DESCOMPLICANDO O VEGANISMO
RECEITAS VEGANAS
Transição para o veganismo


4 dezembro, 2017

Eu não sou do vestido de crochê, que cultua o sol e só come coisa crua (nada contra, até tenho amigos que são!). Mas quem acompanha o Entre Anas sabe da minha preocupação com o meio ambiente, meu corpo e os animais. Nesse sentido, tudo acontece de forma muito natural. Os questionamentos e as mudanças de hábitos que deles surgem sempre tornam minha vida mais leve. Isso me lembra a frase enxergar a opressão me trouxe liberdade, algo que falei muito nos meus posts sobre feminismo aqui no blog.

dicas para reduzir o lixo no dia a dia - consciente

Mas esse não é um post reflexivo. É um post prático – como aquele da lista de corretivos veganos! É para me ajudar a seguir o caminho que quero, assim como te inspirar a fazer o mesmo ou, talvez, apenas colocar uma pulguinha atrás da orelha que será uma hora o pontapé inicial de grandes mudanças.

 

Desde a minha transição para o veganismo, eu acompanho a Luísa Ferrari. E assim que ela começou a falar nas redes sociais e no canal sobre redução de lixo eu passei a pensar sobre o assunto. Isso junto com o meu TCC sobre consumo consciente, que rendeu vários tapas na cara e baldes de água fria ao longo de um ano. Sim. A gente produz uma quantidade absurda e desnecessária de lixo. E lixo em excesso, não reutilizado e descartado da forma incorreta é sinônimo de problemas ambientais e sociais.

 

O que você faz deixa uma marca no planeta. E eu não quero baleias doentes, tartarugas com plástico no estômago e aves morrendo graças à poluição de mares e oceanos. Por isso, sempre que eu pego um canudinho fora de casa é um aperto no coração e uma vontade de transformar hábitos.

 

Você quer saber mais porque o canudinho de plástico que você aceita na lanchonete (envolto em ainda mais plástico) é um problema, @? Então toma dados!

 

➳ Nos últimos 25 anos, 6 milhões de canudos foram colhidos durante eventos anuais de limpeza de praias (Choose To Be Straw Free);

➳ 44% de todas as espécies de pássaros marítimos e 22% dos cetáceos (baleias, golfinhos) já ingeriram plástico em suas vidas (Choose To Be Straw Free);

➳ 90% de todo o lixo flutuando nos oceanos do planeta é plástico (Choose To Be Straw Free)

➳ 88% da superfície dos oceanos do mundo está contaminada com lixo plástico (G1)

➳ 30% de lixo no Brasil poderiam ser reaproveitados, mas só 3% vão para a reciclagem (G1)

➳ Em 2015, se fosse para somar a quantidade de entulho e de lixo hospitalar abandonados nas ruas das cidades brasileiras, o volume total equivaleria a 1.450 estádios do Maracanã (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública)

➳ Ao redor do mundo aproximadamente 1.000.000 pássaros e 100.000 mamíferos marinhos morrem por enredamento ou ingestão de plásticos por ano (UFBA)

➳ Todos os dias nós usamos 500.000.000 canudos de plástico, o suficiente para encher 46.400 ônibus escolares grandes por ano (Choose To Be Straw Free).

 

Ok, aposto que agora você também vai sentir uma pontinha de culpa ao pegar aquele canudinho plástico para tomar seu suquinho de laranja. Calma, ninguém aqui é fiscal da vida alheia para julgar suas mínimas ações. Eu não mudei totalmente meus hábitos, eu erro muito. O importante, porém, é saber olhar para esses deslizes, entender como eles afetam de uma maneira negativa a coletividade e, consequentemente, sua individualidade e encontrar formas de evitá-los.

 

Ninguém está te pedindo para colocar a boca naquele copo mal lavado. A ideia é questionar. Pensar e repensar nossas atitudes. O famoso problematizar ou colocar a mão na consciência, como quiser. Acredite, isso é mais do que muita gente faz e a consequência quase inevitável é mudar aos pouquinhos coisas que antes passavam despercebidas.

 

Saindo do mundo ideal e entrando na prática, separei 10 dicas para reduzir o lixo no dia a dia. Não, eu não sigo todas. Sim, eu quero tentar. Vamos juntos? 

dicas para reduzir o lixo no dia a dia

10 dicas para reduzir o lixo no dia a dia!

 

1 – Não, obrigada, eu não aceito um canudinho.

 

Acho que essa eu e você já entendemos, não é? Se você conhece o lugar ou ele aparenta ser limpo, por que não dispensar o canudinho? Ou, então, caso você vá a uma rede de fast food como subway ou Novos Veganos (amo!) e o copo já for de plástico, para que um canudinho?

 

Se você quer mais informação sobre essa história do canudinho, recomendo essa reportagem do Fantástico de três minutinhos sensacionais.

 

2 – Não, obrigada, eu tenho sacola reutilizável.

 

Lembra quando a gente fez um auê porque as sacolinhas plásticas começaram a ser cobradas nos mercados paulistanos? Pois bem. Depois de um tempo, eu parei para pensar e vi como isso seria um incentivo para que mais pessoas comprassem sacolas reutilizáveis.

 

Além de existirem sacolas com estampas incríveis ou bem simples e baratinhas, você economiza muito plástico ao deixar de lado as sacolinhas tradicionais. Você pode usar sua sacola reutilizável para ir à feira, dormir na casa de uma amiga ou criar looks criativos se ela for daquelas lindas de tela de algodão.

 

3 – Não, obrigada, eu não quero a segunda via do cartão.

 

Sério, por que pegar toda e qualquer segunda via do cartão quando se faz uma compra? Se não for algo importante, que precise ser guardado, não há porque ficar colecionando papéis azuis e amarelos na carteira. Aceitar a segunda via é igual a produzir mais lixo desnecessário no mundo. Confira o valor na tela da maquininha e guarde somente se precisar fazer uma troca, entregar para alguém ou for uma compra muito significativa.

 

Eu não sou do vestido de crochê, que cultua o sol e só come coisa crua (nada contra, até tenho amigos que são!). Mas quem acompanha o Entre Anas sabe da minha preocupação com o meio ambiente, meu corpo e os animais. Nesse sentido, tudo acontece de forma muito natural. Os questionamentos e as mudanças […]

Leia mais



TAGS:






3 dezembro, 2017

Em qualquer festa, feriado ou ocasião especial, o que eu mais gosto é o momento de pré comemoração. O embrulho dos presentes, a receita no forno, a trilha sonora que combina preenchendo o quarto, as roupas na cama, as maquiagens bagunçadas, a preocupação com cada detalhe. This is honestly my favorite part: the moment before it starts, já diria um dos meus filmes preferidos, We Are Your Friends. Traduzindo, sinceramente, essa é a minha parte favorita: o momento antes de começar.

Maquiagem vegana de natal

A maquiagem, principalmente no natal, ocupa uma grande parte do meu tempo e preocupações. Pesquiso referências, comparo cores, penso na roupa, assisto tutoriais, ressuscito maquiagens que estavam escondidas e perco mais de uma hora entre a pele perfeita, o delineado gatinho simétrico e o batom vermelho.

 

Para você que também ama o combo maquiagem e espiríto natalino, fiz uma compilação de produtos para usar ou se inspirar, sem nenhuma crueldade animal. Você não quer ficar bonita às custas de sofrimento, certo? Tem de tudo nessa lista: produtos para preparação de pele, um olho esfumado de arrasar e uma boca perfeita.

 

PARA A PELE 💄

Maquiagem vegana de natal - base, corretivo, iluminador

➳ Primer facial 2 beauty, Marina Smith – R$99

➳ Base Lock It, Kate Von D – R$209

➳ Corretivo líquido, Dona Orgânica – R$58

➳ Pó facial translúcido Emotional Brilliance, Lush – R$81

➳ Blush Candid Coral, Elf – US$3 (ele é muito comparado com o Orgasm, da Nars!)

➳ Iluminador facial toque aveludado, Organela – R$68

➳ Paleta multiuso, Simple Organic – R$60

 

PARA OS OLHOS 💄

Maquiagem vegana de natal - delineador, sombras, rímel

➳ Pigmento, Bioart – R$44 (foco nas cores: grafite, marrom universal, dourada e rose)

➳ Duo de sombras Silver, Alva – R$92,80

➳ Sombra mineral, Baims – R$49,50 (foco nas cores: plum, blue gray e taupe matte)

➳ Paleta Rose Gold, Elf – US$10

➳ Paleta de sombras Alchemist, Kate Von D – R$209

➳ Quinteto de sombras matte Lovely Nude, Vult – R$29,29

➳ Rímel, Herbia – R$53,10

➳ Rímel Grandissímo Lashes, Milani – R$60

➳ Delineador líquido longa duração, Vult – R$22,90

➳ Lápis de olho Dark Black, Tracta –  R$22,90

➳ Cola para cílios, DUO – R$39,90

➳ Cílios postiços, Belliz – R$16,90

➳ Kit pincéis para olhos e rosto, Ecotools – R$89

 

PARA A BOCA 💄

Maquiagem vegana de natal - batom vermelho

➳ Gloss bionutritivo Terracora, Bioart – R$48,80

➳ Batom Marsala matte, Baims – R$95,50

➳ Batom líquido Decisive, Lush – R$81

➳ Batom líquido Vermelho Jaspe, Dona Orgânica – R$60,80

➳ Batom líquido Everlasting Bachelorette, Kate Von D – R$297

 

Eu tentei separar maquiagens ideais para o que eu gosto de fazer no natal. Uma pele iluminada, um olho com tons neutros e bem esfumado combinando com uma boca vermelha ou com um vinho arrasador. Dourado, marrom e vermelho são clichês? Sim, porém eu amo e nada vai me tirar o espírito natalino brega 🎅🏽

 

Já estou ansiosa para assistir tutoriais da Juliana Goes, me irritar com o delineador do lado direito que não fica certo, buscar a Bianca Andrade dentro de mim e usar (quase) todas as minhas maquiagens ao som de Let It Snow. E, depois dessa lista, não tem como falar que não existem maquiagens veganas lindas, hein! Tem as mais baratinhas, orgânicas, fáceis de encontrar ou chiquérrimas (alô, Kate Von D).

 

Faça isso por você, sua pele, o meio ambiente e os bichinhos 🐷🐮🐣 O universo agradece!

 

Vocês também amam maquiagens natalinas? Conhecem algum dos produtos que listei? Estão ansiosos para a ceia (eu estou!)? Que tipo de post natalino vocês gostariam de ver? Me contem tudo e não escondam nada!

 

💄 Outros posts que você pode gostar 💄

 

➳ O que eu comi hoje (vegan)

➳ Sabonete vegano para peles oleosas

➳ Protetor solar vegano para pele oleosa

Não se cale, nem mesmo nas festas de fim de ano

➳ Receitas segunda sem carne

Os melhores instagrans veganos para seguir

➳ Tour por um mercado super natureba

➳ Notícias felizes com animais

 

Vem passear na categoria beleza ou tag veganismo ❤

Também estou aqui: 

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube

 

Em qualquer festa, feriado ou ocasião especial, o que eu mais gosto é o momento de pré comemoração. O embrulho dos presentes, a receita no forno, a trilha sonora que combina preenchendo o quarto, as roupas na cama, as maquiagens bagunçadas, a preocupação com cada detalhe. This is honestly my favorite part: the moment before […]

Leia mais



TAGS:






5 setembro, 2017

Cortar o gorgonzola, o sushi de salmão e o quindim foi tarefa fácil perto de me ver diante de uma prateleira cheia de produtos dos quais eu simplesmente não sei se devo ou não comprar, se tem ou não ingredientes de origem animal, se é ou não de uma marca antiética. Antes de gravar esse vídeo, por exemplo, sobre os meus cuidados atuais com o cabelo, eu mal tinha ideia das polêmicas envolvendo a Salon Line em grupos veganos.

 

Se eu quero um produto, como foi o caso da tinta ruiva, eu procuro informações em casa e, então, vou atrás da marca específica. Se estou na rua e lembro que preciso comprar algo, dificilmente vou pesquisar na internet sobre a marca ou os ingredientes. Primeiro porque meu 4G não permite, segundo porque eu simplesmente confio no rótulo. Não tenho esse costume de fazer uma pesquisa antes, mandar e-mail para o SAC ou revirar a internet, até porque eu não estava habituada a ver tanta sujeira por trás de tantos grandes nomes.

COMO SABER SE UM PRODUTO É VEGANO

Ou cosméticos, roupas, produtos de limpeza e assento de carro.

 

Eu me importava mais com o que a embalagem me prometia do que com as letras miúdas. Eu pensava no preço, no resultado, na comodidade, não em questões éticas. Eu não tinha essa consciência. E, até hoje, mesmo depois de um ano em uma dieta vegetariana estrita e fazendo diversas mudanças na minha rotina, eu peco em relação ao assunto. Muito.

 

É importante lembrar, no entanto, que colocar o veganismo em prática parte muito do acesso à informação que as pessoas têm. Porque, convenhamos, se você não tem internet na sua casa, ou até mesmo tempo para ficar lendo textões no facebook, como você vai saber que não deveria comprar um produto da Salon Line? Está escrito “produto vegano” no rótulo, ué. Se você lê os ingredientes da Coca Cola, como vai imaginar que eles patrocinam rodeios norte americanos?

 

O veganismo é um processo. Lento. Quer os fiscais do veganismo alheio queiram ou não. Faz parte errar. Faz parte cair em tentação. Nem todo mundo tem a mesma força, os mesmos meios de procurar informação, as mesmas dúvidas ou certezas. Ninguém vive da mesma maneira. Temos que aprender a respeitar o espaço e o tempo do outro, sem imposições. Veganismo tem que ser didático, leve, com respeito.

 

É pelos animais. É, sim. É horrível ver as pessoas fechando os olhos para tanta crueldade. É, sim. É de partir o coração ver quem a gente gosta se acomodando. É, sim. Mas é irônico demais partir para a agressividade com quem sente dificuldade em mudar hábitos, ainda mais com tanta gente ao nosso redor dizendo que é besteira, que vamos ficar doentes, que nossas atitudes não vão resolver nada.

 

Eu sei que a pessoa que diz que não conseguiria ficar sem churrasco ou o vegetariano viciado em queijo não estão pensando no boi e na vaca tendo suas vidas exploradas, escravizadas e acabando em prol de um bife ou parmesão. Mas nem todo mundo vai no mesmo ritmo. Todos estamos evoluindo aos poucos e do nosso jeito. Vamos aprender a estender a mão, não atacar pedras.

 

Dito isso, eu quero aprender a escolher melhor os produtos que compro. Quero, com esse post, incentivar você a também tomar esse cuidado. A ideia é criar o hábito de questionar rótulos, me familiarizar com ingredientes ou, ao menos, saber pelo que procurar em um produto para me certificar de que ele é vegano.

 

Lembrando que estamos falando de p-r-o-d-u-t-o-s, não necessariamente de marcas veganas, ok?

 

Tabela de produtos do grupo Ogros Veganos e Troll Ajuda

OGROS VEGANOS - COMO SABER SE UM PRODUTO É VEGANO

O Ogros Veganos é um grupo que me ajudou muito durante minha transição. Lá, você encontra qualquer tipo de receita para testar e descobrir um mundo novo dentro da culinária vegana. Mesmo que você ainda coma carne, ovo ou lacticínios, vale a pena entrar para conhecer opções mais saudáveis e novas receitas.

 

O Troll Ajuda serve mais para tirar dúvidas sobre o veganismo, é um grupo de discussão. Às vezes, discussão não no sentido que eu gostaria, mas faz parte.

 

O bom é que nesses dois grupos existem PDFs com listas extensas de produtos veganos. Tudo separado por categorias e, no caso, do Troll Ajuda até especificando se as marcas são veganas ou se tem um histórico de crueldade animal.

 

Nessas listas, você vai encontrar papel higiênico, massinha de modelar e limpa vidros até molho de tomate, milho em conserva até pipoca de microondas. É ótimo para quem tem controle sobre as compras dentro de casa. Você pode fazer sua lista normal, imprimir esses documentos, e ir ao mercado procurando diretamente pelas marcas citadas.

 

Entre nos dois grupos e procure por lista de produtos veganos. Talvez, a do Ogros Veganos você ache fácil no google pelo grupo ser aberto, já a o do Troll Ajuda você precisa entrar e ver a publicação fixada.

 

Lupa de pesquisa de grupos veganos

 

Caso o seu 4G seja bom e sua operadora tenha um sinal que não te deixa na mão (o que é difícil por aqui, convenhamos), também vale recorrer a lupa dos grupos. Se você viu um produto que aparentemente não tem nenhum ingrediente de origem animal, mas está na dúvida, pode jogar o nome na pesquisa para ver se alguém já fez alguma denúncia ou sabe os podres da marca.

 

Cortar o gorgonzola, o sushi de salmão e o quindim foi tarefa fácil perto de me ver diante de uma prateleira cheia de produtos dos quais eu simplesmente não sei se devo ou não comprar, se tem ou não ingredientes de origem animal, se é ou não de uma marca antiética. Antes de gravar esse […]

Leia mais



TAGS:








NÃO PERCA AS NOVIDADES, CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER!