• Pinceis favoritos para pele da Macrilan – Corretivo, base, blush SLIDE
  • simple-responsive-slide-disney


12 Janeiro, 2018

2017 não foi o ano dos livros, eu diria. Com foco 100% em dois TCCs (e ser aprovada em todas as matérias), fiquei distante das leituras por prazer. Minha estante ganhou algumas aquisições, mas nada comparada às minhas metas de 2012 ou 2013, quando eu lia entre 12 e 20 livros por ano.

 

2018 será diferente, eu espero. Sigo uma amante dos bons livros e, agora, mais do que nunca, interessada em outros gêneros, como sobre desenvolvimento pessoal, alimentação e espiritualidade. Esse post, então, é a minha wishlist literária para este novo ano, com alguns títulos que eu espero que também entrem na listinha de vocês ❤📚

 

Dividi a wishlist literária em três: desenvolvimento pessoal, veganismo e alimentação e histórias para 2018. São livros que eu namoro há um tempo ou descobri recentemente e despertaram meu interesse. Não esqueçam de me contar se vocês já leram algum desses!

 

Wishlist literária para 2018 📚

Fique Rica Sem Culpa, Justine Trueman: indicação da Fran Guarnieri, imagino que esse livro será o meu começo nesse universo de finanças. Ele está fora de linha, infelizmente, mas você pode encontrá-lo em sebos e na Estante Virtual.

 

O livro divide-se em duas partes – ‘O dinheiro e a mente’ e ‘Assumindo o controle’. Nele, a autora ajudará a leitora a aperfeiçoar seu relacionamento com o dinheiro, para que – fique menos estressada; melhore sua qualidade de vida; sinta-se no controle de suas finanças; pare de discutir sobre dinheiro com seu companheiro(a); reconheça os obstáculos psicológicos que a estão impedindo de alcançar suas metas financeiras; entenda os princípios-chave envolvidos na construção de um patrimônio.

 

O Poder do Hábito, Charles Duhigg: esse é um livro que namoro há um tempo, mas o preço sempre me fez procurar outras opções (aliás, está em promoção na Saraiva!). Conheço pessoas que afirmam que ele é incrível para quem deseja se livrar dos hábitos velhos e negativos, criando novos mais saudáveis.

 

Este livro é um verdadeiro e profundo estudo dos hábitos. Porém, além de mostrar como eles funcionam, o autor também consegue explicar como eles podem ser transformados. E cá entre nós, ter o controle total das ações, sejam costumes ou não, facilita diversos aspectos da vida.

Conseguir mudar o hábito de pegar o elevador pelo hábito de subir lances de escada e fazer mais exercícios, pode influenciar a sua saúde futura. Fora a saúde, com pequenas mudanças de hábito, esse livro mostra que é possível ter resultados positivos na sua produtividade, na estabilidade financeira e até mesmo na sua felicidade.

 

Morando Sozinha, Fran Guarnieri: o livro da Fran está na minha wishlist desde que foi lançado, mas decidi economizar esse dinheiro até o momento em que de fato fosse pensar em morar sozinha. Chegou a hora!

 

“No dia em que eu saí de casa o meu pai me disse: ‘Filha, você tem dinheiro?'” Morar sozinha pode ser incrível. Mas para ter uma vida independente é preciso se planejar também. Em Morando Sozinha, a blogueira Fran Guarnieri ensina o passo a passo para ser feliz e não depender mais de ninguém, contando suas histórias engraçadas e inusitadas desde que decidiu sair de casa, aos dezoito anos. Saiba aqui como desde escolher o melhor lugar para morar até a como resolver problemas do cotidiano. Trocar o botijão de gás a cada século ou ir à padaria para comprar só um pãozinho pode ser divertido e inesquecível!

 

O Poder do Agora, Eckhart Tolle: indicação da maravilhosa Juliana Goes, esse livro parte mais para o lado da espiritualidade, ponto que quero trabalhar mais em 2018 para estar sempre presente, em contato com a minha essência e propósito 💫

 

Combinando conceitos do cristianismo, do budismo, do hinduísmo, do taoismo e de outras tradições espirituais, Tolle elaborou um guia de grande eficiência para a descoberta do nosso potencial interior. Este livro é um manual prático que nos ensina a tomar consciência dos pensamentos e emoções que nos impedem de vivenciar plenamente a alegria e a paz que estão dentro de nós mesmos.

 

Solução Gradual, Carl Honoré: Carl foi um dos meus entrevistados para o TCC de Jornalismo e, desde então, fiquei encantada pelas suas ideias. De novo, o preço foi uma barreira na hora de levar um de seus livros para casa, mas desse ano não passa!

 

A busca por soluções rápidas tornou-se o padrão da nossa cultura apressada de hoje. Quando o assunto é “resolver problemas”, em qualquer esfera de nossas vidas, todos queremos obter vitórias épicas de uma tacada só, e cada resultado instantâneo nos sussurra sempre a mesma promessa sedutora: retorno máximo, esforço mínimo. Mas será que as soluções rápidas estão nos fazendo mais felizes, saudáveis e produtivos? Estão ajudando a resolver os desafios enfrentados pela humanidade atualmente? Em Solução Gradual, oferece um modelo eficaz para lidar com todos os tipos de problema – de negócio e política a saúde e relacionamentos – e fornece ideias brilhantes sobre como podemos resolvê-los, trabalhar melhor e viver bem.

 

O Dilema do Onívoro, Michael Pollan: já li outro livro do Pollan, mas adoraria incluir sua obra mais conhecida na minha estante.

 

As prateleiras de um supermercado são o ponto de partida escolhido pelo escritor e jornalista americano Michael Pollan para a viagem de investigação empreendida em ‘O dilema do onívoro’. O leitor é convidado a perfazer o caminho inverso – reconstituindo o trajeto dos alimentos, desde o prato à nossa mesa até a sua origem derradeira – o solo. Quanto mais longo e intrincado é o percurso que liga as duas pontas dessa cadeia altamente industrializada, argumenta o autor, mais ignorantes nós nos tornamos a respeito do que, em última análise, estamos comendo. Afinal, que mistérios estão por trás de um simples item de um cardápio de fast-food?

 

50 Doces Veganos, Katia Cardoso: preciso dizer alguma coisa? Queria saber fazer mais do que apenas um bolo de maçã e pavê de amendoim.

 

São barrinhas e smoothies para o café da manhã, biscoitinhos e cookies para o lanche da tarde, pavês e sorvetes para a sobremesa do dia a dia, além de lindos bolos para ocasiões especiais. Inspirada em suas memórias de infância e nos doces que a vida lhe foi servindo, Katia adaptou receitas tradicionais e contemporâneas para criar delícias sem ingredientes de origem animal. Assim, suas receitas são também ideais para quem precisa retirar a lactose e o ovo do cardápio. Para agradar todas as tribos, há também diversas receitas sem glúten, tudo sem abrir mão do sabor e da textura. Bom apetite!

 

A Política Sexual da Carne, Carol J. Adams: um livro que discute a relação entre feminismo e veganismo, é impossível não querer devorar. Também está fora de linha, mas conseguimos encontrá-lo na Estante Virtual e outros sites por aí. Porque a dominância masculina e o carnivorismo tem muito a ver, sim.

 

Este livro traz o texto de uma das referências teóricas para a compreensão e o estudo das influências de uma sociedade patriarcal nos hábitos alimentares e na relação de seus membros com as mulheres e os animais. A tese defende que a matança de animais e a violência contra a mulher estão intrinsecamente ligadas.

 

CONTINUE LENDO ♥


TAGS:
WISHLIST LITERÁRIA - EVOLUÇÃO E DESENVOLVIMENTO PESSOAL

2017 não foi o ano dos livros, eu diria. Com foco 100% em dois TCCs (e ser aprovada em todas as matérias), fiquei distante das leituras por prazer. Minha estante ganhou algumas aquisições, mas nada comparada às minhas metas de 2012 ou 2013, quando eu lia entre 12 e 20 livros por ano.   2018 […]

Leia mais







10 Janeiro, 2018

Depois dos vídeos que te fazem pensar, cá estou eu para compartilhar quatro palestras motivacionais. Ok, talvez, não exatamente palestras, mas vídeos, conversas, apresentações, enfim, formas de disseminar palavras positivas.

 

Como comentei algumas vezes, eu sou a pessoa da auto ajuda. Amo livros ou vídeos sobre produtividade, crescimento pessoal, espiritualidade, entre outros assuntos que nos ajudam ser a melhor versão de nós mesmos. Não acho clichê ou bobagem. Em mundo tão caótico, é imprescindível encontrar formas de se manter motivado e ainda acreditar no outro ou em si. Encontrar seu propósito é necessário ❤

 

Eu espero que essas quatro palestras motivacionais te ajudem a mudar hábitos, abrir a mente e o coração. Espero que encontre nelas as palavras de conforto que deseja ouvir ou o empurrão que precisa para seguir ainda mais em frente.

 

Palestras motivacionais para se inspirar 💫

Gary Yourofsky — A melhor palestra que você irá ouvir na vida

PALESTRAS MOTIVACIONAIS VEGANISMO

Essa é uma das palestras que me incentivou a me tornar vegana de vez. Com muito carisma, Gary mostra em uma hora, a partir de dados, informações concretas e muita reflexão, como fazer escolhas mais éticas e porque isso é importante. Te juro que essa uma hora passará rapidinho e que a cada cinco minutos você se verá questionando hábitos e fazendo aquela expressão de puts, isso aí é realmente verdade.

 

“Não é seu direito — baseado em SUAS tradições, SEU costumes e SEUS hábitos negar aos animais à sua liberdade para que você possa prejudicá-los, escravizá-los e matá-los. Não é sobre o que são os direitos. Isso é injustiça. Não há contra-argumento para o veganismo”

 

Fran Guarnieri  O segredo: como eu realizo minhas metas

PALESTRAS MOTIVACIONAIS - FRAN GUARNIERI

Eu costumo dizer que a Fran é minha guru pessoal, principalmente, quando falamos sobre produtividade e organização. Acho incrível como ela, com a idade que tem, consegue desenvolver projetos incríveis e alcançar sucesso em cada um deles. É inspirador.

 

Por isso, não poderia de deixar de incluí-la por aqui. A Fran tem dicas poderosas por trás das palavras doces. Esse vídeo é um incentivo para concretizar seus objetivos, seja eles quais forem. Com exemplos práticos, a Fran nos mostra como é importante montar uma estratégia para a vida.

 

“Quando você sabe o que você quer e começa a desejar isso, não tem nada que vai te impedir. Muitas pessoas duvidam do seu potencial (…) só que se você quer um resultado diferente, precisa se permitir a agir de formas diferentes”

 

Mel Robbins  Como parar de se ferrar

PALESTRAS MOTIVACIONAIS - TED

Faz um tempo que vi essa palestra, enviada pela minha querida professora de inglês (obrigada, Thays!), e uma parte dela segue martelando em minha mente toda vez que penso em procrastinar. É a regra dos 5 segundos.

 

“Eu acho que quando você se sente preso ou insatisfeito com a vida, isso é um sinal. Não é um sinal de que sua vida deu errado. É um sinal de que uma das suas necessidades básicas não foi atendida. A necessidade de exploração (…) Sua alma precisa de exploração e crescimento”

 

5 segundos é o que você precisa para sair da sua zona de conforto. Se você não toma uma atitude em cinco segundos, você puxa o freio de emergência e mata sua sua ideia, sua energia, sua vontade. A Mel te explica mais sobre isso em 15 minutos. E, então, em cinco segundos você vai dar o play e se permitir ou fechar a aba?

 

Juliana Goes  Curando suas feridas

PALESTRAS MOTIVACIONAIS - JULIANA GOES

Eu falando sobre como amo a Juliana Goes, que novidade. Não é minha culpa se essa mulher é tão iluminada, tão inspiradora. Todo Domingo Zen é um aprendizado e esse é um dos meus vídeos favoritos da vida!

 

A Ju mostra como todos nós temos feridas, algumas cultivadas pela atenção que damos às palavras alheias, outras por nós mesmos. O importante, porém, é aprender a trabalhar para curá-las e quebrar os padrões negativos que nos impedem de seguir em frente.

 

“Por mais que machuque agora, pensa no resto da sua vida. É possível mudar, mas com um passo dado por você mesma. É você quem vai tratar de você (…) Tudo começa com aquilo o que você vibra, o que você pensa. Você vai criar uma verdade para você”

 

E, então, vocês já assistiram a alguma dessas palestras motivacionais? Conhecem outros vídeos bacanas de serem compartilhados? Também amam a Fran e a Ju? 😊

 

❤ Outros posts que você pode gostar ❤

 

➳ 7 vezes que o feminismo me ajudou

5 perguntas para fazer compras conscientes

Não seja um one upper

Como fazer a diferença e não ser um babaca

Ei, se liga, você é um babaca com boas referências

Lembretes para 2018

Pare de perceber o erro

Consumo consciente de acessórios + SORTEIO

 

Vem passear na categoria Experiências ❤

Vamos evoluir juntos: 

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


TAGS:

Depois dos vídeos que te fazem pensar, cá estou eu para compartilhar quatro palestras motivacionais. Ok, talvez, não exatamente palestras, mas vídeos, conversas, apresentações, enfim, formas de disseminar palavras positivas.   Como comentei algumas vezes, eu sou a pessoa da auto ajuda. Amo livros ou vídeos sobre produtividade, crescimento pessoal, espiritualidade, entre outros assuntos que […]

Leia mais







8 Janeiro, 2018

No último ano, não me aproximei do feminismo, devo admitir. Não participei de grupos, manifestações, rodas de conversa ou busquei qualquer tipo de informação aprofundada sobre o assunto. Conversei, sim, com algumas amigas sobre o nosso papel nessa luta e passei por textos e vídeos que chegaram aos meus olhos ao acaso.

 

Isso, porém, não me torna menos feminista. Não estou aqui para ser fiscal da militância alheia ou dizer o que você deve fazer para se considerar uma feminista. Mas eu acredito, que assim como eu, muitas gostariam de se sentir mais pertencente e mudar algo de fato, deixando de apenas compartilhar posts simbólicos no facebook ou discutir com macho na mesa de bar.

 

Pensando no que eu poderia fazer pelo feminismo neste novo ano, surgi com essa listinha. O feminismo me ajudou muito a mudar comportamentos negativos e entender quem eu sou, o mínimo que eu posso fazer é me agarrar a ele e não deixar que tudo isso seja em vão.

 

5 coisas que você pode fazer pelo feminismo este ano

 

Montar um grupo ❤

Com as suas vizinhas, colegas na faculdade, primas, amigas, enfim, onde há mulheres, há a chance de conversar sobre feminismo. Crie uma rede de apoio, de debate, de afeto. A força que temos quando nos unimos é imensurável.

 

Eu lembro como eu me senti na minha primeira Marcha das Vadias, rodeada de mulheres gritando pela autonomia dos nossos corpos e das nossas vidas. Era como um grande abraço, quentinho e cheio de amor, enquanto todo meu ser era preenchido pela certeza de que eu não estava sozinha. Porque nós nos entendemos, temos empatia uma pela outra, sabemos o que é ser mulher na rua, em casa, no trabalho.

 

Um grupo não serve apenas para escolher o texto da semana e discutir de uma forma acadêmica. Um grupo de mulheres unidas, compartilhando vivências, conselhos e opiniões é revolucionário.

 

Acumular conhecimento 

 

Precisamos entender a história para saber onde queremos chegar e o que temos que fazer para isso. Jornalista formada que sou, sei a importância de se manter atualizada e acumular conhecimento.

 

Feminismo é, sim, muita vivência, mas também tem dados, evolução história, momentos marcantes, notícias, artigos e por aí vai. Além de nutrir a alma, é uma ótima maneira de ter argumentos novos para sustentar ainda mais os seus ideais.

 

Não precisa seguir todo o blábláblá do elitismo acadêmico. Tem livros, canais no youtube, músicas, páginas no facebook, blogs, um mundo de possibilidades na hora de aprender mais sobre o feminismo.

 

Minha meta desse ano é, por exemplo, finalmente, ler O Segundo Sexo. De nada adianta ele estar enfeitando a estante e gritando feminista a quem me visita se eu sei o que tem apenas em duas ou três páginas 😕

 

CONTINUE LENDO ♥


TAGS:
O QUE FAZER PELO FEMINISMO

No último ano, não me aproximei do feminismo, devo admitir. Não participei de grupos, manifestações, rodas de conversa ou busquei qualquer tipo de informação aprofundada sobre o assunto. Conversei, sim, com algumas amigas sobre o nosso papel nessa luta e passei por textos e vídeos que chegaram aos meus olhos ao acaso.   Isso, porém, […]

Leia mais









Veja o que acontece por aí