DESCOMPLICANDO O VEGANISMO
RECEITAS VEGANAS
Transição para o veganismo


26 maio, 2017

Eu sou uma pessoa que gosta de me exercitar. Suar, sentir as pernas tremendo, as bochechas vermelhas, o coração acelerado e a endorfina sendo liberada. Nós conversamos sobre os meus motivos para amar exercícios físicos neste post aqui. Lá, você encontra boas razões para levantar do sofá e começar a mexer esse corpinho, que foi feito para melhorar a cada dia, não retroceder.

 

No entanto, eu sei que nem todo mundo pode ir à academia. Seja pela falta de tempo, dinheiro ou disposição — às vezes, é longe de casa, os instrutores são chatos e aguentar os ómi é complicado. Mas para tudo se há uma solução. E, nesses casos, se exercitar em casa é uma delas.

Exercícios de pernas e glúteos para fazer em casa

Vira e mexe eu me vejo no tapete da sala, reproduzindo exercícios de vídeos do Youtube. Decidi, então, compartilhar os vídeos que mais gosto com exercícios de pernas e glúteos (meus favoritos!). Todos rapidinhos, sem empecilhos para fazer em qualquer cômodo da casa, mas que botam essas coxas para queimar. Dá-lhe agachamentos!

 

Eu descobri esse mundo graças à Annie Jaffrey, uma youtuber lindíssima, com uma alimentação impecável e vídeos muito bem feitos. Então, se alongue, respire fundo, encha a garrafinha com água e vamos começar nossa lista por ela:

 

Observação: para o post carregar melhor, os vídeos estão linkados nos respectivos títulos! Além disso, eu não sou uma profissional da área, então, as informações estão baseadas na minha experiência. Consulte sempre alguém que entende do assunto para tirar todas as suas dúvidas 😊

 

WORKOUT WITH ME ♥ (Cardio, Abs, Legs, Butt & Yoga)

 

Essa é uma daquelas sequências de exercícios que vai fazer seu abdômen doer até quando você rir no dia seguinte. Pelo menos, nos primeiros dias, já que seu corpo não está acostumado com esse tipo de esforço. Mesmo sendo em inglês, a Annie explica direitinho os movimentos e dá para copiar em casa só olhando a imagem.

 

Aula de Ginástica Aeróbica para Glúteos e Coxas #1

 

Se você gosta de algo mais agitado, a ginástica aeróbica pode ser a sua melhor amiga. No final desses exercícios, mesmo que em 15 minutos, eu estou sempre suando, sentindo que o negócio valeu a pena. É agachamento, dança, joelho para cima, estica, volta, braços para o lado, tudo no ritmo da música e sem parar. Ufa.

 

Aliás, esse é um canal bem legal. Tem vários tipos de exercícios e em diferentes níveis de dificuldade. Vale a pena dar uma olhada.

 

Ultimate Workout Challenge ♥ Abs, Legs, & Butt

 

Com esse vídeo, dá vontade de ir para um parque, praia ou até a pracinha da sua casa estender o tapete de yoga, sentir o ar puro e alongar todos os músculos. Esses são exercícios um pouquinho mais puxados, mas você pode adaptar de acordo com a sua condição física. Não adianta querer abraçar o mundo ou, no caso, querer pernas definidas em 15 minutos, indo além dos seus limites.

 

Exercícios de pernas e glúteos para fazer em casa

Eu sou uma pessoa que gosta de me exercitar. Suar, sentir as pernas tremendo, as bochechas vermelhas, o coração acelerado e a endorfina sendo liberada. Nós conversamos sobre os meus motivos para amar exercícios físicos neste post aqui. Lá, você encontra boas razões para levantar do sofá e começar a mexer esse corpinho, que foi […]

Leia mais



TAGS:






6 dezembro, 2016

Em 6 meses sem nada de origem animal, eu salvei 23 animais: 5 peixes e 17 pássaros. Em um ano, serão 47: 11 peixes, 34 pássaros e 2 galinhas poedeiras. Daqui a 5 anos, 1 gado bovino, 1 porco, 54 peixes, 8 galinhas poedeiras, 168 pássaros e 1 outro animal que fornece leite para indústria estarão vivos graças a minha escolha. E você ainda acha que ser vegano não faz nenhuma diferença?

veganalyzer - quantos animais você salvou

Esses dados são da plataforma Veganalyser, desenvolvida pela Vegan Society em comemoração ao mês mundial vegano, ou seja, novembro (ops, alguém está atrasada!). Para chegar a esses números, a Vegan Society usou o número total de animais mortos para alimentação em um ano e o tamanho da população maior que 15 anos durante aquele ano na região escolhida. Se quiser entender um pouco melhor, clique aqui e leia a FAQ da plataforma. Está em inglês, tudo bem?

 

Ali Ryland, responsável pela comunicação digital da empresa, disse: “O Veganalyser é o mais exato que nós podemos chegar ao calcular quantos animais são assassinados para os nossos estômagos, ou morreram cedo para o nosso uso de seus órgãos reprodutivos (…) Ao ver quantos -animais- você poderia salvar na sua vida e vendo todas aquelas vacas, ovelhas e porcos fofinhos aparecendo na tela, você realmente se conecta com o que está acontecendo quando você toma um copo de leite ou come cordeiro”.

 

Fato é que a plataforma é um shiu para quem ainda diz: o meu boi continua morrendo, eu não vou fazer diferença. Sim, nós vamos. E, então, quantos animais salvaria daqui a 10 anos se virasse vegano hoje? Ou quantos animais você salvou ao mudar seu estilo de vida? 🐷🐙🐮🐠

 

 💚 Outros posts que você pode gostar 💚

 

Circos sem animais no Brasil e no mundo

➳ Primeiro parque vegano do mundo será em São Paulo

➳ Onde encontrar salgadinhos veganos em São Paulo?

➳ Livros para desintoxicar corpo e alma

Adote, não compre

 

💚 Vem ler mais na tag veganismo ou passear na categoria Vida Verde 💚

Vamos espalhar um estilo de vida livre de crueldade nas redes sociais:

Instagram l Facebook l Twitter l Pinterest l Youtube

Em 6 meses sem nada de origem animal, eu salvei 23 animais: 5 peixes e 17 pássaros. Em um ano, serão 47: 11 peixes, 34 pássaros e 2 galinhas poedeiras. Daqui a 5 anos, 1 gado bovino, 1 porco, 54 peixes, 8 galinhas poedeiras, 168 pássaros e 1 outro animal que fornece leite para indústria […]

Leia mais



TAGS:






1 agosto, 2016

Sou o tipo de pessoa que adora academia, ficar com as bochechas vermelhas, suar, me cansar. Nunca vi exercício físico como exclusivamente um caminho para o emagrecimento ou ganhar músculos. Esses nunca foram os meus objetivos. Também não enxergo academia como um lugar maçante e repetitivo. Afinal, se exercitar não é castigo, muito pelo contrário, é ganho em qualidade de vida.  

Por que amar exercícios físicos?

Acho que o principal é desconstruir essas ideias. Não se sinta obrigada a ir malhar, não pense que isso é uma punição. Lembre-se que existem muitas academias e diferentes tipos de exercício, e não há por que se restringir à musculação e esteira. Tem gente mais agitada, que se identifica com aeróbicos, gente mais calma, que gosta de yoga ou caminhada. Descubra o exercício que se encaixa no seu perfil, o horário que seu corpo reage melhor (manhã, meio da tarde, noite?) e assim será infinitamente mais fácil, acredite.

 

 Diferença básica: atividade física é qualquer movimento que tenha um gasto de energia maior que o repouso, como, por exemplo, tomar banho, subir escadas, lavar o carro. Já exercício físico é uma atividade planejada que desenvolve resistência e habilidades ❤️

 

Mas, ok, primeiro, você precisa de motivação, certo? Você precisa de motivos. Então, depois de sair de uma aula de pilates incrível, eu decidi fazer esse post para te incentivar a colocar o tênis de corrida. Para te inspirar a vestir um maiô e ir para natação, prender o cabelo e ir pedalar ou respirar e ir para a aula de alongamento. O importante é levantar da cadeira e os porquês que listei abaixo serão mais que o suficiente para isso.

 

Por que, então, começar a amar exercícios físicos?

 

1 – Você se sente viva. No momento em que se coloca o corpo para funcionar, você sente as batidas do seu coração, a intensidade da respiração, os músculos, a transpiração e todos os órgãos trabalhando para que você possa estar ali. Isso é mágico. Isso é vida.

 

2 – Você melhora sua autoestima. Independentemente do seu objetivo, seja tonificar, emagrecer ou se manter, você irá se sentir bem apenas por dedicar um tempo para cuidar de si mesma, influenciando outros aspectos da sua rotina. E, assim, aos pouquinhos, vamos construindo a melhor versão do nosso eu.

 

Sou o tipo de pessoa que adora academia, ficar com as bochechas vermelhas, suar, me cansar. Nunca vi exercício físico como exclusivamente um caminho para o emagrecimento ou ganhar músculos. Esses nunca foram os meus objetivos. Também não enxergo academia como um lugar maçante e repetitivo. Afinal, se exercitar não é castigo, muito pelo contrário, […]

Leia mais



TAGS:








NÃO PERCA AS NOVIDADES, CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER!