DESCOMPLICANDO O VEGANISMO
RECEITAS VEGANAS
Transição para o veganismo


31 agosto, 2017

Eu não canso de repetir o quanto ter um blog mudou minha visão em relação a diversas coisas, em especial sobre as pessoas. Estava tão cansada de esbarrar em egoísmo, conversas impessoais e falta de compaixão que encontrar tantas meninas incríveis, que se ajudam sem nenhum interesse e se importam verdadeiramente com o que você tem a dizer, foi um grande presente.

10 BLOGS PARA CONHECER E AMAR

Em julho do ano passado, eu indiquei 10 blogs femininos incríveis para os leitores do Entre Anas conhecerem. Esse post é como uma parte II, com mais 10 blogs e canais em homenagem ao Blog Day, comemorado no dia 31 de agosto, e participando da blogagem coletiva do grupo Blogueiras – Inspiração & Interação (obrigada Clarinha, por criar essa lindeza ❤).

 

Tentei indicar 10 diferentes, para expandir o leque e porque existem muitas mulheres criando conteúdos maravilhosos por aí. Mas não deixa de passar no outro post também, viu? Aqui, estão, mais 10 blogs e canais para você passar horas aprendendo, se divertindo e restaurando, assim como eu, sua fé nas pessoas de alguma maneira.

 

BLOGS PARA CONHECER - LIZPECTOR

 

Vira e mexe eu compartilho algum post da Liz lá na fanpage do blog. Além do instagram dela ser impecável, o blog fala sobre temas que eu me identifico muito, como veganismo, slow fashion e consumo consciente de uma forma geral. Você também vai encontrar posts sobre fotografia, viagens e lifestyle.

 

BLOGS PARA CONHECER - PIMENTA E SAL

Esse é para ficar com água na boca. E eu posso dizer que a Vanessa realmente cozinha bem, porque já provei algumas coisinhas. O melhor de tudo é que tem uma categoria com receitas veganas, uhul. Também vale dar uma olhada no instagram e babar na organização por cores.

 

BLOGS PARA CONHECER - EI, CAROL

 

O Ei, Carol! é uma fofura. Simples assim. Eu amei essa ideia de meta de leitura, filmes e séries. Sem falar que cada página que eu passava encontra um post que aguçava minha curiosidade, como sobre TBR book jar, o coisas que me fazem feliz (e não são coisas) e o que eu aprendi com meu gato. E esse unicórnio no topo? Tão amor.

 

Eu não canso de repetir o quanto ter um blog mudou minha visão em relação a diversas coisas, em especial sobre as pessoas. Estava tão cansada de esbarrar em egoísmo, conversas impessoais e falta de compaixão que encontrar tantas meninas incríveis, que se ajudam sem nenhum interesse e se importam verdadeiramente com o que você […]

Leia mais



TAGS:






23 março, 2017

Amiga, chega de sofrer. Eu entendo como é rolar na cama, chorar e se contorcer de dor. Por isso, cá estou eu, te dando um abraço virtual e compartilhando 50 dicas de como aliviar a cólica menstrual, esse incômodo terrível. E o melhor: sem nenhum remédio tradicional. Até porque eu não sou médica, mas de cólica e seus sofrimentos eu entendo. Com certeza, uma dessas opções vai te ajudar a enfrentar esse período necessário de uma maneira mais leve e sem tanto rancor do seu corpo, que, acredite, funciona perfeitamente.

dicas de como aliviar a cólica menstrual

Comece evitando na sua alimentação…

1 ➳ Cafeína, o que inclui o cafézinho de todo dia (manhã, tarde e noite) e refrigerantes.

2 ➳ Gordura saturada, encontrada em alimentos de origem animal, principalmente, carne vermelha, leite e derivados, #govegan (para ler todos os posts sobre veganismo, clica aqui).

3 ➳ Sódio, dê adeus aos salgadinhos, sopas prontas, miojo, embutidos e enlatados.

4 ➳ Frituras, deixe a batata frita para outro final de semana.

5 ➳ Bebidas alcoólicas, bye open bar.

 

Esses alimentos você pode incluir…

6 ➳ Vegetais verde-escuro: faça uma salada linda de agrião, brócolis (com o tronco!), rúcula, couve, escarola e chicória, alimentos ricos em cálcio que reduzem as contrações e combatem o inchaço.

7 ➳ Ácidos graxos vegetais: graças às suas propriedades anti inflamatórias, o abacate, azeite extravirgem, semente de abóbora, linhaça, amêndoa e nozes podem te ajudar a diminuir a dor.

8 ➳ Cereais integrais: cheios de fibras para manter tudo funcionando!

9 ➳ Fontes de vitamina B1 (alivia a dor): leguminosas, pães integrais, laranja, aspargos, ervilhas, gérmen de trigo, amendoim e levedura de cerveja.

10 ➳ Fontes de vitamina B6 (estimula a síntese de dopamina): banana, aveia, leguminosas e batatas.

11 ➳ Fontes de vitamina B3 (reduz as contrações): levedo de cerveja (dá-lhe queijos veganos, ensinei a receita de um incrível nesse vídeo), amendoim, pasta de amendoim e ervilhas frescas.

12 ➳ Vitamina D: sem ela, o cálcio não é absorvido como deveria! Aposte em cogumelos, suco de laranja e tome um solzinho pela manhã.

 

Mais natural que buscopan…

13 ➳ Óleo de prímula: tem um vídeo (e post) bem explicadinho sobre a minha experiência com essa maravilha

 

 

14 ➳ Maca peruana: essa raiz tem tantos benefícios que, olha, não sei porque ainda não testei. E, entre eles, está regular nossos hormônios queridos. Existe a versão em pó ou cápsulas.

15 ➳ Kelp: o pó dessa alga, fonte de iodo e com ação anti inflamatória, pode ser usado no lugar do sal nas receitas do dia a dia. Cuidado com alergias, marcas desconhecidas e o excesso que pode levar a desequilíbrio da tireoide.  

 

Amiga, chega de sofrer. Eu entendo como é rolar na cama, chorar e se contorcer de dor. Por isso, cá estou eu, te dando um abraço virtual e compartilhando 50 dicas de como aliviar a cólica menstrual, esse incômodo terrível. E o melhor: sem nenhum remédio tradicional. Até porque eu não sou médica, mas de cólica […]

Leia mais



TAGS:






30 janeiro, 2017

Eu deixei de lado a palavra igualdade depois de ir pela primeira vez na Marcha das Vadias. Independentemente do porquê da mobilização, o modo como eu me senti no meio daquelas mulheres militando para que outras mulheres fossem livres, me fez ter certeza de que eu estava no caminho certo. Fez com que eu me sentisse abraçada, completa, segura. E o quão difícil é para uma mulher se sentir protegida em uma sociedade que tanto nos aprisiona? Por isso, se você me perguntar qual é a base do feminismo, eu te respondo sem margem de dúvida: sororidade. Porque é, principalmente, por meio desse pacto feminino, dessa irmandade, que acontece o empoderamento. E é reconhecendo a nossa força que saímos do lugar. De mãos dadas.

como ter sororidade? feminismo na prática

Eu entendo o quão difícil pode ser quebrar essa barreira e tirar a ideia de competição da sua mente. Nós fomos criadas para ser rivais, sussurraram em nosso ouvido constantemente como temos que ser melhores que aquela garota, como ela vai roubar nosso namorado, como ela é fofoqueira, falsa, cheia de frescuras. Como se você fosse diferente, como se existisse um ideal de garota. Mas deixa eu te contar um segredo: do outro lado não existe esse estereótipo odioso, mas, sim, uma mulher igual a você. Que passa pelas mesmas frustrações e opressões e que pode te levar muito mais longe. Isso, é claro, se você deixar.

 

Sororidade, no entanto, nesse meio que nos empurra para longe uma das outras pode ser algo complicado de se colocar em prática. Lembre-se, porém, que tudo o que é construído pode ser desfeito e repensado. E não é isso que o feminismo nos incentiva a fazer o tempo todo? Enxergar a opressão para mudar e buscar novas formas de ser.

 

Se a sororidade ainda parece um conceito muito abstrato para você, aqui vão 10 passos para te ajudar a, na verdade, ajudar as amigas:

 

1 ➳ Seja gentil. Tão simples quanto dar bom dia ao porteiro. Dê um remédio de cólica para a colega que está sofrendo ou um absorvente para aquela que esqueceu, ajude com direções quem estiver perdida, indique lojas incríveis ou livros maravilhosos, empreste aquele seu vestido de casamento, avise se a etiqueta estiver para fora, o rímel borrado e o dente sujo de batom. É fácil: se uma mulher precisa de ajuda, ajude.

 

2 ➳ Espalhe a palavra do feminismo. Sabe aquela pessoa religiosa que sempre coloca Deus no meio de qualquer conversa como solução? Então, seja assim, mas substitua por discursos sobre autoestima, relacionamentos abusivos, aborto, autonomia, independência financeira e por aí vai. Quando ver alguma garota falando “aquela vadia”, interrompa e explique porque falar isso é errado. Se alguma mulher estiver com dúvida sobre pautas do feminismo, mande textos, vídeos, reportagens, o que puder para tentar explicar. Não feche a roda, plante a sementinha e faça com que mais e mais mulheres se encontrem. O feminismo pode, realmente, ser a salvação.

 

3 ➳ Não julgue. Pela roupa, cabelo, maquiagem ou atitude. Não interessa se você não usaria batom vermelho de dia, uma saia tão curta ou se não beijaria três caras em uma noite. Não importa se você quer transar depois do casamento, não fala palavrão e não bebe cerveja. A outra mulher tem total autonomia para escolher o que lhe faz bem, o que quer e isso não tem nada a ver comigo ou com você. Nós temos que apoiá-la a ser aquilo o que ela quer ser, não o que os outros esperam.

 

4 ➳ Nada é “mimimi”. Em discussões de facebook ou em uma mesa de bar, se uma mulher se incomodou com certa fala ou atitude, é porque tem algo de errado. E se ela acabou reagindo de um jeito considerado rude, tudo bem, é uma reação normal. Entenda e ofereça apoio. Nunca a coloque na posição de histérica e exagera. Dê voz a outra mulher.

 

Eu deixei de lado a palavra igualdade depois de ir pela primeira vez na Marcha das Vadias. Independentemente do porquê da mobilização, o modo como eu me senti no meio daquelas mulheres militando para que outras mulheres fossem livres, me fez ter certeza de que eu estava no caminho certo. Fez com que eu me […]

Leia mais



TAGS:








NÃO PERCA AS NOVIDADES, CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER!