DESCOMPLICANDO O VEGANISMO
RECEITAS VEGANAS
Transição para o veganismo


10 dezembro, 2017

Nós começamos essa série de substituições veganas falando sobre os alimentos de origem vegetal ricos em cálcio para substituir o leite de vaca. Para continuar desmistificando as ideias erradas em torno do veganismo, chegou a vez de falar sobre fontes de ferro vegetal. Porque, fala sério, como alguém consegue comer o rim, fígado ou coração de um bichinho? 

FONTES DE FERRO VEGETAL - substituições veganas

O ferro é responsável por ajudar no transporte de oxigênio para todo o corpo, além de desempenhar um papel importante em processos metabólicos de DNA, RNA e neurotransmissores. Não é à toa que a sua deficiência ocasiona consequências como palidez, fadiga, falta de ar, dor de cabeça, queda de cabelo e até mesmo dificuldade de aprendizagem.

 

Ferro heme e não-heme

 

Se construiu essa ideia de que o ferro da carne é “melhor”, pois ele é composto de 40% do tipo heme (que vem das células de sangue e músculos) e 60% do tipo não-heme, enquanto os alimentos de origem vegetal em sua totalidade são formados pelo ferro do tipo não-heme (já que não tem sangue, porque não é um cadáver, ué 🤔). Ok, mas e eu com isso?

 

Acontece que o corpo absorve melhor o ferro heme em comparação ao não-heme, mesmo que ambos desempenhem a mesma função no organismo. Isso não significa, porém, que por um ser melhor absorvido o outro não seja absorvido de maneira o suficiente. O fato de um alimento ter uma quantidade mais significativa de ferro não torna os outros inferiores ou inadequados.

 

A verdade é que a anemia ferropriva (falta de ferro) não é exclusividade dos vegetarianos e veganos. Essa é uma das deficiências nutricionais mais comuns no mundo. De uma maneira geral, precisamos escolher boas fontes do mineral e se atentar aos truques que melhoram sua absorção. Falo um pouquinho sobre eles no final do post! 

 

Com a ajuda novamente da Tabela de Composição de Alimentos da Sonia Tucunduva e a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO) da UNICAMP, olha só quais fontes de ferro vegetal você deve incluir na sua dieta vegana ou vegetariana! Lembrando que os números se referem a uma porção de 100 gramas dos alimentos.

 

Você pode substituir…

FONTES DE FERRO VEGETAL

Carne bovina assada (2,863mg) ➳ Por brócolis cozido (0,84mg) com os talos (3,2mg) e as folhas (2,49mg).

 

Carne moída refogada (2,453mg) ➳ Por feijão branco cozido, só os grãos (2,85mg).

 

Fígado bovino cozido (6,082mg) ➳ Por uma salada com semente de girassol (6,78mg), rúcula (3,14) e tomate seco (5,05mg).

 

Rim bovino cru (5,7mg) ➳ Por soja cozida (5,15mg).

 

Nós começamos essa série de substituições veganas falando sobre os alimentos de origem vegetal ricos em cálcio para substituir o leite de vaca. Para continuar desmistificando as ideias erradas em torno do veganismo, chegou a vez de falar sobre fontes de ferro vegetal. Porque, fala sério, como alguém consegue comer o rim, fígado ou coração […]

Leia mais



TAGS:








NÃO PERCA AS NOVIDADES, CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER!