DESCOMPLICANDO O VEGANISMO
RECEITAS VEGANAS
Transição para o veganismo


16 março, 2016

Há mais de seis meses, eu diminuí consideravelmente – quase por completo – o refrigerante na minha vida. Antes, eu era do tipo que tomava Pepsi – porque é melhor que Coca, fala sério! – até no café da manhã. Para mim, pipoca, pizza e cheetos só poderiam existir acompanhados de um copo borbulhante do lado. Hoje, ainda bem, essa realidade mudou. Só tomo refrigerante raramente, quando sinto muita, mas muita vontade. Porque apesar de pregar por uma alimentação saudável, acredito que nenhuma “dieta” tem que ser torturante.

dicas para parar de beber refrigerante - beba água!

Então, sim, se eu estiver com água na boca pensando em um copo de guaraná gelado, irei tomar. Claro, vou pensar 10x antes, mas se a minha vontade falar mais alto, vou sem culpa – ou, ao menos, enquanto o líquido desce goela abaixo. Acontece que, depois de um tempo, o seu corpo passa a rejeitar o refrigerante. É natural. Você se sente pesada, indisposta e dez minutos depois se arrepende de ter tomado.

 

Vem ver sobre minha transição para o veganismo!

 

Por isso, acredito que para muitos não adianta diminuir gradualmente o consumo de refrigerante. Ou você para. Ou não para. A não ser que você seja extremamente controlada e consiga ir cortando aos poucos. Um copo por dia, depois um por semana, um por mês e, por fim, mais nenhum. Meus parabéns para quem tem essa força! Se você não é assim, o que é o meu caso, o melhor é fingir que refrigerantes não existem. Só dessa maneira o seu corpo vai passar a reagir da maneira acima, dizendo não, eu não quero essa coisa cheia de gás. Mas como eu sei que não é fácil, separei algumas dicas que podem te ajudar a se livrar dessa bebida que não tem nada de mocinha.

 

1 – Não compre. Se não tem no armário, você não vai tomar. É complicado quando você não mora sozinha (o que acontece comigo!), mas se você pode não comprar, acredite, é o primeiro passo e fará uma enorme diferença.

 

2 – Não substitua o refrigerante por outras bebidas ruins, como, por exemplo, suco de pozinho ou os de caixinha bem artificiais. Refrigerante é caloria vazia, ou seja, sem nutriente algum, mas nem todos os sucos são nutritivos. Às vezes, eles também têm muito açúcar, corantes e conservantes.

 

3 – Para solucionar o nº2, leia o rótulo do que você compra para beber! O primeiro e o segundo ingrediente não deve e não pode nunca ser açúcar. Evite aqueles com mais de um conservante, corantes, aromas ou os chamados “néctar”. Quanto menos ingredientes o suco tiver, melhor.

 

4 – Fuja do abstrato. Você deve estar se perguntando: como assim? Bom, sabemos que a Coca Cola tem muito açúcar, certo? Mas você sabe quanto? Você já parou para colocar dentro de um copo quantas colheres de chá de açúcar uma latinha de 350 ml tem? São, aproximadamente, 10 – o tanto dentro do copo na foto. Aposto que se você olhar de perto o quanto de açúcar está consumindo, você pensará duas vezes antes de comprar o refrigerante. Pesquise as consequências dessa bebida no seu corpo!

dicas para parar de beber refrigerante - açúcar na coca

5 – Não abra exceções no começo, pelo menos no primeiro mês. Ah, só vou tomar um pouquinho porque hoje é um dia especial. Não! Assim, seu corpo nunca vai se desacostumar e você continuará alimentando seu vício. Quanto menos a gente toma, menos a gente tem vontade!

 

Há mais de seis meses, eu diminuí consideravelmente – quase por completo – o refrigerante na minha vida. Antes, eu era do tipo que tomava Pepsi – porque é melhor que Coca, fala sério! – até no café da manhã. Para mim, pipoca, pizza e cheetos só poderiam existir acompanhados de um copo borbulhante do […]

Leia mais



TAGS:






1 março, 2016

Certos alimentos e atitudes podem trazer mais saúde e bem-estar ao nosso dia a dia. Se você está em busca de uma alimentação mais saudável e uma vida mais equilibrada, os itens que listei abaixo podem te ajudará nessa jornada. E não é nada complicado incorporá-los a nossa rotina. Só exige um pouco de força de vontade para sair da zona de conforto e persistência, para que isso se torne de fato um hábito.

Itens para deixar o dia a dia mais saudável - Chia

Semente de Chia: fui à uma nutricionista no ano passado e ela recomendou que eu colocasse chia nas minhas porções de frutas. Essas bolinhas, que parecem comida de periquito, apesar do gosto praticamente inexistente, apresentam diversos benefícios. Chia melhora a digestão, fornece energia e é rica em ômega-3 (100g tem 19,8g!). Além disso, tem antioxidantes, cálcio, proteína, vitaminas e minerais. Consumindo duas colheres de sopa por dia, você já está aproveitando suas qualidades. É possível substituir a farinha de trigo pela de chia, colocá-la em suas frutas, no iogurte, no suco e onde mais desejar. Chia everywhere!

 

Certos alimentos e atitudes podem trazer mais saúde e bem-estar ao nosso dia a dia. Se você está em busca de uma alimentação mais saudável e uma vida mais equilibrada, os itens que listei abaixo podem te ajudará nessa jornada. E não é nada complicado incorporá-los a nossa rotina. Só exige um pouco de força […]

Leia mais



TAGS:






16 fevereiro, 2016

Nós, como consumidores, temos total controle em relação àquilo o que decidimos comprar. Podemos apoiar marcas sustentáveis e honestas ou fechar os olhos para o que há de errado no desenvolvimento de certos produtos, antes deles chegarem às prateleiras e vitrines. Podemos nos aliar ao meio ambiente e a nossa saúde ou ignorar os impactos do que compramos.

 

Lembre-se de que embalagens e propagandas mentem. Temos que deixar o consumismo de lado em alguns momentos e avaliar o que colocamos dentro da nossa sacola, do nosso corpo e da nossa casa. E para te ajudar a fazer cada vez mais compras conscientes, no shopping ou no supermercado, separei 3 aplicativos com propostas bem interessantes:

Aplicativos para compras conscientes - moda livre, rótulo saudável e bunny free!

Moda Livre: a moda também tem o seu lado feio e um deles é a escravidão envolvida em seus processos de produção. Não escravidão como a conhecemos da época colonial, mas a escravidão contemporânea atualizada pelo capitalismo, com jornadas desgastantes, violências e condições precárias. O aplicativo Moda Livre, criado pela ONG Repórter Brasil, alerta o consumidor sobre as marcas envolvidas nesse sistema, o qual retira toda a humidade da moda, inferiorizando seus “funcionários”, para apenas resumi-la em sacolas no shopping.

 

Os critérios de avaliação são feitos a partir de um questionário com perguntas que envolvem as políticas da marca para combater o trabalho escravo, as medidas adotadas para fiscalizar os fornecedores, a transparência com os clientes e o seu histórico segundo o governo. A partir das respostas, as empresas são divididas em verde, amarelo ou vermelho, sendo verde a melhor e vermelho a pior classificação. Conscientização é o primeiro passo para mudar a realidade dessas pessoas oprimidas. Precisamos saber o que acontece antes da roupa chegar às araras para que possamos fazer escolhas cada vez mais justas. Acredito que esse assunto mereça um post mais complexo, com dados e indicações de textos e documentários, o que acham?

Nós, como consumidores, temos total controle em relação àquilo o que decidimos comprar. Podemos apoiar marcas sustentáveis e honestas ou fechar os olhos para o que há de errado no desenvolvimento de certos produtos, antes deles chegarem às prateleiras e vitrines. Podemos nos aliar ao meio ambiente e a nossa saúde ou ignorar os impactos […]

Leia mais



TAGS:








NÃO PERCA AS NOVIDADES, CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER!