• Pinceis favoritos para pele da Macrilan – Corretivo, base, blush SLIDE
  • simple-responsive-slide-disney


16 Janeiro, 2016

Finalmente, um filme de terror que me conquistou, uhul! Lançado em 2008, no Brasil ele recebeu o nome de Mamãe & Papai. Eu sei, estranho… Em inglês soa bem melhor, mas acho que não teria um título mais adequado para esse filme além deste. A classificação etária é 18 anos, mas o filme não tem nem tanto sangue, nem tantas cenas eróticas.

filmes de terror resenha mum & dad

Apesar do gênero, não é aquele filme que irá te dar medo. É mais um terror psicológico, com violência e uma pitada de humor. Justamente o tipo de filme que mais gosto.

 

Vou tentar contar a história de uma forma resumida e sem nenhum spoiler, prometo!

 

Lena é uma imigrante polonesa que acaba de chegar em Londres tentando fugir de sua família controladora. Ela está trabalhando na parte da limpeza no Aeroporto Heathrow e lá conhece Birdie, uma garota que faz o mesmo trabalho que o seu. Em uma noite, Birdie faz com que Lena perca o seu ônibus e, supostamente, se sentindo culpada leva Lena para sua casa, junto com seu irmão Elbie. Chegando lá, Lena é sedada e trancada em um quarto onde começará realmente todos os acontecimentos importantes do filme. Não sabemos em nenhum momento o nome da mãe e do pai, eles apenas são chamados por Mum e Dad, ou outros apelidos relacionados.

 

Iniciam-se as sessões de tortura com Lena. Aparentemente, o pai ou a mãe são donos de alguém por vez. E já que Lena é o presente da mãe, ela é quem decide o que fazer com a mulher.

 

Apesar de tudo isso, a ironia se encontra no fato da família tentar se manter unida em meio a tanta perturbação. Alguns hábitos são estranhos e te fazem torcer o nariz se perguntando Mas que diabos é isso?. Como, por exemplo, eles assistem pornografia enquanto todos estão sentados à mesa para as refeições, o pai gosta de se masturbar com pedaços de carne e a mãe marca os filhos com cicatrizes que parece ser para ela como uma forma de arte e prazer.

 

Birdie encara a rotina da família de uma maneira totalmente normal, fria em relação às agressões e sempre tentando ser a filha perfeita e exemplar – por mais que o perfeita tenha um sentido totalmente diferente naquela casa. Já Elbie não fala uma palavra durante o filme inteiro, o que me deixou um pouco agoniada.

 

A história é cheia de interrogações. Você não sabe o porquê de os pais agirem assim, nem a verdadeira história de Birdie e Elbie. De uma certa forma isso é até interessante, pois coloca a sua imaginação para funcionar. Passei os 84 minutos tentando entender o comportamento dos pais e pensando no que os levou a agir daquele jeito.

filmes de terror resenha mum & dad cena tortura

Os personagens são marcantes e há poucos secundários. Todos se tornam protagonistas pela forma como se comportam durante o filme, cada um com suas características bem trabalhadas. Lena, que é a vítima, conquistou meu coração. No começo, me irritei com ela não esboçando tanta reação pelo que estava acontecendo, mas, com o passar do tempo, achei surpreendente e curioso uma vítima tão persistente e durona como Lena. Já o pai me lembrou o Martin, de Centopéia Humana 2.

 

Olhem só que curioso: Centopéia Humana 2 foi banido da Grã-Bretanha, no entanto, Mum & Dad tem o seu país de origem por lá.

 

A história de Lena não é para gerar grande reflexões, porém a partir das coisas que acontecem na casa, podemos trazer alguns aspectos do filme para a realidade – que não envolve pornografia no café da manhã. Como, por exemplo, o sentimento de possessão de alguns pais com os filhos, a hierarquia familiar existente até hoje, pais, nesse caso homens, abusivos, a interferência da família em nossas vidas, entre outros detalhes. Mas, é claro, é um filme de terror, não auto-ajuda.

 

Depois de muito tempo, finalmente consegui dizer que adorei um filme desse gênero. Mesmo após uma hora, ainda não sabia como seria o final. E apesar dele ter me decepcionado um pouco, só por me prender tanto, o filme conseguiu recompensar. Ah, e a cena do Natal consertaria o filme inteiro se o resto fosse uma porcaria. Adorei aquela parte! Vale a pena assistir principalmente por ela!

 

Ainda assim, a história por trás do comportamento dos personagens poderia ser mais explorada e as cenas de violência e sangue melhores.

 

Para amantes de terror, recomendo Mum & Dad. É um filme diferente, mas se você está esperando algo do tipo snuff, não vá por esse caminho, ele passa longe disso, apesar de certas influências.

 

Nota: ♥♥♥♥

 

Gosta de terror? Então, vem cá, clica aqui e vamos falar sobre esse gênero incrível!


Finalmente, um filme de terror que me conquistou, uhul! Lançado em 2008, no Brasil ele recebeu o nome de Mamãe & Papai. Eu sei, estranho… Em inglês soa bem melhor, mas acho que não teria um título mais adequado para esse filme além deste. A classificação etária é 18 anos, mas o filme não tem nem tanto sangue, nem tantas cenas eróticas.

filmes de terror resenha mum & dad

Apesar do gênero, não é aquele filme que irá te dar medo. É mais um terror psicológico, com violência e uma pitada de humor. Justamente o tipo de filme que mais gosto.

 

Vou tentar contar a história de uma forma resumida e sem nenhum spoiler, prometo!

 

Lena é uma imigrante polonesa que acaba de chegar em Londres tentando fugir de sua família controladora. Ela está trabalhando na parte da limpeza no Aeroporto Heathrow e lá conhece Birdie, uma garota que faz o mesmo trabalho que o seu. Em uma noite, Birdie faz com que Lena perca o seu ônibus e, supostamente, se sentindo culpada leva Lena para sua casa, junto com seu irmão Elbie. Chegando lá, Lena é sedada e trancada em um quarto onde começará realmente todos os acontecimentos importantes do filme. Não sabemos em nenhum momento o nome da mãe e do pai, eles apenas são chamados por Mum e Dad, ou outros apelidos relacionados.

 

Iniciam-se as sessões de tortura com Lena. Aparentemente, o pai ou a mãe são donos de alguém por vez. E já que Lena é o presente da mãe, ela é quem decide o que fazer com a mulher.

 

Apesar de tudo isso, a ironia se encontra no fato da família tentar se manter unida em meio a tanta perturbação. Alguns hábitos são estranhos e te fazem torcer o nariz se perguntando Mas que diabos é isso?. Como, por exemplo, eles assistem pornografia enquanto todos estão sentados à mesa para as refeições, o pai gosta de se masturbar com pedaços de carne e a mãe marca os filhos com cicatrizes que parece ser para ela como uma forma de arte e prazer.

 

Birdie encara a rotina da família de uma maneira totalmente normal, fria em relação às agressões e sempre tentando ser a filha perfeita e exemplar – por mais que o perfeita tenha um sentido totalmente diferente naquela casa. Já Elbie não fala uma palavra durante o filme inteiro, o que me deixou um pouco agoniada.

 

A história é cheia de interrogações. Você não sabe o porquê de os pais agirem assim, nem a verdadeira história de Birdie e Elbie. De uma certa forma isso é até interessante, pois coloca a sua imaginação para funcionar. Passei os 84 minutos tentando entender o comportamento dos pais e pensando no que os levou a agir daquele jeito.

filmes de terror resenha mum & dad cena tortura

Os personagens são marcantes e há poucos secundários. Todos se tornam protagonistas pela forma como se comportam durante o filme, cada um com suas características bem trabalhadas. Lena, que é a vítima, conquistou meu coração. No começo, me irritei com ela não esboçando tanta reação pelo que estava acontecendo, mas, com o passar do tempo, achei surpreendente e curioso uma vítima tão persistente e durona como Lena. Já o pai me lembrou o Martin, de Centopéia Humana 2.

 

Olhem só que curioso: Centopéia Humana 2 foi banido da Grã-Bretanha, no entanto, Mum & Dad tem o seu país de origem por lá.

 

A história de Lena não é para gerar grande reflexões, porém a partir das coisas que acontecem na casa, podemos trazer alguns aspectos do filme para a realidade – que não envolve pornografia no café da manhã. Como, por exemplo, o sentimento de possessão de alguns pais com os filhos, a hierarquia familiar existente até hoje, pais, nesse caso homens, abusivos, a interferência da família em nossas vidas, entre outros detalhes. Mas, é claro, é um filme de terror, não auto-ajuda.

 

Depois de muito tempo, finalmente consegui dizer que adorei um filme desse gênero. Mesmo após uma hora, ainda não sabia como seria o final. E apesar dele ter me decepcionado um pouco, só por me prender tanto, o filme conseguiu recompensar. Ah, e a cena do Natal consertaria o filme inteiro se o resto fosse uma porcaria. Adorei aquela parte! Vale a pena assistir principalmente por ela!

 

Ainda assim, a história por trás do comportamento dos personagens poderia ser mais explorada e as cenas de violência e sangue melhores.

 

Para amantes de terror, recomendo Mum & Dad. É um filme diferente, mas se você está esperando algo do tipo snuff, não vá por esse caminho, ele passa longe disso, apesar de certas influências.

 

Nota: ♥♥♥♥

 

Gosta de terror? Então, vem cá, clica aqui e vamos falar sobre esse gênero incrível!


TAGS:




4 Comentários em “Resenha Mum & Dad: a história de uma família perturbadora”


Monique

Adorei a resenha, parece ser um filme bem diferente. Fiquei super curiosa pra assistir, não tinha ouvido falar desse antes. 🙂 Curti a dica! Até a próxima 🙂

Luana

E é bem diferente mesmo! Assiste, sim, eu gostei muito e se você é fã de terror, provavelmente, também vai gostar <3
Obrigada pela visita! <3

Tensão nas entrelinhas: resenha Tigres em Dias Vermelho l Entre Anas

[…] Tudo começa em 1945, com o fim da segunda guerra mundial se aproximando. Nick e a sua prima Helena estão cheias de esperança, ansiosas pelo que o futuro lhes reserva. Nick reencontrará o seu marido, Helena irá se casar novamente, após perder o noivo para a guerra, e ambas serão felizes para sempre. Ou, ao menos, era assim que imaginavam. O tempo passa e as coisas mudam de foco. Nick, uma personagem cativante e forte, se vê presa pela monotonia e Helena se depara com um homem interesseiro, obcecado por uma mulher morta. […]

O estupro em Bates Motel: agressor não é o mocinho! l Entre Anas

[…] ➳ A história de uma família perturbadora, Mum & Dad […]


Deixe seu comentário:



Veja o que acontece por aí