• Pinceis favoritos para pele da Macrilan – Corretivo, base, blush SLIDE
  • simple-responsive-slide-disney


26 julho, 2017

Se você olhar as fotos desse post, não vai acreditar quando eu te disser que tenho o cabelo bem ondulado, quase cacheado dependendo do dia, da finalização, da minha boa vontade. Nem eu acreditei nos cachinhos que apareceram depois de cortar o cabelo recentemente.

PRODUTOS VEGANOS PARA CABELOS - LOW POO

Quando eu cheguei ao cabeleireiro em uma quarta, após uma decisão impulsiva com o desejo de mudar, eu pedi por um corte que fizesse meu ondulado aparecer. Mal eu sabia que tirando aquele peso das pontas e restinho de progressiva eu teria todo esse toin oin oin na cabeça. E quer saber? Que bom que tomei essa decisão, porque estou curtindo muito ter meu cabelo super onduladinho!

 

Mas mudando o corte, mudaram-se também os cuidados. Desde que filmei aquele primeiro vídeo de Low Poo, vários produtos foram substituídos e outros diferentes deram o ar da graça. Decidi, então, gravar uma atualização com os cosméticos que tenho usado nos fios que, além de liberados para low poo, são veganos. Sem sulfatos, sem óleo mineral, sem petrolato, sem silicones insolúveis, sem sofrimento dos bichinhos, só amor! 

 

Usar cosméticos livres de crueldade animal não é algo impossível, como se pensa por aí. Existem marcas acessíveis e fáceis de encontrar com opções veganas, como algumas que eu mostrei no vídeo. Lembre-se de procurar pelo selo que garante que aquele produto é cruelty-free ou sem ingredientes de origem animal.

 

Sem falar que existem lojinhas online e confiáveis, como a Natue e a Terráquea para fuçar e encontrar marcas ainda mais naturais, preocupadas com o meio ambiente e os animais. O Low Poo entra nessa para nos ajudar a realçar nossa beleza natural e verdadeira, agredindo o mínimo possível nossos queridos fios.

 

Chega de reprimir nossas ondas e cachos, baby! 

 

Uma observação pequena (ou nem tanto assim): sei que sou muito privilegiada por poder parar para pensar em qual shampoo quero comprar, sendo que não é necessariamente o mais barato, mas, sim, o que condiz com meus ideais. Sei também que não é todo mundo que tem dez farmácias e cinco mercados pertinho de casa para procurar por produtos diferentes. Mas o pouquinho que se pode fazer para se empoderar e ajudar o planeta está valendo. Fazer escolhas conscientes parte do princípio de, justamente, parar para pensar: Será que essa marca é bacana para o meio ambiente? Eles têm projetos sociais? E se eu comprar a opção com refil? Testa em animais? Vai me ajudar a fazer transição capilar, a me sentir bem e bonita? Enfim, aquilo que é a sua prioridade!

 

Se você quer entender o que é o Low Poo, porque eu decidi aderir à técnica e como foram os primeiros meses, corre lá no primeiro post! Vamos, então, ao que eu tenho usado ultimamente? 

 

 

Produtos citados 💇

Shampoos:

➳ Salon Line – Tô de Cacho, Shampoo de Coco Para Conquistar (~R$12)**

➳ Eico – Cachos Extraordinários (~R$30)

 

Condicionadores:

➳ Yes To – Carrots, Nourishing Conditioner (~US$10)

➳ Derma E – Scalp Relief (~US$9)

 

Máscara:

➳ Inoar – Bombar, com biotina e d-pantenol (~R$25)

➳ Deva Curl – Heaven In Hair (R$80)

 

Outros produtos:

➳ Phytoervas – Ativador de Cachos, Pracaxi e Babobá (~R$28)

➳ Alba Botanica – Hawaiian Gardenia Anti-Frizz Serum (~US$9)

➳ Salon Line – Tô de Cacho, Água de Coco (~R$12)

➳ Andalous Naturals – Style Spray, Lavander & Biotin, Full Volume (US$10)

➳ Copra – Óleo de Coco (~R$26)

PRODUTOS VEGANOS PARA CABELOS - LOW POO VEGANO

Links citados no vídeo:

Resenha shampoos Phytoervas: jaborandi, camomila, antiqueda, anticaspa

Resenha Phytoervas: shampoos e ativador de cachos

Tour pelo Whole Foods (onde comprei alguns dos produtos!)

#BelezaVegana: sabonete vegano para o rosto (exemplo de resenha)

Protetor solar vegano para pele oleosa (exemplo de resenha 2)

 

Sobre como eu finalizo os fios, acho que vale um vídeo ou post separado, o que acham? Pra resumir, eu não sou uma Mari Morena da vida. Eu lavo normalmente o cabelo, penteio e, depois, com um pouquinho do ativador de cachos vou amassando os fios e repetindo esse processo até eles secarem por completo. Quando eles ainda estão úmidos, passo um pouquinho do sérum da alba.

 

Eu ainda estou aprendendo a lidar com meu cabelo “novo” e, enquanto (re)descubro como cuidar e defini-lo, vou compartilhando minhas dicas por aqui! É bom demais não ser refém de chapinha, secador, progressiva e outras químicas que escondem o jeito que nosso cabelo realmente é. Low Poo é só uma parte do processo de se aceitar e se amar 💜

 

Caso você queira uma resenha mais detalhada de alguns desses produtos, não esquece de me falar nos comentários, tudo bem? Me conta também se você já usou algum deles ou tem outro produto queridinho para o cabelo!

 

💜 Vem passear na categoria beleza ou veganismo 💜

Também estou aqui: 

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube

 

** Sobre a Salon Line, post no grupo Low e No Poo Vegano:

 
A Salon Line, que talvez seja a marca mais podre e cruel de todos os tempos, parece enfim ter lançado uma linha vegana. Para nós Adms, não importa! Como já dissemos, o grupo está passando por alterações e aqui não iremos apoiar, indicar marcas desonestas. A marca está e continuará proibida aqui no grupo. Mesmo que seja verdade, não faz parte do veganismo, compactuar com uma marca tão cruel com nossos bichinhos, que tbm está causando danos seríssimos as pessoas que a estão usando. Sim, além de promover crueldade, ela está prejudicando quem usa, causando graves alergias e levando a queda dos cabelos. É só olhar no google ou em outros grupos as reclamações sobre a marca. Esta marca não deveria ser só BOICOTADA, mas como retirada do mercado. Por favor, não insistam! A insistência, nos levará a entender como desrepeito aos animais e as outras pessoas, o que não será tolerado aqui e levará ao banimento.

 
Eu nunca tinha ouvido falar nada sobre a Salon Line, mas fica o aviso, não comprarei na próxima também! :) 


Se você olhar as fotos desse post, não vai acreditar quando eu te disser que tenho o cabelo bem ondulado, quase cacheado dependendo do dia, da finalização, da minha boa vontade. Nem eu acreditei nos cachinhos que apareceram depois de cortar o cabelo recentemente.

PRODUTOS VEGANOS PARA CABELOS - LOW POO

Quando eu cheguei ao cabeleireiro em uma quarta, após uma decisão impulsiva com o desejo de mudar, eu pedi por um corte que fizesse meu ondulado aparecer. Mal eu sabia que tirando aquele peso das pontas e restinho de progressiva eu teria todo esse toin oin oin na cabeça. E quer saber? Que bom que tomei essa decisão, porque estou curtindo muito ter meu cabelo super onduladinho!

 

Mas mudando o corte, mudaram-se também os cuidados. Desde que filmei aquele primeiro vídeo de Low Poo, vários produtos foram substituídos e outros diferentes deram o ar da graça. Decidi, então, gravar uma atualização com os cosméticos que tenho usado nos fios que, além de liberados para low poo, são veganos. Sem sulfatos, sem óleo mineral, sem petrolato, sem silicones insolúveis, sem sofrimento dos bichinhos, só amor! 

 

Usar cosméticos livres de crueldade animal não é algo impossível, como se pensa por aí. Existem marcas acessíveis e fáceis de encontrar com opções veganas, como algumas que eu mostrei no vídeo. Lembre-se de procurar pelo selo que garante que aquele produto é cruelty-free ou sem ingredientes de origem animal.

 

Sem falar que existem lojinhas online e confiáveis, como a Natue e a Terráquea para fuçar e encontrar marcas ainda mais naturais, preocupadas com o meio ambiente e os animais. O Low Poo entra nessa para nos ajudar a realçar nossa beleza natural e verdadeira, agredindo o mínimo possível nossos queridos fios.

 

Chega de reprimir nossas ondas e cachos, baby! 

 

Uma observação pequena (ou nem tanto assim): sei que sou muito privilegiada por poder parar para pensar em qual shampoo quero comprar, sendo que não é necessariamente o mais barato, mas, sim, o que condiz com meus ideais. Sei também que não é todo mundo que tem dez farmácias e cinco mercados pertinho de casa para procurar por produtos diferentes. Mas o pouquinho que se pode fazer para se empoderar e ajudar o planeta está valendo. Fazer escolhas conscientes parte do princípio de, justamente, parar para pensar: Será que essa marca é bacana para o meio ambiente? Eles têm projetos sociais? E se eu comprar a opção com refil? Testa em animais? Vai me ajudar a fazer transição capilar, a me sentir bem e bonita? Enfim, aquilo que é a sua prioridade!

 

Se você quer entender o que é o Low Poo, porque eu decidi aderir à técnica e como foram os primeiros meses, corre lá no primeiro post! Vamos, então, ao que eu tenho usado ultimamente? 

 

 

Produtos citados 💇

Shampoos:

➳ Salon Line – Tô de Cacho, Shampoo de Coco Para Conquistar (~R$12)**

➳ Eico – Cachos Extraordinários (~R$30)

 

Condicionadores:

➳ Yes To – Carrots, Nourishing Conditioner (~US$10)

➳ Derma E – Scalp Relief (~US$9)

 

Máscara:

➳ Inoar – Bombar, com biotina e d-pantenol (~R$25)

➳ Deva Curl – Heaven In Hair (R$80)

 

Outros produtos:

➳ Phytoervas – Ativador de Cachos, Pracaxi e Babobá (~R$28)

➳ Alba Botanica – Hawaiian Gardenia Anti-Frizz Serum (~US$9)

➳ Salon Line – Tô de Cacho, Água de Coco (~R$12)

➳ Andalous Naturals – Style Spray, Lavander & Biotin, Full Volume (US$10)

➳ Copra – Óleo de Coco (~R$26)

PRODUTOS VEGANOS PARA CABELOS - LOW POO VEGANO

Links citados no vídeo:

Resenha shampoos Phytoervas: jaborandi, camomila, antiqueda, anticaspa

Resenha Phytoervas: shampoos e ativador de cachos

Tour pelo Whole Foods (onde comprei alguns dos produtos!)

#BelezaVegana: sabonete vegano para o rosto (exemplo de resenha)

Protetor solar vegano para pele oleosa (exemplo de resenha 2)

 

Sobre como eu finalizo os fios, acho que vale um vídeo ou post separado, o que acham? Pra resumir, eu não sou uma Mari Morena da vida. Eu lavo normalmente o cabelo, penteio e, depois, com um pouquinho do ativador de cachos vou amassando os fios e repetindo esse processo até eles secarem por completo. Quando eles ainda estão úmidos, passo um pouquinho do sérum da alba.

 

Eu ainda estou aprendendo a lidar com meu cabelo “novo” e, enquanto (re)descubro como cuidar e defini-lo, vou compartilhando minhas dicas por aqui! É bom demais não ser refém de chapinha, secador, progressiva e outras químicas que escondem o jeito que nosso cabelo realmente é. Low Poo é só uma parte do processo de se aceitar e se amar 💜

 

Caso você queira uma resenha mais detalhada de alguns desses produtos, não esquece de me falar nos comentários, tudo bem? Me conta também se você já usou algum deles ou tem outro produto queridinho para o cabelo!

 

💜 Vem passear na categoria beleza ou veganismo 💜

Também estou aqui: 

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube

 

** Sobre a Salon Line, post no grupo Low e No Poo Vegano:

 
A Salon Line, que talvez seja a marca mais podre e cruel de todos os tempos, parece enfim ter lançado uma linha vegana. Para nós Adms, não importa! Como já dissemos, o grupo está passando por alterações e aqui não iremos apoiar, indicar marcas desonestas. A marca está e continuará proibida aqui no grupo. Mesmo que seja verdade, não faz parte do veganismo, compactuar com uma marca tão cruel com nossos bichinhos, que tbm está causando danos seríssimos as pessoas que a estão usando. Sim, além de promover crueldade, ela está prejudicando quem usa, causando graves alergias e levando a queda dos cabelos. É só olhar no google ou em outros grupos as reclamações sobre a marca. Esta marca não deveria ser só BOICOTADA, mas como retirada do mercado. Por favor, não insistam! A insistência, nos levará a entender como desrepeito aos animais e as outras pessoas, o que não será tolerado aqui e levará ao banimento.

 
Eu nunca tinha ouvido falar nada sobre a Salon Line, mas fica o aviso, não comprarei na próxima também! :) 


TAGS:




1 Comentário em “Produtos veganos para cabelos – O que eu uso?”


Resenha Shampoos Phytoervas l Entre Anas

[…] entrei no universo (lindo, mara, incrível) do low poo vegano (tem vídeo e post sobre a técnica aqui!), me surpreendi com o preço dos shampoos e […]


Deixe seu comentário:



Veja o que acontece por aí