• Pinceis favoritos para pele da Macrilan – Corretivo, base, blush SLIDE
  • simple-responsive-slide-disney


29 abril, 2016

Quando entrei no universo (lindo, mara, incrível) do low poo vegano (tem vídeo e post sobre a técnica aqui!), me surpreendi com o preço dos shampoos e condicionadores online. Gente, eles são feitos com fios de ouro? Porque somado ao frete, o valor fica um mini ataque do coração! Ok, minha indignação a parte, o fato é que cosméticos mais naturais e veganos são, sim, caros em comparação aos que encontramos nas perfumarias. Afinal, a demanda não é tão grande quanto um leave-in da pantene, certo? Quem sabe um dia…

Resenha Shampoos Phytoervas: Jaborandi, Camomila, Antiqueda e Anticaspa

Mas, para minha surpresa, na busca por um shampoo que fosse liberado, eu encontrei a Phytoervas. Uma marca acessível, barata (ao menos, em São Paulo!), boa e, lindamente, vegana. Sim, muitos dos produtos da Phytoervas não têm nada de origem animal. Digo “muitos” porque no grupo Low e No Poo Vegano vi algumas meninas comentando sobre o fato da marca não testar em animais, mas ter, sim, alguns itens com ingredientes duvidosos (para ler todos os posts com a tag cruelty free, clica aqui!)

 

Nos shampoos e condicionadores que usei, essa informação estava no rótulo e eu confie nele (já viu o post sobre apps para te ajudar a fazer compras conscientes?). Vi uma troca de e-mails com a empresa em que eles afirmam que, realmente, são uma marca vegana. Eu, Luana, estou confiando. Porém, apesar de estar em transição para o veganismo (tudo sobre esse processo aqui!), não tenho conhecimento de ingredientes em cosméticos e não posso afirmar com total certeza ok? Estava escrito no rótulo, vi muitas meninas veganas usando, então, resolvi comprar!

 

E nesse post vou mostrar a minha opinião breve sobre cada um dos shampoos que usei! Não usei os conjuntinhos porque ou não tinha na loja ou eu não tinha certeza se o condicionador era liberado, mas, agora, descobri que Peg 8 PG-Coco-Glucoside Dimethicone é um silicone solúvel. Ufa, dúvida solucionada! De qualquer forma, todos eu usei combinado com o condicionador de morango e buriti da Surya – que, inclusive, rende que é uma beleza.

Resenha Shampoos Phytoervas: Jaborandi, Camomila, Antiqueda e Anticaspa

Falando no geral, Phytoervas, mesmo para quem não faça Low Poo, é uma marca interessante por não ter sal, corante, sulfato e nem parabeno. Ou seja, os shampoos são mais “naturais”, não agredindo a sua saúde, cabelo e o meio ambiente. Por terem justamente uma limpeza mais leve, que não cria uma maquiagem e não arranca a proteção natural dos fios, não é tão legal combiná-los com condicionadores, máscaras e outros produtos que tenham parafina, óleo mineral e petrolatos.

 

Para gatinhos, sereias, feminismo, Disney, dicas de beleza e amor, curta a página do Entre Anas: 

 

 

Para saber mais sobre o assunto, recomendo os blogs Lookaholic, Mari Morena e os grupos no facebook Low e No Poo para Iniciantes e o Low e No Poo Vegano, que citei antes! Vamos, então, aos shampoos? Além desses, tem resenha do Shampoo Cor Resistente, Cachos e o Ativador de Cachos aqui

 

♥ FORTALECIMENTO TOTAL ♥

 

O meu preferido! Fortaleceu, deu brilho e ajudou bastante no crescimento dos fios. Compraria (e comprarei) outra vez sem dúvidas. Ele é transparente, assim como os outros, e tem um cheirinho de planta bem característicos dos cosméticos com Jaborandi. Eu gosto, mas, talvez, algumas pessoas se incomodem.

Resenha Shampoos Phytoervas: Jaborandi - Fortalecimento Total

Para quem não conhece, o Jaborandi é uma espécie de arbusto conhecido por acelerar o crescimento do cabelo e evitar a queda. Já tinha usado um outro shampoo com o ingrediente, mas o da Phytoervas mostrou um resultado bem melhor. Junto com umectação de óleo de coco, meu cabelo cresceu bastante, mais do que eu esperava.

 

Em relação à queda, melhorou, mas não resolveu. Meu cabelo sempre caiu muito e como eu estava em transição para o low poo e para uma dieta vegetariana, a queda piorou consideravelmente e eu senti que o shampoo somente controlou.

 

Eu também testei um desodorante natural e cruelty free e contei tudo no blog, clica aqui para ler!

 

De resto, ele limpava bem, deixou os fios macios e mais resistentes. Cumpriu muito bem a sua função! Vocês já usaram algum cosmético com Jaborandi?  

 

♥ ILUMINADOR ♥

 

Assim que o Fortalecimento Total acabou, decidi que precisava de outro shampoo da Phytoervas. Comprei o Iluminador sem muita pesquisa ou orientação e acabou que ele não me surpreendeu tanto quanto o com Jaborandi. É bom, mas nada especial. 

Resenha Shampoos Phytoervas: Camomila - Iluminador

O cheirinho é suave, bem mais gostoso. Mas não pense que esse shampoo vai clarear o seu cabelo. O que ele faz é dar brilho. Só isso. Meu cabelo, aliás, brilhou como nunca na vida enquanto eu o usava. E olha que eu não estava fazendo nenhum tipo de hidratação na época. Sendo assim, ele cumpre a sua proposta principal: dar brilho.

 

Além disso, senti que ele limpa um pouquinho menos que o com Jaborandi, mas deixa tão macio quanto ou até mais. Fora isso, um shampoo convencional. Não melhorou queda, não causou irritação, não fortaleceu, não fez mágica. Fez o que prometeu na embalagem: realçou brilho e maciez. Se é disso que você precisa, se joga!

 

Vamos falar sobre o meu ruivo?

 

♥ ANTIQUEDA ♥

 

Não cheguei a usar a embalagem inteira, mas consegui formar uma opinião. Essa linha é feita com bétula natural, outra plantinha conhecida por evitar queda e caspa. De todos, é o meu cheirinho preferido! Mas, ao mesmo tempo, é o que eu menos senti resultado.

Resenha Shampoos Phytoervas: Antiqueda - Bétula Natural

O de Jaborandi fez muito mais pela minha queda. Meu cabelo continuou caindo enquanto eu usava esse produto. Nem mais, nem menos. Igual. Eu também tenho um pouquinho de caspa, bem leve mesmo, e o shampoo não fez tanta diferença. Ele limpou, deixo com um brilho e maciez ok, mas diferente dos outros, não senti que cumpriu o que prometeu.

 

Sim, talvez, eu devesse usar a embalagem inteira. Mas se a metade não resolveu nada, provavelmente, esse não seja o melhor shampoo para minha queda. E, na verdade, vi muitas meninas com a mesma opinião que a minha. Alguém aí já testou e funcionou?

 

♥ ANTICASPA ♥

Resenha Shampoos Phytoervas: Anticaspa - Bio Control

Se o antiqueda não funcionou, será que o anticaspa funciona? Bom, esse é um assunto para próximos posts porque eu estou usando esse agorinha como base para o meu shampoo de café. Só que eu devo admitir, mesmo que precipitada: com o pouquinho que usei, já notei uma diferença. Eu tenho aquela massinha no couro cabeludo, sabe? Bem leve mesmo e apenas em algumas regiões. E usando esse shampoo em cinco lavagens, mesmo misturado ao café, notei que o problema diminui consideravelmente. Gostei! 

 

Na verdade, eu acho que encontrei a minha marca nacional favorita de shampoos! Eu  Phytoervas. Tem alguém por aí que também gosta da marca? Me conta nos comentários!

 

 

 💜 Outros posts que você pode gostar 💜

 

Sabonete vegano para o rosto e cuidado com a acne

Vídeos que te fazem pensar

Protetor solar vegano para pele oleosa

Desapegando: um ano sem comprar roupas?

➳ 5 maquiagens baratinhas e boas da Vult 

Não seja um one upper

➳ Como fazer a diferença e não ser um babaca

 

💜 Para ler mais da categoria beleza, clique aqui! 💜

 

E vamos espalhar amor nas redes sociais ♥

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


Quando entrei no universo (lindo, mara, incrível) do low poo vegano (tem vídeo e post sobre a técnica aqui!), me surpreendi com o preço dos shampoos e condicionadores online. Gente, eles são feitos com fios de ouro? Porque somado ao frete, o valor fica um mini ataque do coração! Ok, minha indignação a parte, o fato é que cosméticos mais naturais e veganos são, sim, caros em comparação aos que encontramos nas perfumarias. Afinal, a demanda não é tão grande quanto um leave-in da pantene, certo? Quem sabe um dia…

Resenha Shampoos Phytoervas: Jaborandi, Camomila, Antiqueda e Anticaspa

Mas, para minha surpresa, na busca por um shampoo que fosse liberado, eu encontrei a Phytoervas. Uma marca acessível, barata (ao menos, em São Paulo!), boa e, lindamente, vegana. Sim, muitos dos produtos da Phytoervas não têm nada de origem animal. Digo “muitos” porque no grupo Low e No Poo Vegano vi algumas meninas comentando sobre o fato da marca não testar em animais, mas ter, sim, alguns itens com ingredientes duvidosos (para ler todos os posts com a tag cruelty free, clica aqui!)

 

Nos shampoos e condicionadores que usei, essa informação estava no rótulo e eu confie nele (já viu o post sobre apps para te ajudar a fazer compras conscientes?). Vi uma troca de e-mails com a empresa em que eles afirmam que, realmente, são uma marca vegana. Eu, Luana, estou confiando. Porém, apesar de estar em transição para o veganismo (tudo sobre esse processo aqui!), não tenho conhecimento de ingredientes em cosméticos e não posso afirmar com total certeza ok? Estava escrito no rótulo, vi muitas meninas veganas usando, então, resolvi comprar!

 

E nesse post vou mostrar a minha opinião breve sobre cada um dos shampoos que usei! Não usei os conjuntinhos porque ou não tinha na loja ou eu não tinha certeza se o condicionador era liberado, mas, agora, descobri que Peg 8 PG-Coco-Glucoside Dimethicone é um silicone solúvel. Ufa, dúvida solucionada! De qualquer forma, todos eu usei combinado com o condicionador de morango e buriti da Surya – que, inclusive, rende que é uma beleza.

Resenha Shampoos Phytoervas: Jaborandi, Camomila, Antiqueda e Anticaspa

Falando no geral, Phytoervas, mesmo para quem não faça Low Poo, é uma marca interessante por não ter sal, corante, sulfato e nem parabeno. Ou seja, os shampoos são mais “naturais”, não agredindo a sua saúde, cabelo e o meio ambiente. Por terem justamente uma limpeza mais leve, que não cria uma maquiagem e não arranca a proteção natural dos fios, não é tão legal combiná-los com condicionadores, máscaras e outros produtos que tenham parafina, óleo mineral e petrolatos.

 

Para gatinhos, sereias, feminismo, Disney, dicas de beleza e amor, curta a página do Entre Anas: 

 

 

Para saber mais sobre o assunto, recomendo os blogs Lookaholic, Mari Morena e os grupos no facebook Low e No Poo para Iniciantes e o Low e No Poo Vegano, que citei antes! Vamos, então, aos shampoos? Além desses, tem resenha do Shampoo Cor Resistente, Cachos e o Ativador de Cachos aqui

 

♥ FORTALECIMENTO TOTAL ♥

 

O meu preferido! Fortaleceu, deu brilho e ajudou bastante no crescimento dos fios. Compraria (e comprarei) outra vez sem dúvidas. Ele é transparente, assim como os outros, e tem um cheirinho de planta bem característicos dos cosméticos com Jaborandi. Eu gosto, mas, talvez, algumas pessoas se incomodem.

Resenha Shampoos Phytoervas: Jaborandi - Fortalecimento Total

Para quem não conhece, o Jaborandi é uma espécie de arbusto conhecido por acelerar o crescimento do cabelo e evitar a queda. Já tinha usado um outro shampoo com o ingrediente, mas o da Phytoervas mostrou um resultado bem melhor. Junto com umectação de óleo de coco, meu cabelo cresceu bastante, mais do que eu esperava.

 

Em relação à queda, melhorou, mas não resolveu. Meu cabelo sempre caiu muito e como eu estava em transição para o low poo e para uma dieta vegetariana, a queda piorou consideravelmente e eu senti que o shampoo somente controlou.

 

Eu também testei um desodorante natural e cruelty free e contei tudo no blog, clica aqui para ler!

 

De resto, ele limpava bem, deixou os fios macios e mais resistentes. Cumpriu muito bem a sua função! Vocês já usaram algum cosmético com Jaborandi?  

 

♥ ILUMINADOR ♥

 

Assim que o Fortalecimento Total acabou, decidi que precisava de outro shampoo da Phytoervas. Comprei o Iluminador sem muita pesquisa ou orientação e acabou que ele não me surpreendeu tanto quanto o com Jaborandi. É bom, mas nada especial. 

Resenha Shampoos Phytoervas: Camomila - Iluminador

O cheirinho é suave, bem mais gostoso. Mas não pense que esse shampoo vai clarear o seu cabelo. O que ele faz é dar brilho. Só isso. Meu cabelo, aliás, brilhou como nunca na vida enquanto eu o usava. E olha que eu não estava fazendo nenhum tipo de hidratação na época. Sendo assim, ele cumpre a sua proposta principal: dar brilho.

 

Além disso, senti que ele limpa um pouquinho menos que o com Jaborandi, mas deixa tão macio quanto ou até mais. Fora isso, um shampoo convencional. Não melhorou queda, não causou irritação, não fortaleceu, não fez mágica. Fez o que prometeu na embalagem: realçou brilho e maciez. Se é disso que você precisa, se joga!

 

Vamos falar sobre o meu ruivo?

 

♥ ANTIQUEDA ♥

 

Não cheguei a usar a embalagem inteira, mas consegui formar uma opinião. Essa linha é feita com bétula natural, outra plantinha conhecida por evitar queda e caspa. De todos, é o meu cheirinho preferido! Mas, ao mesmo tempo, é o que eu menos senti resultado.

Resenha Shampoos Phytoervas: Antiqueda - Bétula Natural

O de Jaborandi fez muito mais pela minha queda. Meu cabelo continuou caindo enquanto eu usava esse produto. Nem mais, nem menos. Igual. Eu também tenho um pouquinho de caspa, bem leve mesmo, e o shampoo não fez tanta diferença. Ele limpou, deixo com um brilho e maciez ok, mas diferente dos outros, não senti que cumpriu o que prometeu.

 

Sim, talvez, eu devesse usar a embalagem inteira. Mas se a metade não resolveu nada, provavelmente, esse não seja o melhor shampoo para minha queda. E, na verdade, vi muitas meninas com a mesma opinião que a minha. Alguém aí já testou e funcionou?

 

♥ ANTICASPA ♥

Resenha Shampoos Phytoervas: Anticaspa - Bio Control

Se o antiqueda não funcionou, será que o anticaspa funciona? Bom, esse é um assunto para próximos posts porque eu estou usando esse agorinha como base para o meu shampoo de café. Só que eu devo admitir, mesmo que precipitada: com o pouquinho que usei, já notei uma diferença. Eu tenho aquela massinha no couro cabeludo, sabe? Bem leve mesmo e apenas em algumas regiões. E usando esse shampoo em cinco lavagens, mesmo misturado ao café, notei que o problema diminui consideravelmente. Gostei! 

 

Na verdade, eu acho que encontrei a minha marca nacional favorita de shampoos! Eu  Phytoervas. Tem alguém por aí que também gosta da marca? Me conta nos comentários!

 

 

 💜 Outros posts que você pode gostar 💜

 

Sabonete vegano para o rosto e cuidado com a acne

Vídeos que te fazem pensar

Protetor solar vegano para pele oleosa

Desapegando: um ano sem comprar roupas?

➳ 5 maquiagens baratinhas e boas da Vult 

Não seja um one upper

➳ Como fazer a diferença e não ser um babaca

 

💜 Para ler mais da categoria beleza, clique aqui! 💜

 

E vamos espalhar amor nas redes sociais ♥

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube


TAGS:




11 Comentários em “Resenha Shampoos Phytoervas: Jaborandi, Camomila, Antiqueda e Anticaspa”


Lílian Lustosa

Eu adoro essa linha da Phytoervas! Já usei alguns deles, principalmente o de Jaborandi e o Iluminador! E gostei muito! Atualmente estou usando o Iluminador e realmente deixa meu cabelo com mais brilho! :)
Beijos
http://Www.liulustosa.blogspot.com.br

Luana

Também gostei do iluminador, mas o de Jaborandi é ótimo, eu amei!
Phytoervas é só amor! <3

Low Poo Vegano: transição, produtos e resultados! l Entre Anas

[…] Shampoos Phytoervas: entre R$15-20, você encontra a marca em perfumarias, mercados e […]

Larissa Rehem | O dia da Lil

Eu conheço a marca de outros carnavais, mas não é tão fácil de encontrar onde eu morava, então, acabou passando.
Hoje em dia eu acho mais tranquilo de encontrá-la, só que ainda assim acho o preço alto. Porém, acredito que é um valor justo para o que promete e cumpre, sabe?!
Adorei sua resenha e com certeza vou voltar no mercado (sim, encontrei a marca na prateleira de um mercado) para comprar o shampoo! “)

Luana

Quanto custa, mais ou menos, onde você mora?
Eu acho que por aqui ele vale super a pena!

Michele Couto de Souza

Adoro o Phytoervas de jaborandi, entrei no Google, para saber opiniões sobre o de bétula natural, pois minha queda tb é intensa, mas devido a ansiedade… Já usei uns três Shampoo desse direto e queria trocar para não acostumar… Cara, mas acho que em time que tá ganhando não se mexe e a sua opinião me convenceu.
O de jaborandi, deixa um cheiro de cabelo limpinho… E associei ao cronograma capilar, meu cabelo está como sempre quis… Sem dano nenhum… Só me chateia a queda mesmo…
Podem apostar. Um shampoo que limpa e trata, sem sobrecarga que acabam pesando com o tempo. Pra mim, é o melhor que já usei…

Luana

Foca no de Jaborandi que não tem erro! haha :)

1 ano de blog ♥ l Entre Anas

[…] ➳ Resenha Shampoos Phytoervas […]

Dicas para parar de beber refrigerante l Entre Anas

[…] ➳ Resenha shampoos Phytoervas […]

Como é ser vegana no curso técnico em nutrição? l Entre Anas

[…] ➳ Resenha shampoos Phytoervas […]

Resenha Phytoervas: shampoos e ativador de cachos

[…] eu me rendo à Phytoervas. Por isso, cá estamos nós com uma outra resenha (a primeira é um dos posts mais vistos do blog!), dessa vez, sobre o shampoo cor resistente, cachos e o ativador de […]


Deixe seu comentário:



Veja o que acontece por aí