• Pinceis favoritos para pele da Macrilan – Corretivo, base, blush SLIDE
  • simple-responsive-slide-disney


27 junho, 2017

Esse vídeo está pronto há duas semanas, mas alguém aqui (eu mesma) tem muitos problemas em conseguir ser produtiva quando a vida está um caos. Perdão pelo vacilo. Talvez, eu tenha perdido o timing da coisa, mas como eu filmei, editei e demorei quatro horas para subir no youtube, por que não postar? Então, cá estamos com um vídeo curtinho e fofinho com cenas do Disney On Ice e a Naturaltech, uma feira que acontece todo ano em São Paulo para mostrar as novidades do mercado de coisas naturais, veganas, orgânicas e lindas de viver.

 

 

Eu fui no Disney On Ice pela primeira vez quando tinha uns 12 anos, junto com a minha antiga escola de inglês. Lembro de ficar encantada e pegar R$40 em uma raspadinha de groselha no copo do Mickey. As coisas continuam caras e o show continua lindo. É emocionante. Fez com que eu me sentisse na Disney outra vez, principalmente na parte da Ariel, que é de arrepiar pelas músicas, história e performance. Uma vez sereia, sempre sereia, não é mesmo? (vem ler os posts do blog sobre esse universo).

 

Os ingressos, porém, são caros. Paguei R$45 na meia (sem taxa porque PanPan comprou para nós na bilheteria) e ficamos na parte mais distante do palco. Se você quer uma boa visão, o investimento é acima de R$100, mas em qualquer setor vale a pena. É mágico.

 


 

Já a Naturaltech/Bio Brazil é para quem gosta de coisas naturais. Tem desde suplemento, mel vegano e ração sem conservante até geleias, lingeries e coxinha de jaca. Dá para perder umas boas horas experimentando uma coisinha ali, conhecendo outra lá, comprando aquela acolá. Para quem é do setor, seja como produtor de conteúdo ou varejista, é bem interessante.

 

A feira acontece todo ano no mês de Junho em São Paulo, na Bienal do Ibirapuera, e a entrada é gratuita. Se você for no fim de semana, se prepare, porque tem muita gente por lá. É um esbarra sacola sem fim. Ah, também tem um restaurante super legal lá dentro, com comidinhas veganas, no estilo self-service + sobremesa + bebida.

 

Qual cena do Disney On Ice você mais gostou? Já assistiu ao show? Conhece a Naturaltech? Vamos conversar nos comentários! E não esquece de se inscrever no canal 😊

 

❤ Outros posts que você pode gostar ❤  

➳ O que eu comi hoje? #1

Como não ser um babaca?

➳ Como é ser vegana no curso técnico em nutrição?

➳ Low Poo Vegano

➳ Tour pelo mercado mais natureba do mundo

➳ Vídeos que te fazem pensar

 

 Vem passear na categoria Experiências ou na tag Disney 

 

Também estou aqui: 
Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


TAGS:
disney on ice

Esse vídeo está pronto há duas semanas, mas alguém aqui (eu mesma) tem muitos problemas em conseguir ser produtiva quando a vida está um caos. Perdão pelo vacilo. Talvez, eu tenha perdido o timing da coisa, mas como eu filmei, editei e demorei quatro horas para subir no youtube, por que não postar? Então, cá […]

Leia mais







14 junho, 2017

Alguém aqui virou testadora oficial de produtos da Phytoervas™. Eu adoro a marca! Primeiro, pela qualidade, depois vem os outros quesitos como: acesso, preço, embalagem, não ter, em sua maioria, nenhum ingrediente animal na composição e ser liberado para low poo (se você não sabe o que é isso ou quer saber sobre a minha transição, vem cá). Eu sempre penso ok, vou testar outro shampoo, mas, não adianta, 80% das vezes eu me rendo à Phytoervas. Por isso, cá estamos nós com uma outra resenha (a primeira é um dos posts mais vistos do blog!), dessa vez, sobre o shampoo cor resistente, cachos e o ativador de cachos.

RESENHA PHYTOERVAS

Lembrando que a marca não é 100% natural, com ingredientes totalmente confiáveis. Com a ajuda da EWG (The Environmental Working Group) vamos investigar os ingredientes dos produtos que citarei, mas, por outro lado, só o fato de não ter sal, sulfato, corante e parabenos merece destaque. Outro ponto importante é sempre ler na embalagem se, realmente, a fórmula do produto é livre de ingredientes animais, pois a Phytoervas e a Nasha pecam bastante no sentido de esclarecer algumas dúvidas sobre essa questão. 

 

Vamos ao que eu achei dos produtos, então? 

Não tem foto, porque jogaram meus potinhos no lixo antes de eu ter a chance 😢

Outra obervação: todos eu usei com o condicionador da Yes To Carrots.

 

❤ COR RESISTENTE – ROMà❤

RESENHA PHYTOERVAS - SHAMPOO COR RESISTENTE

Decidi comprar o shampoo dessa linha depois de pintar meu cabelo de ruivo (vem ver minha saga com a cor aqui!). Querendo ou não, esse tom desbota por natureza, mas eu achei que variar do ruivo para o quase loiro já era além dos limites. Então, assim que troquei de tinta, comprei esse shampoo na esperança de que ele fosse me ajudar.

 

A conclusão é de que, sim, ele ajudou, mas eu também acho que a tinta da Avora tem muito a ver com isso. Diferente da L’Óreal, ela desbota para o cobre, não tanto para o loiro. Estou dando, porém, um voto de confiança ao cor resistente da Phytoervas.

 

Ele não faz milagres. Em duas semanas após retocar, meu tom já mudou. Mas é bem diferente em comparação às primeiras vezes em que eu pintava e na próxima lavagem a cor do cabelo estava visivelmente diferente. Ruivas entenderão meu drama.

 

No geral, eu acho existem shampoos para manter cor melhores. Esse não é ruim, mas com o meu tom, talvez, eu precise de um mais potente. Se a sua cor não desbota tanto, vai fundo.

 

Ele não melhorou queda, nem piorou, não senti que tira a sujeira tão bem quanto o de Jaborandi, mas é ok, e eu não senti diferença na maciez ou no brilho, como com o Iluminador. O cheiro é uma delícia, bem frutado, e ele não ressecou em nada meus fios, só manteve como eles estavam antes, dando uma segurada na cor.

 

E os ingredientes?

 

Risco médio: cocamidopropyl betaine, methylchloroisothiazolinone, ethylhexyl methoxycinnamate, benzyl benzoate, hexyl cinnamal,

Risco alto: methylisothiazolinone, parfum, amyl cinnamal, benzyl salicylate, geraniol e hydroxycitronellal.

Não estavam disponíveis no EWG: sorbeth-450 tristearate, PEG-9 cocoate, PEG-32 distearate, PEG-175 distearate, punica granatum extract, PEG-8 PG-coco-glucoside dimethicone.

 

O restante é considerado seguro. Temos de 26 ingredientes, 5 com risco médio e 6 com risco alto, ou seja, cerca de 42% dos ingredientes não são totalmente seguros, sem contar os que não foram avaliados. É, não é uma boa média.

 

AVALIAÇÃO FINAL:

 

Proposta na embalagem: 3,5

Limpeza: 3,5

Brilho: 2

Maciez: 2,5

Controle do frizz: 2

Queda: 3

Cheirinho: 4

Ingredientes: 2

 

Média: 2,3/5.

 

❤ CACHOS – PRACAXI E BAOBÁ ❤

RESENHA PHYTOERVAS - SHAMPOO CACHOS

Depois de me irritar com o ruivo, foi a vez de cismar com meu ondulado. Parece que meu cabelo cresceu, perdeu a forma, começou a pesar e aí o ondulado desandou. Ficava bem definido na raiz, liso nas pontas, com frizz na franja, mais ondulado de um lado do que do outro, enfim, uma bagunça. E desde que comecei o Low Poo eu nunca tinha usado algo específico para cachos, então, decidi me arriscar.

 

CONTINUE LENDO ♥


TAGS:

Alguém aqui virou testadora oficial de produtos da Phytoervas™. Eu adoro a marca! Primeiro, pela qualidade, depois vem os outros quesitos como: acesso, preço, embalagem, não ter, em sua maioria, nenhum ingrediente animal na composição e ser liberado para low poo (se você não sabe o que é isso ou quer saber sobre a minha […]

Leia mais







7 junho, 2017

Ok, admito: estou roubando um pouquinho. Esse post era para sair na #segundasemcarne e estamos na quarta. E, teoricamente, deveria ser uma receita, só que quando a gente segue as coisas à risca, não é mesmo? Eu garanto, no entanto, que se se você seguir esses cinco instagrans veganos vai ter receita para o resto da vida. De café da manhã, almoço, lanche, jantar e sobremesa. Saudáveis ou nem tanto assim. Bem simples ou mais elaboradas. Para impressionar ou matar a larica. E o melhor de tudo: sem nenhuma crueldade animal.

 

Aliás, eu amo postar lugares veganos ou com opções que visitei (tem até post sobre isso, vem cá) e o que eu como lá no insta stories, especialmente na hora do almoço. Então, segue o Entre Anas para se inspirar ou se quiser ver como é o prato de uma vegana no dia a dia.

 

Sem mais delongas, vamos aos meus instagrans veganos favoritos que são recheados de receitinhas que me dão vontade de cozinhar, mas, principalmente, comer.

 

@vigetariana_ 🌱

INSTAGRANS VEGANOS VIGETARIANA

A Vitória é a pessoa que eu gostaria de ter sido no auge dos meus 14 anos. Tão consciente, tão fofa, tão incrível! Às vezes, eu não sei se amo ou se me irrito com a Vitória e os stories dela feliz depois de ter andado de bicicleta às 7h da manhã em um domingo. Não, na verdade, ela é uma super inspiração. E está poderosíssima, já que foi no Encontro com Fátima Bernardes para falar sobre veganismo. O instagram dela é um pontinho de luz, com muito amor e muitas receitas legais, olha só algumas das minhas favoritas: Bolo no poteiogurte grego de tofu e hommus com cenoura e beterraba

 

@veganismoporamor 🌱

INSTAGRANS VEGANOS VEGANISMO POR AMOR

Esse é para babar e ficar com fome, literalmente, só de olhar. Você vai descendo e aparecem várias comidas deliciosas. Bolo para lá, almoço colorido para cá, smoothie ali, mais uma sobremesa acolá. Me dá vontade de testar várias coisas diferentes. Dá uma olhada nessas receitas e passa no instagram da Monique para provar o que estou dizendo: grãomeletebrownie com sorvetebolo de cenoura com chocolate e falafel de feijão fradinho.

 

CONTINUE LENDO ♥


TAGS:

Ok, admito: estou roubando um pouquinho. Esse post era para sair na #segundasemcarne e estamos na quarta. E, teoricamente, deveria ser uma receita, só que quando a gente segue as coisas à risca, não é mesmo? Eu garanto, no entanto, que se se você seguir esses cinco instagrans veganos vai ter receita para o resto […]

Leia mais











Veja o que acontece por aí