• Pinceis favoritos para pele da Macrilan – Corretivo, base, blush SLIDE
  • simple-responsive-slide-disney


8 junho, 2018

Se tem uma coisa que eu aprendi em 6 anos observando grupos feministas e estudando sobre o assunto é que o feminismo precisa ser leve. Sendo leve, ele se torna para todas. E se é para todas, podemos afirmar que somos feministas com orgulho. Porque, afinal, a luta para empoderar mulheres está chegando onde deveria.

FEMINISTAS COM ORGULHO SORORIDADE
Pensando sobre o assunto, decidi chamar minha prima de 16 anos para conversar no meu sofázinho cinza. Uma conversa, porém, gravada, editada e publicada no YouTube. Para mostrar que adolescência e feminismo não são palavras antagônicas, que o seu feminismo pode, sim, ser diferente do meu e para tirar um pouco da carga negativa que o movimento ganhou ultimamente.

 

Quem dera se eu tivesse uma prima feminista, como a Gi tem. Porque assim, talvez, no auge dos meus 14 anos, eu não faria as mesmas escolhas que me colocaram em uma posição de culpa e submissão. Talvez, eu fosse, hoje, mais confiante e segura. O que importa, porém, é que eu conheci a ideia do feminismo. Mudei, evolui, amadureci e passei o que aprendi para frente.

 

É muito, mas muito, importante conversar sobre empoderamento e sororidade com as meninas mais novas. É nessa fase que nós nos sentimos inferiores, incapazes, fazemos o que não queremos para nos encaixar, cedemos à pressão estética, caímos no conto do príncipe encantado e criamos raiva da nossa imagem do espelho. O feminismo pode mudar essa situação, mostrando às adolescentes o quanto elas são lindas, inteligentes, capazes e merecedoras.

 

Por isso, hoje, eu, com 21 anos, e a Gi, com 16, somos feministas com orgulho. Dê o play no vídeo para se sentir abraçada e compreendida. Estamos, sempre, juntas.

 

Feminismo nosso de cada dia

os motivos pelos quais somos feministas com orgulho!

 

 

Que a nossa luta, no fim do dia, continue criando um mundo mais justo para todas as mulheres, afinal, querer-se livre é querer livres os outros – as outras primas, as outras Gi’s ❤

 

🌻 Outros posts que você pode gostar 🌻

 

➳ 7 vezes que o feminismo me ajudou

Verdades que ninguém te conta sobre o feminismo

Fiscal da militância alheia e hierarquia no feminismo

Como fazer a diferença e não ser um babaca

Eu não quero uma amiga para todas as horas

Pare de perceber o erro

Como ter sororidade em 10 passos

Lições que aprendi na faculdade

 

Vem passear na categoria feminismo ❤

Também estou aqui: 

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


TAGS:
FEMINISTAS COM ORGULHO SORORIDADE

Se tem uma coisa que eu aprendi em 6 anos observando grupos feministas e estudando sobre o assunto é que o feminismo precisa ser leve. Sendo leve, ele se torna para todas. E se é para todas, podemos afirmar que somos feministas com orgulho. Porque, afinal, a luta para empoderar mulheres está chegando onde deveria. Pensando […]

Leia mais







6 junho, 2018

Quem liga para o carnaval quando se tem canjica, curau e vinho quente em Junho? Festa junina, sem dúvida, é uma das minhas épocas favoritas do ano quando o tópico é comida. Afinal, com pinhão e milho não dá para competir. Decidi, então, reunir nesse post algumas receitas veganas de festa junina para aquecer nosso coração nesse final de outono!

 

Mas vegano come comida típica de festa junina? Você pode estar se perguntando. E eu respondo, com certeza: pode sim. Para tudo nessa vida existe uma alternativa vegana! Por aí, inclusive, existem muitos arraiás livres de crueldade animal. Basta jogar festa junina vegana na aba de eventos do facebook que você encontrará vários!

 

Abaixo, infelizmente, nenhuma receita é autoral. Como eu não tenho o talento natural para cozinha e ainda não me esforcei o suficiente chegar em um nível além do amador, fiz uma curadoria de receitas online e juntei as que mais me atraíram nesse post. Quem sabe, nesse mês, não saia um vídeo no canal de um arroz doce 😉 Fica de olho!

 

Prepare o chapéu de palha e vamos, então, às receitas veganas de festa junina! Porque como diria Dominguinhos: olha, isso aqui tá muito bom, isso aqui tá bom demais! Vai ficar de fora?

 

RECEITAS VEGANAS DE FESTA JUNINA

20 receitas veganas de festa junina

pra entrar no clima da quadrilha!

 

RECEITAS VEGANAS DE FESTA JUNINA - ARROZ DOCE BOLO DE MILHO QUENTÃO

 Bolo de milho com coco

Arroz doce

Quentão sem álcool e frutas

Canjica funcional

 

Cachorro quente (ou cenoura quente)

Curau de milho

Doce de abóbora com coco

Chocolate quente

 

RECEITAS VEGANAS DE FESTA JUNINA - CREME DE MILHO PÉ DE MOLOQUE

Cocada de mandioca

Canjiquinha com taioba

Creme de milho

Pé de moleque

 

RECEITAS VEGANAS DE FESTA JUNINA - AMENDOIM DOCE PIPOCA DOCE VERMELHA

Pipoca doce vermelhinha

Amendoim doce

Bolo de milho com calda de goiabada

 

RECEITAS VEGANAS DE FESTA JUNINA - PAMONHA QUEIJADINHA PAVÊ

Pavê de amendoim

Queijadinha sem glúten

Pamonha salgada

 

RECEITAS VEGANAS DE FESTA JUNINA - QUEIJO DE PINHÃO BROA DE MILHO

Broa de milho

Canjiquinha com tofu

Queijo de pinhão

 

Quem aí também está com água na boca? Porque eu estou! Confesso que fiquei curiosa, em especial, com o queijo de pinhão e a cocada de mandioca! E você? Qual comida típica de festa junina você mal pode esperar para experimentar? 😋

 

Substituições veganas: fontes de ferro vegetal!

Substituições veganas: alimentos vegetais fontes de cálcio

Substituições veganas: fontes de proteína vegetal

Substituições veganas: como substituir o ovo?

 

❤ Outros posts que você pode gostar ❤

 

Sorvete vegano da Dona Nuvem

Rodízio japonês vegano

Lojas de cosméticos veganos e naturais

Famílias veganas para acompanhar

Coisas que NÃO são veganas e você não sabia

Como saber se um produto é vegano?

Compras veganas, produtos diferentes do Empório Mais Verde

Desistir da faculdade ou não?

 

Vem passear na categoria Vida Verde ou na tag alimentação vegana ❤

Também estou aqui: 

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


TAGS:

Quem liga para o carnaval quando se tem canjica, curau e vinho quente em Junho? Festa junina, sem dúvida, é uma das minhas épocas favoritas do ano quando o tópico é comida. Afinal, com pinhão e milho não dá para competir. Decidi, então, reunir nesse post algumas receitas veganas de festa junina para aquecer nosso […]

Leia mais







1 junho, 2018

Em quatro anos de textos, provas e debates, entendi como o jornalismo é capaz de mudar vidas, dar voz aos esquecidos e trazer a verdade à tona. A função social do jornalismo é de extrema importância no desenvolvimento da cidadania e democratização da informação. Mas, ao mesmo tempo, ele pode transformar as pessoas em marionete, contorcer a realidade e selecionar, injustamente, o que é considerado relevante ou não. Fato é que eu me formei. A Luana de 16 anos realizou o sonho de ser jornalista e, nesse vídeo, depois de alguns percalços, compartilhei 5 lições básicas que aprendi com o jornalismo – considerando tanto o seu lado bom quanto o ruim!

LIÇÕES QUE APRENDI COM O JORNALISMO

E adianto: o jornalismo não tem nada de glamouroso como alguns idealizam por aí. TV, câmeras, café quente, entrevistas na rua, livros e páginas e páginas de textos. Sujar o sapato? Mudar o mundo? É, não é bem assim. O jornalismo, em muitos casos, é uma profissão ingrata. Fazer a diferença depende de muito jogo de cintura e bateção de pé. Mas, no fim do dia, mesmo com expectativas não alcançadas, comunicação continua um negócio lindo de se estudar e entender ❤

 

Acredito que nenhuma experiência seja em vão. Por isso, apesar de seguir em dúvida em relação aos meus caminhos na comunicação, sei que a faculdade de jornalismo foi enriquecedora em diferentes aspectos. O que eu aprendi dentro a Paulista 900 faz, querendo ou não, parte de quem sou hoje e da maneira como encaro o mundo ao meu redor. E, normalmente, só depois que acaba nós entendemos o valor das coisas, não é? Então, apesar de todo estresse e confusão, obrigada jornalismo, você me transformou em uma pessoa muito mais crítica e empática! 🌻

 

5 coisas que aprendi com o jornalismo

 

 

E, você, o que aprendeu na sua faculdade? Se desiludiu ou se encontrou? Me conte tudo e não esconda nada nos comentários! 😋 E se você ainda está estudando e tem muitas dúvidas na cabeça, tenho um post que pode te ajudar sobre desistir da faculdade ou não, onde contei minha história e compartilhei algumas dicas.

 

Lembre-se que a faculdade é só uma etapa da sua vida e, quando acabar, você carregará contigo as coisas boas e deixará as ruins para trás, se preparando para as próximas fases que ainda virão! Seja um pouco Pollyana e aprenda a enxergar o lado positivo 💫

 

🌻 Outros posts que você pode gostar 🌻

 

10 dicas para reduzir a produção de lixo no dia a dia

Como ter sororidade em 10 passos

7 vezes que o feminismo me ajudou

Verdades sobre o veganismo que ninguém te conta

Ei, se liga, você é um babaca com boas referências

Lembretes para 2018

Técnicas de organização para testar

Eu não quero uma amiga para todas as horas

 

Vem passear na categoria Experiências ❤

Também estou aqui:

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


TAGS:
5 COISAS QUE APRENDI COM O JORNALISMO - LIÇÕES DA FACULDADE - FACULDADE DE JORNALISMO

Em quatro anos de textos, provas e debates, entendi como o jornalismo é capaz de mudar vidas, dar voz aos esquecidos e trazer a verdade à tona. A função social do jornalismo é de extrema importância no desenvolvimento da cidadania e democratização da informação. Mas, ao mesmo tempo, ele pode transformar as pessoas em marionete, […]

Leia mais









Veja o que acontece por aí