor nas redes sociais ♥

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


Eu ouvi um aleluia? Depois de três meses, eu consigo gravar, editar, postar o vídeo e escrever este post! Ufa. Esse é um assunto que eu quero falar há muito tempo no blog, Low Poo Vegano. Muitas conhecem e são familiarizadas com a ideia, enquanto outras abrem os olhinhos em tom de surpresa quando eu falo sobre a técnica. Para você que conhece, o vídeo pode te ajudar em relação aos produtos que eu usei e os resultados que tive nesse um ano sem sulfato e silicones insolúveis. Já para você que não tinha noção do que é Low Poo, vem cá conhecer e entender por que eu passei a me aventurar na técnica. Quem sabe você não entre nessa também? Porque é puro amor e muito empoderador 💜

 

 

Ok, mas, Luana, que bicho de sete cabeças é isso?  

 

Low Poo traduzindo significa pouco shampoo, enquanto No Poo é nenhum shampoo, onde se faz a lavagem com o co-wash. Ué, como assim? Você usa menos shampoo que o normal? Não, não! Em ambas as vertentes da técnica, você se preocupa sempre com a lista de ingredientes, excluindo alguns itens. Eu faço o Low, sendo assim, continuo com o shampoo, no entanto não uso nenhum sulfato forte, óleo mineral, petrolato e silicones insolúveis. E por quê?

 

Os sulfatos fortes, como o Sodium Laureth Sulfate, são muito agressivos. Eles podem causar ressecamento, descamação do couro cabeludo e perda da oleosidade natural. Além disso, são possíveis poluentes ambientais e há suspeitas de que alguns são contaminados por substâncias tóxicas e cancerígenas. Sulfato, no fim das contas, só faz espuma. E espuma não é sinônimo de limpeza.

 

Os petrolatos, silicones insolúveis, parafina e óleos minerais, por sua vez, são, em sua maioria, poluentes e criam uma maquiagem nos fios. Você tem a impressão de que o cabelo está com brilho e hidratado, mas, na realidade, não está, pois nenhum desses itens penetra no cabelo, atuando em seu interior. Começa, assim, um ciclo: você maquia, o sulfato tira, você maquia, o sulfato tira, até o ponto em que seu cabelo não consegue absorver mais nada e está péssimo, nada saudável, embaixo de todo aquele tratamento superficial. Por isso, os primeiros meses de transição são bem complicados e é preciso ter paciência.

 

💜 CABELO NATURAL 💜

Low Poo Vegano - Cabelo Natural

Para quem se interessar sobre a técnica, deixo aqui alguns links interessantes e dois grupos no Facebook que me ajudaram bastante:

 

Manual Low Poo

O falso tratamento que os cosméticos tradicionais promovem no cabelo

A odisseia da desintoxicação capilar e a transição para cosméticos orgânicos

Tudo sobre No e Low Poo

Low e No Poo vegano

No e Low Poo iniciantes

 

Foi justamente no blog Lookaholic (segundo e terceiro link) que eu descobri o Low Poo, desintoxicação capilar e essa ideia maravilinda de usar cosméticos naturais. Desde o ano passado, eu me interesso por um estilo de vida mais saudável e equilibrado, logo, quando vi os conceitos dentro da técnica e como os ingredientes convencionais eram prejudiciais, não pensei nem duas vezes. Eu iria começar a fazer o Low Poo Vegano. Uma pena que a pressa seja inimiga da perfeição.

 

O fato de ser vegano veio da minha vontade de, um dia, fazer a transição completa para o veganismo. Eu sou ovolactovegetariana, mas sempre que posso incluo o veganismo na minha rotina. Por sorte, dedicação e paciência na hora de procurar, eu consegui fazer com que que todos os meus cosméticos fossem cruelty free, liberados e veganos – tenho muito orgulho disso, por sinal. Se você quiser ver em detalhes quais são, é só assistir ao vídeo!

 

Então, decidi que faria o Low Poo Vegano e pensei em cortar o cabelo, pois as pontas ainda tinham muita química, progressiva e descoloração. Afinal, eu queria que o meu cabelo voltasse ao seu natural, bem ondulado. E os produtos não absorveriam bem nos fios não naturais. Dito e feito. Fui ao cabeleireiro e cortei 7 dedos. Que frustração! Eu odiei o corte, porque, bom, eu não sou a Juliana Goes, logo, o corte dela não ficou maravilhoso em mim. Além disso, eu descobri que a parte de cima do meu cabelo estava muito mais ressecada que as pontas (veja só!) e o corte evidenciou isso. Uma palavra: socorro!

 

💜 QUANDO CORTEI 💜
Low Poo Vegano - Transição

Na tentativa de hidratar as pontas, fazer os fios crescerem e ainda começar o Low Poo, eu comprei um shampoo sem sulfato e parabeno com Jaborandi e o condicionador da Dove da linha óleo e nutrição, que, antigamente, costumava “hidratar” o meu cabelo. Para piorar, eu finalizava com óleo de semente de uva. O que aconteceu: eu estava passando óleo mineral nos fios mais óleo vegetal e não usava nenhum sulfato para tirar essa maquiagem. Meu cabelo foi ficando oleoso, pesado, terrível e eu me questionava: o que estou fazendo de errado? Querida Luana, tudo!

 

Não adianta usar um produto liberado e três com os ingredientes proibidos. É preciso mudar toda a sua rotina de cuidados! Eu que percebi isso tarde demais. Quase dois meses depois, disfarçando as pontas com babyliss e lavando o cabelo todo dia pela oleosidade que piorou, eu troquei todos os meus produtos e passei a usar só itens liberados e veganos. Que alívio.

 

No começo, eu não sabia muito bem como lidar com a minha raiz ondulada e usava muito secador e chapinha. Agora, com ele maior maior, eu ligo o dane-se para as pontas lisas e deixo o meu cabelo livre para ser o que ele bem entender. Ainda não tirei todas as pontas com química porque quero deixar ele em uma altura legal para isso, graças à frustração do primeiro corte. Mas, como falei no vídeo, o Low Poo ajudou demais no crescimento e em breve estarei no cabeleireiro outra vez cortando e saindo feliz, ao invés de desesperada.

 

💜 PREÇO E ONDE ENCONTRAR OS PRODUTOS DO VÍDEO 💜

Low Poo Vegano - PhytoervasLow Poo Vegano - Umectação e óleos vegetaisLow Poo Vegano - Produtos

Shampoos Phytoervas: entre R$15-20, você encontra a marca em perfumarias, mercados e farmácias.

➳ Condicionador Surya Morango e Buriti: R$20-25, comprei em uma perfumaria na Rua Augusta, em São Paulo. Você também o encontra na Natue.

➳ Óleo de Coco Copra: R$27, encontrei na Mundo Verde.

➳ Óleo vegetal de semente de uva BioEssência: R$19.80, também no Mundo Verde.

➳ Linha Derma e Scal Relief: US$10-12 cada um, comprei no Whole Foods, mercado mais amor do mundo nos EUA. E você pode ver um tour por ele clicando aqui! Tem essa linha no site evitamins, por R$36 cada, mas eu nunca comprei nada nesse site.

➳ Linha Kiss My Face Green Tea & Lime:  US$5-10 cada um, também comprei no Whole Foods.

➳ Serum anti-frizz Hawaiian de Gardenia da Alba Cosmetics: US$ 5-7 e obrigada por Whole Foods por me fazer encontrar essa maravilha.  

➳ Shea Moisture Organic Raw Shea Butter Deep Treatment Hair Masque: US$10-15, comprei na Target, que aliás entrega para o Brasil! Como comentei no vídeo, aqui estão os ingredientes: Deionized water, Butyrospermum Parkii (Shea Butter)*, Argan Oil, Vegetable Glycerin, Emulsifying Wax, Sea Kelp Extract, Panthenol (Vitamin B-5),Essential Oil Blend, Avacado Oil, Lonicera Caprifolium (Honeysuckle) Flower (and) Lonicera Japonica (Japanese honeysuckle) Flower Extract, Tocopherol (Vitamin E), Hyssopus Officinalis Extract, Salvia Officinalis (sage) Leaf and Equisetum Arvense Extract, Soybean Oil, Daucus Carota Sativa (Carrot) Seed Oil.

 

Demora um tempinho até você entender o que o seu cabelo precisa e para aceitá-lo do jeito que ele é. O Low Poo Vegano, porém, foi a melhor forma que eu encontrei de resgatar o meu cabelo natural e ainda colocar todos os meus ideais em prática: ter uma vida mais equilibrada, sem agredir o meio ambiente ou a minha saúde.

 

A transição é difícil, mas o resultado vale a pena. Porque nossos cabelos, lisos, ondulados, crespos ou cacheados, são lindos do jeito que são, não do jeito que a indústria e as propagandas querem que eles sejam! 😉 #porumcabelosempadrões

 

Vamos espalhar mais amor nas redes sociais ♥

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


TAGS:




11 Comentários em “Low Poo Vegano: transição, produtos e resultados!”


Vivian Gomes

Menina que post maravilhoso. Eu me interesso muito pelo mundo vegano. Agora que eu me casei vai ser mais fácil começar! Olha eu quero muito esses xampus da phytoevars mas não encontro de jeito nenhum. Uma dica pra vc; para ajudar no crescimento e na queda é muito bom fazer umectacao com óleo de rícino, vende na farmácia e é bem baratinho! Beijos!

Luana

Sério??? Nem em perfumarias grandonas?
Já me falaram desse óleo, vou testar, muito obrigada <333

Erika

Oie, tudo bem? Nossa, eu nunca tinha ouvido falar nessa técnica, fiquei muito curiosa sobre os produtos usados e o resultado. Eu também fiquei pensando “como assim ficar sem lavar o cabelo?” haha Mas nada que uma explicação não ajude não é mesmo? haha Eu faço progressiva no meu cabelo, então sempre uso produtos específicos para cuidar e deixar o cabelo mais macio. Já tinha ouvido falar dessa marca de shampoo, mas nunca usei. Amei o post, muitas informações importantes. Beijos, Érika ^^

Luana

Muita gente se assusta quando falo de Low ou No Poo hahaha
A ideia é justamente tirar toda química e conviver com seu cabelo natural ♥

Larissa Rehem | O dia da Lil

Adorei o post!
Já há algum tempo eu tenho assistido alguns vídeos sobre o No e o Low Poo, mas confesso que ainda não sigo a risca tudo que o método indica.
Porém, desde que tenho me atentado à essas dicas, observo os ingredientes dos shampoo e dos condicionadores e tento ao máximo usar produtos que não são tão “cheios de químicas doidonas”!
E, aproveitei seu post para correr no outro que tu mesma fez falando sobre a linha de shampoo da Phytoervas. Semana passada eu estava no mercado e vi essa linha completa (de shampoo e condicionadores) e optei por comprar um condicionador para testar (porque o meu está acabando e eu preciso intercalar). Resultado: tô gostando um bocadinho e vou lá conferir seu post pra ver se rola de investir no shampoo também.
xD

Sobre queda capilar: também sofro desse mal! Assim como você, percebi que tem muito a ver com a alimentação, mas confesso que durante uma época da minha vida eu usei o pantogar (remédio receitado pelo dermatologista) e adorei o resultado. Só não curto muito essa questão de meio que a gente fica dependente do medicamento, sabe? Após o tratamento, o cabelo estava lindo, mas meses depois, ele voltou a cair como antes… “/

Luana

Já me falaram do Pantogar, mas penso como você.. Não quero ter que me entupir de remédio e depois voltar o mesmo problema :/
Aos pouquinhos você vai encontrando os melhores cosméticos ♥

Protetor solar vegano para pele oleosa! l Entre Anas

[…] digamos que, natureba. O que não é nada fácil, diga-se de passagem. Os cuidados com a pele e cabelo foram substituídos com sucesso, mas e as maquiagens? Ih, aí a coisa […]

Tratamento natural para cólica: óleo de prímula

[…] na minha rotina, indo para um lado mais natural. Um exemplo é o Low Poo Vegano (tem vídeo sobre aqui!), minha rotina de cuidado com a pele e a minha alimentação. Mas eu não queria ficar tomando […]

Testei: linha Tea Tree da The Body Shop l Entre Anas

[…] ➳ Low Poo Vegano: transição, produtos e resultados! […]

Coisas que são veganas e você não sabia l Entre Anas

[…] 100% cruelty free. Já tem vídeo e post sobre Low Poo Vegano no blog e para conferir é só clicar aqui. O vídeo sobre pele eu estou providenciando, […]

Transição para o veganismo: primeiros meses l Entre Anas

[…] nas roupas até o meu batom. Quem acompanha o blog há um tempo, sabe que, por exemplo, eu faço low poo vegano, ou seja, tudo o que eu uso nos meus fios é cruelty free e sem nada de bichinhos. Por outro lado, […]


Deixe seu comentário:



Veja o que acontece por aí